Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar

Onde aprender violão em Belo Horizonte

De Fernanda, publicado em 28/10/2016 Blog > Música > Violão > Descubra a música na capital mineira

Seja você um violinista iniciante, um guitarrista experiente ou um músico profissional: existem diversos locais para aprender e praticar seu violão.

Independentemente de sua idade, de seu nível de estudos, de seus objetivos com a guitarra ou o violão, não tenha dúvidas: você vai encontrar o seu lugar ideal em Belo Horizonte.

Claro, nosso primeiro instinto é tentar aprender sozinho, em casa, ou então entre amigos. Mas hoje em dia há um número considerável de instituições profissionalizantes que podem ajudá-lo em seus estudos. A boa notícia é que muitas delas são bem acessíveis em questões de preço e de localização.

A Internet e os tutoriais do Youtube certamente ajudam nesse começo: eles dão suporte para que você desperte sua curiosidade e aprenda um pouco de teoria, seja com o violão clássico, o de 7 cordas, de cordas de aço, a guitarra, o cavaquinho.

Mas nem sempre é fácil ser autodidata: é preciso ter muita disciplina, disponibilidade, concentração e saber como garimpar suas fontes de informação. Por isso, muitos procuram um local que dê o mínimo de suporte para o aprendizado, com um professor particular que pode orientar e aconselhar sobre as melhores metodologias para seu estilo.

É uma excelente alternativa para explorar o instrumento que você quer tocar – seja guitarra ou o violão –, além de possibilitar o aperfeiçoamento de técnicas e a troca de experiências com outros estudantes e músicos.

Conservatório Mineiro de Música Aulas em conservatório, escola de música ou centros culturais: eis a questão!

Para decidir qual o lugar mais apropriado para seguir seus estudos, comece perguntando a si mesmo qual o motivo que o levou a aprender o instrumento: é para se divertir? Para se tornar um profissional? Para dominar um estilo específico como o jazz, rock, mpb ou chorinho?

Não importa o que decidir, existem quatro opções para você continuar sua aprendizagem de guitarra ou violão: os centros culturais, as instituições de ensino superior, as escolas de música e os professores independentes que dão aulas em casa.

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Centros culturais e projetos municipais

Belo Horizonte é uma cidade com mais de 2,5 milhão de habitantes e também é conhecida pela qualidade de vida que oferece. Berço histórico-cultural, BH conta com uma oferta rica de instituições e iniciativas que promovem o estudo gratuito ou a baixo custo de música. Os gêneros de maior destaque são rock, chorinho, samba, erudito e jazz. Mas você certamente encontra espaço para seu estilo musical preferido.

A Prefeitura, o Governo do Estado e diversas associações e centros culturais trazem opções diversificadas para suas aulas de violão, guitarra, violão clássico e outros. Confira os principais:

Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart)

Gerenciado pela Fundação Clóvis Salgado, entidade vinculada à Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, o Cefart foi criado em 1986 e oferece à comunidade cursos de teatro, dança e música, desempenhando papel fundamental na formação de crianças e jovens no campo da arte. O Centro tem dois tipos de curso: o primeiro deles, o Curso Básico de Música, forma músicos – cantor ou instrumentista – e tem duração de 3 anos. Com aulas práticas e teóricas, o aluno inicia seus estudos escolhendo o instrumento que deseja tocar. Há disciplinas como Apreciação Musical, Percepção Musical e Rítmica, História da Música Brasileira, Análise, Harmonia, entre outras. Podem participar do processo seletivo pessoas entre 13 e 35 anos. Para a modalidade Canto, a idade é de 13 a 35 anos para as mulheres e 16 a 35 para os homens.

Já o Curso Complementar com aulas de violão possibilita a ampliação dos estudos. Tem duração de 1 ano e também aborda o ensino de música popular, como o jazz, sua história e estética, improvisação, criação de arranjos e iniciação à composição musical. Todas as aulas são gratuitas e a seleção é anual.

A Fundação Clóvis Salgado também gerencia outros importantes equipamentos culturais na cidade e é responsável por dois grupos musicais reconhecidos nacionalmente: o Coral Lírico de Minas Gerais e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro. Tel.: 31 3236-7307).

SESC MG

As unidades Sesc (Serviço Social do Comércio) localizadas em Belo Horizonte e região metropolitana oferecem uma programação diversificada de atividades, cursos e eventos na área de artes e música, em especial aulas de violão para crianças e adultos. No total, são 1.249 vagas gratuitas. A participação gratuita é para candidatos com o perfil do Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG) do Sesc, ou seja, pessoas com renda familiar de até 3 salários mínimos e trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo. A rede também organiza o festival Sesc Chorinho e Samba na Praça, projeto lançado em 2012, com a apresentação de diversos grupos musicais em locais públicos e com entrada gratuita. Vale a pena conferir! Programação completa no site central das unidades.

Cursos na Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

A Prefeitura da cidade, por meio da Fundação Municipal de Cultura, abre anualmente milhares de vagas para oficinas gratuitas da Escola Livre de Artes – Arena da Cultura. Há aulas de violão, viola caipira, canto livre, música e percussão, além de outras manifestações artísticas. Os candidatos devem ter idade mínima entre 6 anos e 14 anos, além de comprovar residência em Belo Horizonte. As oficinas têm duração de 24 horas/aula (Rua da Bahia, 888, Centro. Tel.: 156).

Fundação de Educação Artística (FEA)

Criada em 1963, a Fundação é uma entidade sem fins lucrativos com o objetivo de democratizar o ensino da música. A oferta é de Cursos Livres e Formação instrumental, no campo erudito e popular, para crianças a partir de 4 anos, jovens e adultos, sem caráter seletivo. Há aulas de canto, violão, guitarra, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, entre outros. As disciplinas teóricas são Inicialização Musical, Musicalização, Coro, Apreciação, Criação e Estruturação Musical. As mensalidades são pagas, mas há programas de bolsas. A Fundação de Educação Artística ainda organiza eventos como encontros de músicos, recitais, concertos e interseções, além de manter seus grupos estáveis (Rua Gonçalves Dias, 320. Funcionários. Tel.: 31 3226-6866).

Aprenda guitarra e violão em centros culturais. Na Fundação de Educação Artística, há cursos livres de música erudita e popular.

Programa Música na Escola

A Prefeitura de Belo Horizonte realiza desde 2013 o projeto em parceria com escolas de música particulares credenciadas e universidades como UFMG e UEMG. O objetivo é oferecer cursos qualificados de música a estudantes de 1o ao 9o ano (6 a 14 anos) de escolas municipais, que já participam de oficinas dentro do Programa Escola Integrada, da Secretaria Municipal de Educação. As inscrições são voluntárias e os alunos podem frequentar aulas dos mais variados instrumentos: de violino, piano, teclado violão, guitarra, contrabaixo, bateria, canto popular, canto coral, flauta doce e cajon. Alunos das universidades e músicos também realizam palestras e encontros nas escolas. As crianças, ao final do ano, fazem apresentações em locais públicos e festivais especiais.

Estudos avançados de guitarra e violão: Instituições de Ensino Superior

Música erudita em BH Orquestra Sinfônica de Minas Gerais: os grupos estáveis são mantidos por Instituições públicas e universidades (foto de Paulo Lacerda).

Se você quer seguir uma formação musical ainda mais sólida ou então, quem sabe, se tornar em breve um professor particular de música ou um profissional experiente, as Instituições de Ensino Superior em Belo Horizonte atendem seus objetivos. Há muitas opções em graduação, licenciatura ou bacharelado, pós-graduação, especialização e extensão, em áreas diversificadas da música: do erudito ao popular, do canto à composição, da interpretação à produção musical.

A vantagem dessa categoria é o reconhecimento e a tradição: as universidades públicas reúnem professores de qualidade e geralmente desenvolvem iniciativas variadas no campos da música: conservatórios, museus, centros de pesquisa, orquestras, entre outros.

Além de formação acadêmica, muitas instituições oferecem cursos livres, palestras e oficinas de temáticas diversas e de instrumentos com preços acessíveis. Uma excelente oportunidade!

Conheça as principais Instituições de Ensino Superior e seus cursos:

Escola de Música – Universidade Federal de Minas Gerais 

A Escola da UFMG está no topo do ranking dos melhores cursos universitários do país. Fundada em 1925, agrega o renomado Conservatório Mineiro de Música.

Oferece atualmente cursos nos níveis graduação (licenciatura e bacharelado), pós-graduação e extensão. Na pós, há mestrado, especialização e doutorado. Tanto os interessados em música erudita como em popular são contemplados. Na extensão, são oferecidos outros cursos de curta duração como: encontro com a música na maturidade, percepção musical e apreciação, além de aulas de instrumento e canto, individuais e em grupo (guitarra, violão popular, viola de orquestra, violão erudito e outros). Os cursos de extensão da UFMG são pagos e há processo seletivo.

Além das atividades de ensino, são realizados concertos e recitais de professores, músicos (funcionários), estudantes e dos grupos musicais, além de gravações de CDs, publicações diversas nas revistas da Unidade e em outros periódicos, dentre outras (Av. Antônio Carlos, 6627.Tel.: 31 3409-4700)

Conservatório Mineiro de Música

Inaugurado em 1926, durante décadas foi também sede da Escola de Música da UFMG. Reinaugurado em 2000 após uma longa restauração, o Conservatório é referência para os amantes da música erudita e instrumental, com uma das melhores salas de concertos de BH. O Conservatório tem também como proposta a oferta de cursos livres de música, todos de graça e com temáticas diversas (piano popular, história da música ocidental, entre outros). Apresenta toda semana, com entrada franca, projetos musicais como Conexões musicais, Concertos didáticos, Palco livre, Prato da casa, Performare e outros. Desde 2006, abriu também suas portas para apresentações da música popular com samba, chorinho e outros. (Av. Afonso Pena, 1.534. Centro. Tel.: 31 3409-8300)

Aprenda tocar guitarra e violão em na capital mineira Concertos e cursos livres estão ofertados gratuitamente no Conservatório Mineiro.

ESMU – Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais

Criada em 1954 como Universidade Mineira de Arte, a ESMU oferece cursos de graduação em instrumento ou canto (bacharelado e licenciatura), além de uma licenciatura em Educação Musical Escolar. Oferece pós-graduação lato sensu em Didática do Instrumento e Canto, Educação Musical Escolar e Música Brasileira. Há também possibilidade de seguir mestrado e doutorado. Entre os cursos de extensão, musicalização infantil e curso básico de música entre outros. A Escola mantém seus grupos estáveis, entre eles a Orquestra Sinfônica, Big Band, Grupo de Choro e Grupo Experimental de Ópera (Rua Riachuelo, 1351. Padre Eustáquio. Tel.: 31 3479-8303)

Escolas de música particulares

Para praticar seu instrumento, guitarra ou violão, e ao mesmo tempo adquirir bases sólidas teóricas como o solfejo, as escolas de música são boa opção.

Para crianças e adultos, os cursos ofertados são muito variados e você certamente vai encontrar as suas aulas sob medida. Tudo depende do quanto você quer gastar e qual a sua disponibilidade para fazer suas aulas de violão e guitarra. Você também pode aproveitar para aprender canto, quem sabe?

Apesar de não serem mantidas por instâncias públicas ou não serem reconhecidas pelo MEC, as escolas e os conservatórios reúnem ótimos profissionais de música, com formação e experiência de qualidade.

Muitas escolas têm reconhecimento nacional e são pontos de encontro de músicos, guitarristas e futuros violinistas. Elas também são palco de eventos e festivais musicais esporádicos.

Informe-se sobre a metodologia, os instrumentos disponíveis, a formação de cada professor, fale com os responsáveis ou diretores. Além disso as escolas frequentemente se adaptam às necessidades dos alunos (por exemplo: como aprender guitarra quando se é canhoto?).

Em relação aos preços, eles variam bastante de acordo com o tipo de curso, a frequência e o instrumento. Mas a maioria fica em torno de 300 reais por mês.

Confira algumas dicas de escolas particulares em Belo Horizonte:

  • Escola Minueto: há 16 anos no mercado, com 25 professores, a Minueto oferece aulas de canto, bateria, teclado, piano, guitarra, violão, saxofone, baixo, violino, além de cursos de Canto-Coral, Teoria Musical e Ensaio-performance incluídas nas mensalidades. Há também aulas preparatórias pré-vestibular. Além disso também oferece locação para estúdio de ensaio (Av. Prudente de Morais, 76. Cidade Jardim. Tel.: 31 3227-5203).
  • Escola Pro-Music: com unidades nos bairros São Pedro, Buritis e Gutierrez, atua desde 1994. A Escola Pro-Music oferece cursos regulares para diversos instrumentos, cursos especiais (harmoniza, jazz, improvisação, sonorização, harmonia em violão, preparatórios), aulas em domicílio, prática em conjunto e musicalização (infantil e teen). Também conta com estúdios para gravação. (Av. Senhora do Carmo, 550. São Pedro. Tel.: 31 3221-3400).
  • Núcleo Villa-Lobos de Educação Musical: criada em 1971, a escola Villa-Lobos possui material pedagógico próprio e oferece cursos de musicalização para bebês, crianças, adolescentes e adultos, aulas de instrumento, bandas de Rock e mpb, cursos de formação de professores em Educação Musical, preparação para o vestibular de música e estágios para universitários (Rua Padre Rolim, 201. Santa Efigênia. Tel.: 31 3241-4177).
  • Escola Cavallieri: licenciada pela EM&T (Escola de Música e Tecnologia), a escola Cavallieri é boa opção para amantes de rock. Oferece formação para diversos instrumentos: violão, guitarra, baixo, bateria, piano/teclado, violino, cavaco, acordeom, sax, trompete, flauta doce e transversal, gaita e percussão, além de musicalização infantil, aulas de performance, teoria e percepção musical e pré-vestibular. A escola possui uma boa infraestrutura com estúdio, palco e equipamentos e organiza eventos diversos. (Rua Outono, 559, Anchieta. 31 2535.1234)
  • Melody Maker Escola de Música: há mais de 20 anos no mercado, a escola Melody oferece aulas de violão, guitarra, contrabaixo, bateria, teclado, violino, canto e percussão, além do curso Home Studio. (Rua Professor Pimenta da Veiga, 928. Cidade Nova. Tel.: 31 3484-1217)

BH: cidade de festivais de todos os ritmos

A cidade onde nasceram grupos musicais como o Clube da Esquina, o Pato Fu e o Skank não poderia deixar por menos. Na capital mineira, concertos, shows, apresentações e concursos levam música de todos os gêneros ao público de todas as classes sociais. Praças, parques e passeios públicos tornam-se palco de festivais e apresentações de grupos tradicionais e da nova música mineira.

Estilo de música para aprender em BH O choro é um dos gêneros musicais frequentes na capital mineira.

Confira algumas manifestações:

  • Música erudita para todos: entre julho e setembro acontecem os Concertos no Parque. O evento ocorre num domingo por mês e tem como objetivo levar a música erudita gratuitamente às pessoas da cidade. Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e Coral Lírico de Minas Gerais são alguns dos grupos participantes.
  • Festival de jazz: a capital mineira tem acolhido dois festivais deste gênero, o I Love Jazz, que acontece em agosto em praças públicas, e o Savassi Festival em julho, com artistas nacionais e internacionais, que engloba um concurso, jazz para crianças entre outros atrativos. Inspire-se nas improvisações!
  • Festival de Samba e Choro: desde 2010 o evento reúne várias atrações ao público em diferentes praças de BH. Uma ocasião única de conhecer os diferentes instrumentos, harmonias e ritmos desses estilos brasileiros.

Professores particulares

Seja bem criterioso na hora de escolher o seu professor particular: na verdade, nem todos os profissionais vão corresponder às suas necessidades pessoais.

Converse com outros alunos, informe-se sobre a formação de cada professor, procure lojas de música especializadas e peça conselhos aos vendedores – eles são bons conhecedores do assunto. Só então faça sua decisão.

Mas escute também o seu feeling. A música também é uma ciência de emoções, de sensações e de valores: é fundamental que o profissional que irá acompanhar seus estudos compartilhe dos mesmos princípios que você. Essa relação entre professor e aluno precisa se desenvolver de maneira espontânea, natural, para que você realmente se divirta enquanto absorve todas as técnicas e conteúdos teóricos que vai aprender.

Os valores da hora aula costumam variam de 30 a 60 reais, em função do estilo, da experiência e da metodologia. Belo Horizonte certamente tem o professor ideal para você: aquele que depois das primeiras aulas já faz você sonhar que está tocando como um profissional de verdade. Em breve, você será!

Descubra onde fazer aulas de música em Belo Horizonte

Você acaba de decidir mergulhar fundo na aventura que é estudar guitarra ou violão! Mas por onde começar? Em quais locais posso encontrar aulas? É fácil?

Não sabemos ao certo o que é preciso aprender, se existe uma ordem nas etapas de estudo, quais as metodologias possíveis. Mas até quando somos mais experientes, o problema continua o mesmo: como progredir ainda mais nos estudos? Como desenvolver uma técnica específica?

Cada guitarrista tem suas particularidades, suas necessidades, desejos e objetivos. Se formos ainda mais longe, sabemos que cada um tem sua maneira exclusiva de aprender, sua metodologia ideal.

Por exemplo: uma coisa é você querer estudar violão para tocar sozinho em casa, ou tocar guitarra entre amigos na garagem. Outra coisa é se tornar um profissional experiente. Certamente não serão os mesmo métodos de estudo.

Em função de seu estilo musical, o quanto quer pagar e sua disponibilidade para as aulas, você vai escolher uma maneira diferente para estudar o instrumento.

De todos os jeitos, Belo Horizonte é uma capital de quase 2,5 milhões de habitantes e que oferece muitas possibilidades para você.

Seja você um violinista iniciante, um guitarrista experiente ou um músico profissional, existem algumas opções para fazer aulas de guitarra ou violão: os centros culturais, as instituições de ensino superior, as escolas de música e os professores independentes que dão aulas em casa.

Professores particulares

Claro que você pode começar procurando um professor particular para iniciar seus estudos de guitarra ou violão em Belo Horizonte. E assim desenvolver uma técnica especifica ou descobrir um novo estilo (blues, rock, caipira, choro, mpb, funk, pop, reggae…).

Você encontra centenas de anúncios em sites especializados na Internet, em escolas de música ou até nos classificados.

Faça questão de perguntar sobre a formação de cada professor, as possibilidades de pagamento, sua metodologia, enfim, tudo o que lhe dará confiança para tomar sua decisão em função dos seus critérios. Afinal, é preciso aprender mas também se divertir!

aprender violão com um professor particular Que tal receber orientação de um professor e aprender técnicas e estilos diferentes?

Para uma boa aula de violão, é recomendável que o professor tenha seguido uma formação de qualidade, de longa duração: não é qualquer um que pode ensinar um instrumento. Além disso: é fundamental que o profissional tenha os mesmos valores que você. A relação entre educador e estudante deve ser espontânea, para que você absorva todas as técnicas e conteúdos teóricos de maneira natural e sem sacrifícios desnecessários.

Os valores da hora aula costumam variam de 30 a 60 reais, em função do estilo, da experiência e da metodologia. Antes de escolher o seu, converse com o maior número de profissionais possível, compare as metodologias e a visão que cada um tem sobre a música. Você certamente vai encontrar seu professor ideal em Belo Horizonte!

Centros culturais e projetos para estudar guitarra e violão

Em  Belo Horizonte, existem diversas iniciativas educativas promovidas pela Prefeitura, Governo do Estado e centros culturais que  trazem opções acessíveis para suas aulas de violão. Confira as principais:

Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart): faz parte da Fundação Clóvis Salgado, da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais. O Cefart oferece  cursos de teatro, dança e música para crianças e jovens. Há dois cursos: o Curso Básico de Música tem duração de 3 anos e tem aulas de instrumentos, práticas e teóricas, e disciplinas como Apreciação Musical, Percepção Musical e Rítmica, História da Música Brasileira, Análise, Harmonia. Podem participar alunos de 13 a 35 anos. O Curso Complementar amplia os estudos. Com duração de 1 ano, também ensina música popular, como o jazz, sua história e estética, improvisação, criação de arranjos e iniciação à composição musical. As aulas são de graça, com seleção anual. A Fundação também administra o Coral Lírico de Minas Gerais e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro. Tel.: 31 3236-7307).

SESC MG: as unidades do Serviço Social do Comércio em Belo Horizonte e região metropolitana dão aulas e oficinas na área de violão e outras artes para crianças e adultos. A participação gratuita é para candidatos com renda familiar de até 3 salários mínimos e trabalhadores do comércio. Também promove o festival Sesc Chorinho e Samba na Praça. Programação completa no site.

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte: a Fundação Municipal de Cultura oferece oficinas gratuitas da Escola Livre de Artes – Arena da Cultura. Há aulas de violão, viola caipira, canto livre, música e percussão, além de outras manifestações artísticas (Rua da Bahia, 888, Centro. Tel.: 156).

Fundação de Educação Artística (FEA): oferece Cursos Livres e Formação instrumental, no campo erudito e popular, para alunos a partir de 4 anos, sem processo seletivo. Há aulas de canto, violão, guitarra, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, além de Inicialização Musical, Musicalização, Coro, Apreciação, Criação e Estruturação Musical. As da FEA mensalidades são pagas (Rua Gonçalves Dias, 320. Funcionários. Tel.: 31 3226-6866).

Programa Música na Escola: a prefeitura, em parceria com escolas de música particulares credenciadas e universidades, oferece aulas de música a estudantes de 1o ao 9o ano (6 a 14 anos) de escolas municipais. Os alunos frequentam aulas de diversos instrumentos: violino, piano, teclado, violão, aulas de guitarra, contrabaixo, bateria, canto popular, canto coral, flauta doce e cajon.

Estudos avançados de guitarra e violão: Instituições de Ensino Superior

Se seu objetivo é seguir uma formação musical ainda mais sólida ou se tornar um profissional de música experiente, as Instituições de Ensino Superior em Belo Horizonte são uma ótima opção. Além de formação acadêmica, muitas delas possuem cursos livres, palestras e oficinas com preços acessíveis. Não perca essa oportunidade! Destaque para as seguintes Instituições de Ensino Superior:

aprender violão e guitarra em Belo Horizonte Escola de Música da UFMG: que tal ser um profissional da música?

Escola de Música – Universidade Federal de Minas Gerais: seu curso é considerado como um dos melhores do país. A Universidade Federal oferece nível graduação (licenciatura e bacharelado), pós-graduação e extensão. Na pós, há mestrado, especialização e doutorado. Música erudita e popular estão nos programas. Pela extensão, há cursos livres (pagos) como: encontro com a música na maturidade, percepção musical e apreciação, e aulas de instrumento e canto, individuais e em grupo (guitarra, violão popular, viola de orquestra, violão erudito e outros). (Av. Antônio Carlos, 6627.Tel.: 31 3409-4700)

Conservatório Mineiro de Música: é referência para músicos de todos os estilos, em especial erudito e instrumental. O Conservatório também oferece cursos livres e gratuitos de música, com temas variados (piano popular, história da música ocidental, entre outros). Toda semana, com entrada franca, promove projetos especiais como Conexões musicais, Concertos didáticos, Palco livre, Prato da casa, Performare e outros. Também é referência nas apresentações de grupos populares com samba, chorinho e outros. (Av. Afonso Pena, 1.534. Centro. Tel.: 31 3409-8300)

ESMU – Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais: oferece  graduação em instrumento ou canto (bacharelado e licenciatura), e licenciatura em Educação Musical Escolar. Na ESMU, há pós-graduação lato sensu em Didática do Instrumento e Canto, Educação Musical Escolar e Música Brasileira, mestrado e doutorado. Como extensão, traz cursos de musicalização infantil e curso básico de música entre outros. Seus grupos estáveis são Orquestra Sinfônica, Big Band, Grupo de Choro e Grupo Experimental de Ópera, entre outros (Rua Riachuelo, 1351. Padre Eustáquio. Tel.: 31 3479-8303)

Você pode também ter aulas de violão em outras cidades, como no Rio de Janeiro. As aulas particulares podem ser uma grande ajuda para ajudá-lo a progredir.

templo da música: aprenda violão! O Conservatório Mineiro abriu suas portas em 2006 para a música popular.

Escolas de música particulares

Em Belo Horizonte existem muitas escolas e conservatórios particulares de qualidade, com bons professores e muito bem equipadas. Para crianças e adultos, as aulas ofertadas são diversificadas e atendem sua necessidades pessoais. Quem sabe você não se anima e começa também a fazer aulas de canto?

Procure se informar sobre a metodologia, os instrumentos ofertados em cada escola, o percurso e perfil de cada professor, os eventos organizados.

Veja algumas escolas de música em BH:

  • Escola Minueto: aulas de guitarra, bateria, teclado, piano, canto, violão, saxofone, baixo, violino, além de cursos de Canto-Coral, Teoria Musical e Ensaio-performance incluídas nas mensalidades. Na Minueto, há também aulas preparatórias pré-vestibular (Av. Prudente de Morais, 76. Cidade Jardim. Tel.: 31 3227-5203).
  • Escola Pro-Music: a Escola Pro-Music oferece cursos para instrumentos variados, cursos especiais (harmoniza, jazz, improvisação, sonorização, harmonia em violão, preparatórios), aulas em domicílio, prática em conjunto e musicalização (infantil e teen) (Av. Senhora do Carmo, 550. São Pedro. Tel.: 31 3221-3400).
  • Núcleo Villa-Lobos de Educação Musical: musicalização para bebês, crianças, adolescentes e adultos, aulas de instrumento, bandas de Rock e mpb, cursos de formação de professores em Educação Musical. O Núcleo Villa-Lobos também disponibiliza preparação para o vestibular de música e estágios (Rua Padre Rolim, 201. Santa Efigênia. Tel.: 31 3241-4177).
  • Escola Cavallieri: licenciada pela EM&T (Escola de Música e Tecnologia), perfeita para roqueiros. Apesar disso, a Escola Cavallieri propõe diversidade de instrumentos e estilos: violão, guitarra, baixo, bateria, piano/teclado, violino, cavaco, acordeom, sax, trompete, flauta doce e transversal, gaita e percussão, além de musicalização infantil, aulas de performance, teoria e percepção musical e pré-vestibular. (Rua Outono, 559, Anchieta. 31 2535.1234)
  • Melody Maker Escola de Música: na Melody você encontra aulas de violão, guitarra, contrabaixo, bateria, teclado, violino, canto e percussão, além do curso Home Studio. (Rua Professor Pimenta da Veiga, 928. Cidade Nova. Tel.: 31 3484-1217)

Belo Horizonte e seus festivais para todos os gostos

Uma das principais manifestações musicais nascida em BH é o Clube da Esquina, formado pelos excelentes músicos Márcio Borges, Milton Nascimento, Tavinho Moura, Fernando Brant, Ronaldo Bastos, Beto Guedes, além de Lô Borges, entre outros. O grupo ficou conhecido na década de 70, gravando clássicos como O trem azul, e ganhou fama internacional. O movimento inspirou a criação de uma organização chamada Museu Clube da Esquina, que promove diversos eventos na área da música, e ainda um bar temático de mpb na cidade.

aprenda violão na capital mineira: onde estudar? Museu Clube da Esquina reune acervo rico da música popular brasileira. Inspire-se!

Além dessa atração histórica e artística essencial para amantes de música, a capital mineira ainda organiza gratuitamente concertos, shows, apresentações e concursos em locais e espaços públicos. Apresentações de grupos musicais ganham vida em praças, parques e ruas. Por isso, não será difícil você encontrar aulas de violão.

Conheça algumas delas:

  • Música erudita para todos: os concertos no parque acontecem entre julho e setembro num domingo por mês. Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e Coral Lírico de Minas Gerais são alguns dos grupos participantes.
  • Festival de jazz: dois festivais deste estilo são promovidos na capital, o I Love Jazz, em agosto, e o Savassi Festival, em julho, com artistas nacionais e internacionais. Perfeito para se inspirar e improvisar na guitarra!
  • Festival de Samba e Choro: traz atrações em diversos locais públicos de BH. Oportunidade perfeita para explorar os ritmos e melodias brasileiros através de uma boa aula de música! O que está esperando?
Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz