Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

Quanto pagar por aula particular de português?

De Camila, publicado em 17/07/2017 Blog > Reforço escolar > Português > Preço da tutoria individual da língua de Camões

“Um brasileiro fazendo aula de língua portuguesa? Pra quê?”

Se você frequenta ou pensa em frequentar um curso particular de português, então pode ser que já tenha escutado essa frase antes. Seja através de um amigo, um familiar ou um colega de trabalho.

Muitas pessoas acham estranho um nativo da língua ir atrás de reforço no idioma. No entanto, a necessidade é mais alta do que se imagina.

Você sabia que estudos mostraram em 2015 que um em cada quatro brasileiros é “analfabeto funcional”? Isso quer dizer que aproximadamente 27% da população está entre o nível iliterado e aquele em que se é capaz de compreender apenas textos simples.

A pesquisa – que ganhou uma matéria na revista Exame – ainda constatou que quanto maior o nível do domínio da língua, maior a proporção de empregabilidade.

Ou seja, foi comprovado que os postos mais altos dentro das empresas são ocupados por pessoas que possuem o maior grau de conhecimento do idioma.

Quer motivo melhor para melhorar suas habilidades linguísticas do que a ambição de ser promovido no trabalho? Então nada de ficar com vergonha de voltar a estudar: bora enfiar a cara nos livros que conhecimento nunca é demais!

Se você é daquele(a)s que ainda acha que aula particular é só para os muito ricos (e se esse não é o seu caso), Superprof esclarece: existem professores disponíveis para todos os perfis e todos os bolsos!

Não é preciso ser milionário para contratar um professor particular. É possível fazer aulas particulares sem ir à falência!

Se o seu caso é diferente e você está à procura de um tutor para seu filho ou filha, pois eles não vão bem na escola, então também pode ficar tranquilo(a): profissionais capacitados para assumir essa tarefa podem ser encontrados. Mais uma vez, é só procurar que você encontrará um educador que se encaixará às suas necessidades e ao seu orçamento.

Para facilitar sua busca, Superprof te mostra quais fatores levar em conta na hora da procura pelo professor ideal para seu caso. Não adianta contratar um super pesquisador acadêmico diplomado em Literatura Erudita e pagar uma fortuna pela transmissão de conhecimento (que deve ser fantástica!) se seu objetivo são aulas de reforço seu filho do sétimo ano do Ensino Fundamental.

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Tarifas de acordo com nível e objetivos

A primeira coisa a ter em mente é que o preço da aula particular de português vai depender, antes de mais nada, do nível em que se encontra o aprendiz.

Uma pesquisa rápida na internet te mostrará que uma aula – de mais ou menos 1 hora – custa, em média, de 25 à 50 reais. No entanto, esse valor pode variar muito, com a tarifa mínima de 10 com máxima de até 150 reais (e com certeza deve ter gente que cobre mais caro que isso)!

Esse disparate acontece, antes de mais nada, devido ao tipo de aluno que o professor terá que ensinar.

Para o tutor, a preparação de 1 hora de aula destinada a um aprendiz com necessidades específicas ligadas ao Ensino Superior será mais longa, mais exigente e mais cansativa do que a formulação de uma sessão de aprendizado para uma criança no Ensino Fundamental.

Por exemplo, um especialista em linguagem jurídica gastará muito mais tempo de preparo no seu acompanhamento a um aluno de direito do que um professor que dará reforço complementar na alfabetização de um aprendiz de 7 anos.

O nível do aluno, então, é um fator importante a ser levado em consideração na hora de fazer a pesquisa por um bom tutor.

É simples para um estudante em idade escolar detectar em qual nível da língua portuguesa ele se encontra. Basta olhar em qual ano ele está. Pronto, feito!

Para um adulto que precisa de acompanhamento específico – seja para procurar um emprego melhor ou fazer um concurso público – essa identificação já não é tão óbvia.

Sendo assim, o mais simples é montar uma lista com suas necessidades, suas expectativas e seus objetivos com as aulas particulares de português. Desta forma, a procura pelo bom perfil de atendimento particular de reforço será mais simples.

Outra alternativa são as avaliações gratuitas disponíveis na internet. É só dar um Google em “teste de nível de português online grátis” que você encontrará várias opções.

O preço depende do nível do professor

Como dito acima, o nível de formação do professor também interfere muito no valor final da tarifa cobrada pela hora de aula.

Para acompanhar um aluno em sessões de reforço de português, um tutor particular não precisa possuir nenhum tipo de diploma específico.

Muitos especialistas na língua portuguesa são autodidatas e se aperfeiçoaram através de estudos individuais, sem nenhum acompanhamento acadêmico.

Um professor que ainda está na escola custará mais barato que um já licenciado. As aulas particulares podem acontecer entre alunos.

Tais conhecedores também têm seu espaço no mercado das aulas privadas. No entanto, pode ser mais complicado para eles conseguirem cobrar o mesmo preço que um licenciado com título de doutor.

Até mesmo estudantes podem dar tutorias para aprendizes em níveis inferiores e cobrar por isso. O que deve se levar em conta é que o nível do educador seja sempre superior ao nível do aprendiz.

Tais considerações mostram que um aluno do terceiro ano do Ensino Médio pode dar aulas de reforço para crianças do sexto ano do Ensino Fundamental. Possuindo uma boa metodologia, ambos sairão ganhando nesta parceria.

Ganho também para os pais, que com certeza conseguirão tarifas muito melhores com o serviço prestado por um adolescente de 17 anos do que por um licenciado diplomado. No entanto, tudo depende da necessidade do aprendiz.

Obviamente, um profissional licenciado em Letras possuirá uma pedagogia e uma bagagem muito maiores que o estudante do terceiro ano. O importante aqui é analisar qual tipo de perfil de educador o aluno precisa.

Valores de acordo com tipo de curso

Ressaltadas as importâncias da necessidade do aluno, seu nível de domínio da língua e o perfil do professor, voltamos agora nossa atenção para o tipo de apoio individual buscado.

O tipo de aula ministrada pelo educador também pode interferir muito no momento de se estabelecer o preço da hora de orientação.

Curso em domicílio

Alguns professores possuem escritórios, salas ou atendem em suas próprias residências. Outros preferem ir diretamente à casa do aluno.

Normalmente, quando um aprendiz contrata um tutor e combina de fazer as sessões em sua sala, o preço do aluguel do espaço já está incluído na tarifa do profissional.

Quando o educador vai de encontro a seus pupilos, o valor do deslocamento deve ser levado em conta.

Certos professores estipulam tarifas fixas para as horas de aula e cobram o preço do transporte à parte. Sendo assim, o total a ser pago dependerá da distância a ser percorrida pelo educador do ponto A ao ponto B.

Já outros tutores calculam os preços de acordo com a demanda de cada cliente e costumam incluir os gastos com deslocamentos no orçamento apresentado.

Por precaução, caso você contrate um professor com atendimento em domicílio, pergunte se o valor do transporte já está incluso no preço apresentado. Isso evitará surpresas no futuro.

Aulas particulares em domicílio possuem preço diferenciado. Aulas particulares podem acontecer no conforto da sua casa.

Aula de preparação para provas

Enem, vestibular, concurso público, OAB… Esses são alguns exemplos de provas que exigem uma enorme preparação da parte dos que as fazem.

Para toda demanda existe um serviço.

Contando com isso, muitos professores particulares são especializados em preparar seus alunos para determinados tipos de avaliações.

Com características diferentes e abordagens específicas da língua portuguesa, cada uma delas exige um nível de aptidão distinto.

Sendo assim, os preços das aulas podem variar de acordo com o grau de domínio do idioma necessário para cada avaliação.

A frequência de sessões, assim como as horas diárias de preparo do aluno também influenciarão o preço final.

Auxílio intensivo em semana de provas

Muitos alunos arrancam os cabelos quando a semana de provas do final do trimestre escolar se aproxima. Como de praxe para certos estudantes, as revisões ficam sempre para a última hora e o desespero bate.

Filho desesperado é igual a pais desesperados. Esses últimos, então, recorrem ao auxílio dos professores particulares.

Muitos educadores estão acostumados com esse perfil de aluno, que deixa para aprender toda a matéria dada em três meses nos 45 do segundo tempo.

Como os pupilos não são frequentadores assíduos das tutorias individualizadas e, quando aparecem, precisam de atenção intensiva redobrada, o valor por hora de aula pode acabar se elevando.

Pedagogia especializada em distúrbios de aprendizagem

A maioria dos alunos com distúrbios de aprendizagem precisam recorrer a aulas de reforço.

No entanto, não é qualquer professor de língua portuguesa que é capacitado a ensinar crianças e jovens com dislexia, por exemplo. Tais profissionais precisam de um conhecimento pedagógico específico, assim como experiência e metodologias distintas e adaptadas a cada tipo de problema.

O preço da hora de aula de um educador especializado na transmissão de conhecimento a disléxicos será, certamente, maior que aquela de um professor particular tradicional de português.

Encontrar uma escola de aulas particulares adaptada

Quando procuramos atendimento individualizado de aprendizado da língua portuguesa, é importante termos em mente que existem também escolas especializadas em aulas particulares.

A busca ao professor particular é mais simples do que parece. Encontrar um professor particular pode ser complicado para algumas pessoas.

Tais locais de ensino possuem uma lista de contato de inúmeros profissionais dedicados a várias matérias.

Caso você não se sinta confiante em procurar um professor por conta própria, recorrer a uma dessas agências é sempre uma boa opção.

Fique de olho no preço, pois, pelo fato dos professores terem um contrato com o estabelecimento, as aulas podem acabar ficando mais caras. A diferença é que, como a escola possui um número considerável de educadores, caso você não goste da primeira opção oferecida, poderá sempre recorrer a uma outra alternativa dentro do mesmo espaço.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *