Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Saber a língua chinesa como autodidata?

De Carolina, publicado dia 11/07/2018 Blog > Idiomas > Chinês > Como aprender chinês sozinho?

Um provérbio chinês diz: “um método fixo não é um método”.

Nada é de fato imutável na aprendizagem de línguas. Há uma variedade de métodos para uma pluralidade de diferentes perfis: para aprender a falar chinês sozinho, você deve estar motivado e escolher um método que corresponda ao seu temperamento.

Aprender uma língua estrangeira nunca é um negócio fácil e você sempre tem que se confrontar para sair da sua zona de conforto.

Embora o alfabeto e a pronúncia do chinês sejam totalmente diferentes da nossa língua materna, estudar sozinho para compreender e falar chinês é muitas vezes visto como impossível.

Além disso, muitas vezes é dito “é chinês” para falar de algo difícil de entender… Muitas crenças falsas podem desmotivar aqueles que sempre quiseram aprender mandarim. Os que já passaram por isso e hoje são fluentes provam que qualquer um pode aprender a falar chinês.

Conheça a cultura chinesa Aprenda chinês e vá para o país

De fato, aprender chinês não é mais difícil que aprender árabe, francês ou russo: qualquer aprendizado em línguas é um muro para ser escalado.

Não é subir a Grande Muralha da China, mas mesmo assim!

Fazer aulas de chines – de preferência com professores particulares de origem chinesa – permitirá que você conheça um pouco mais sobre a língua e a cultura chinesas, a história da China ou sobre a sociedade chinesa.

Mas, mesmo sozinho, você pode fazer cursos intensivos sem pagar um centavo para mergulhar na língua chinesa.

China, Taiwan e Singapura têm várias línguas oficiais chinesas: chinês simplificado em uso na China, o chinês tradicional – falado em Taiwan – e muitas outras línguas dialetais como “cantonês”, o “min”, o “wu” ou o “gan”.

Com mais de 1,3 bilhão de falantes de língua materna chinesa, professores e outros meios para aprender chinês sozinho não faltam!

O Superprof identificou várias técnicas para estudar o chinês mandarim sozinho.

É difícil aprender chinês como autodidata?

Antes de iniciar as aulas de mandarim, tenha em mente que nada acontecerá em um piscar de olhos. Roma também não foi construída em um dia: leva tempo para aprender a falar chinês.

Aprender uma língua estrangeira, especialmente mandarim, envolve algumas frustrações iniciais.

Se aprender o básico da língua chinesa é possível para todos, será necessário superar alguns obstáculos para se manter motivado.

O fator tempo para dominar o básico

Ying Cai, professor de chinês em Bordeaux, França, disse que é preciso 80 a 100 horas de aulas de chinês para aprender essa língua, desde que o aluno está motivado e disciplinado a cada dia.

Falar chinês em alguns meses de aula, loucura? Objetivo: tornar-se fluente em mandarim em dois anos. É possível?

Ninguém fala fluentemente chinês, a menos que seja um gênio, mas, por outro lado, pode-se dominar um vocabulário chinês básico.

Em teoria, seriam necessárias 100 horas e cursos intensivos para poder falar, ler e escrever em chinês.

Aprender sozinho será mais longo porque o autodidata não tem o retorno dos professores chineses.

Gramática e conjugação em mandarim: fácil

À primeira vista, aprender mandarim parece complexo.

Faça aula de chinês Você também pode aprender a culinária chinesa

Confrontado com caracteres chineses pela primeira vez, ninguém entende absolutamente nada. Pensamos mais em desenhos de caligrafia que em palavras e frases.

Uma linguagem tão difícil? Sim e não.

Como falantes de português, muitas vezes pensamos que é uma das línguas estrangeiras mais difíceis de aprender.

Mas boa notícia, a conjugação e a gramática chinesa são bastante simples: não há gênero (masculino / feminino), nenhum número (singular / plural), nenhuma conjugação!

O que delicia um grande número de alunos!

Uma frase simples em chinês é construída da seguinte forma: sujeito + verbo + Complemento do Objeto Direto. Nós não adicionamos verbos auxiliares aos adjetivos chineses.

De fato, os verbos são entendidos em seu contexto, ao contrário do português, onde “estar bem” e “ser bom” tem um significado diferente.

Outra característica que torna o chinês fácil: apenas o assunto muda, nós não conjugamos os verbos:

  • 我很好 (Wo hén hao): Eu estou bem
  • 你很好 (Ni hén hao): Você está bem
  • 他很好 (Tā hén hao): Ele está bem.

Tons Chineses e pronúncia

O chinês é uma língua tonal monossilábica. Mas o que é difícil para nós, falantes de uma língua latina, é a pronúncia, compreensão e uso dos quatro “tons” dessa linguagem tonal.

Ou seja, para a mesma palavra, pode haver quatro significados diferentes se a pronúncia não for boa.

Ying Cai dá um exemplo simples com a palavra “minha”:

  • No primeiro tom, significa “mãe”
  • No segundo tom, é “cânhamo”,
  • No terceiro, é “cavalo”,
  • No quarto, é “injuriar”.

Com esses diferentes “tons”, você pode facilmente ter dificuldades, mas isso é normal.

Aprenda o idioma de Confúcio para ser entendido. Em Kaohsiung (Taiwan), quase ninguém fala inglês: para se comunicar, você tem que conhecer a língua deles!

Habitue com o som do chinês Ande nas ruas e aprenda mandarim!

Quando cheguei a Taipei para morar lá por dois meses, não sabia nada sobre a língua chinesa. Os taiwaneses que conheci – muito amigáveis ​​e hospitaleiros – me ensinaram muitas palavras chinesas, mas não consegui pronunciá-las corretamente. Depois de algumas semanas, consegui me fazer entender por alguns comerciantes, mas uma maioria gritante deles não me entendeu. Como poucos deles sabem falar inglês, a comunicação às vezes se tornou não verbal… A barreira da língua e da cultura é tal que é muito perturbadora e frustrante no começo!

Aceitar essas frustrações e trabalhar de 15 a 30 minutos por dia é a melhor maneira de lidar com elas.

Tornar-se bilíngue é quase impossível aprendendo sozinho.

Por outro lado, pode-se ter alguns rudimentos de expressão oral e memorizar palavras simples como dizer olá, expressar sua vontade (Wo yao = eu quero), e começar a se virar sozinho.

3 passos para aprender chinês sozinho em casa

Você perdeu as datas das inscrições para aprender a língua chinesa na escola de idiomas mais próxima?

Não há mais vagas nas aulas de chinês nos próximos dois meses?

Como fazer para aprender chinês?

Nada pode impedir a busca de aprender chinês se a motivação permanecer constante ou crescente.

Na realidade, existe uma pluralidade de soluções para adquirir apenas o básico do chinês.

Vamos encarar: estudar chinês sozinho é complicado. Complicado, mas não impossível! Porque o brasileiro não desiste nunca (como já dizia uma antiga propaganda na televisão…)!

Aqui estão algumas dicas para aprender chinês facilmente.

  1. Defina seus objetivos

Qual é a principal motivação para aprender chinês?

É apenas para aprender uma nova língua, para estudos, trabalho, viajar para a China, Singapura ou Taiwan?

Estudar a linguagem de Confúcio como um autodidata pode ser uma longa jornada!É possível com muita vontade!

Identificar os objetivos de uma pessoa ajudará a regenerar a motivação.

Muitas vezes é difícil aprender uma língua estrangeira no começo.

Portanto, não deixe nada passar em branco e lembre-se de uma coisa: saber o porquê de você praticar chinês é importante.

Se o aluno quiser viajar, ele começará aprendendo as palavras em chinês que podem ser usadas no local. Adquira um vocabulário chinês básico, acessível.

Vá pela capilaridade do simples ao mais complexo.

Se a ambição é ir trabalhar na China – em Pequim, Xangai, Nanjing ou Hainan – então será necessário almejar um nível avançado.

2. Para ouvir a língua chinesa

A chave para conhecer uma língua é acostumar seu cérebro a ouvi-la. Afinal, ela é diferente de sua língua materna. Ou seja, mergulhe, seja capaz de identificar se uma pessoa fala chinês mandarim ou não.

Tudo se resume se estamos falando de um anglófono americano, neozelandês, australiano ou inglês. Devemos nos familiarizar com os sons da língua chinesa.

Fale a língua da China Você não vai poder dormir no ponto do aprendizado do mandarim

Pode-se primeiro se divertir aprendendo chinês com pequenos jogos de pronúncia. É um excelente ensinamento para progredir na fala.

Outra dica: se uma legenda estiver disponível em um vídeo do Youtube, diverta-se traduzindo o texto do chinês para o português pode ser um bom exercício do dia a dia.

Ligue os canais de televisão de Taiwan (podemos ter problemas para acessar os canais chineses do Brasil): não vamos entender absolutamente nada, mas o ouvido, ele já vai se acostumar com os tons.

É um exercício ideal para estimular a memorização auditiva e gerar algumas “sementes” de compreensão oral.

3. Concentre-se na fonética das palavras chinesas

Uma coisa a lembrar: para falar chinês, é preciso aprender e memorizar os caracteres chineses. No entanto, se você é iniciante, não precisa conhecê-los todos de cor.

Esse exercício é impossível! Até porque os cultos mais cultos não os conhecem todos!

Com o método “pinyin” – uma romanização da escrita chinesa – pode-se fazer a transcrição fonética de palavras chinesas usando o alfabeto latino.

Por exemplo, em mandarim, a palavra “cidade” é escrita “台” (tai) e a capital “京” (jing, pronuncie “ying”). O norte é escrito “北” (bei), o meio (ou centro) é escrito “中” (zhong, pronuncie “tsong”) e o sul: “南” (nan).

Assim, com apenas cinco caracteres, pode-se reconhecer a escrita chinesa de cinco cidades mundialmente famosas:

  • Bei + Jing (Beijing), “capital do norte”: 北京,
  • Nanquim ou Nan + Jing, “a capital do sul”: 南京,
  • Taipei ou Tai + Bei, “a cidade do norte”: 台北,
  • Taichung, ou Tai + Zhong, a “cidade do meio”: 台中,
  • Tainan, Tai + Nan, a “cidade do sul”: 台 京.

Na rua, também reconheceremos com muita frequência esses ideogramas chineses.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar