A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Técnicas para coordenar seus acordes nos instrumentos de corda

Par Carolina le 10/10/2016 Blog > Música > Violão > Acordes para violão, como melhorá-los?
Table des matières

Para quem quiser se iniciar na música, o aprendizado do violão ou da guitarra é uma excelente ideia porque são instrumentos perfeitos para tocar e reproduz rápido as músicas que gostamos.

Com eles, é muito mais fácil improvisar a partir do momento que a gente conhece as primeiras bases do violão ou da guitarra.

As primeiras bases são os intervalos, a leitura de notas, as tablaturas e os acordes.

Não importa se eles são maiores, menores, sétimas ou harmônicos, os acordes são uma parte essencial de nosso aprendizado do violão ou da guitarra.

Impossível não aprendê-los! Por isso, é importante saber posicionar corretamente os dedos no braço do instrumento e saber encadear os acordes.

A partir daí, você vai poder dizer se sabe ou não tocar violão ou guitarra!

Um aprendizado progressivo dos acordes

Para os violonistas os guitarristas iniciantes, aprender tocar violão ou guitarra não é um mar de rosas: as cordas machucam os dedos, a mão direita não se coordena corretamente com a mão esquerda e os acordes não se sonorizam como a gente quer de jeito nenhum!

Para aqueles que querem aprender como tocar violão ou guitarra, a gente aconselha aprender os principais acordes. Mas também é importante saber interligá-los para que eles sejam fluídos, tenham um som limpo e principalmente para ter menos dor nos dedos…

Você pode encontrar escalas de acordes de várias músicas conhecidas na internet ou em revistas especializadas para treiná-los, é bem fácil.

Mas, no início, como conseguir juntar dois acordes sem perder o ritmo do violão ou da guitarra? Como multiplicar todo esse trabalho e finalmente conseguir tocar uma música?

Veja aqui algumas pistas:

Encontrar o ponto em comum entre os acordes

Conhecer bem os acordes e identificá-los

Para otimizar e melhorar a sequência de dois ou vários acordes, você deve começar achando os eventuais pontos em comum entre eles.

  • Dois acordes consecutivos podem ter um ou mais dedos em comum. O que pode facilitar o posicionamento da mão sem precisar de mexer todos os seus dedos.
  • A posição entre dois acordes é deslocada de uma ou algumas casas: o posicionamento dos dedos não muda. Basta trocar os dedos já posicionados de casa ou de algumas casas.

aprender-os-acordes-de-cor Ter um som bom com acordes simples

  • A posição do acorde é deslocada de uma ou várias cordas: aqui você também não precisa de mudar a posição dos dedos, só a das mãos de acordo com as cordas necessárias.
  • Todos os dedos são utilizados na mesma ordem: o próximo acorde está na mesma ordem que o anterior. Basta manter os dedos agrupados para posicioná-los mais rapidamente.
  • Algumas notas iguais mas sem as mesmas posições dos dedos: seria interessante mudar os dedos de posição em um dos acordes para dar a impressão que os dois acordes têm vários dedos em comum.
  • Nenhum ponto em comum entre os acordes: não há tem nenhum macete possível. Você deve aprender de cor o posicionamento dos dois acordes para tocar a sequência de maneira fluída e ler bem as tablaturas.

Por que encontrar esses pontos em comum?

Analisando como articulam os diferentes acordes que você deve tocar ou encadear, você vai poder aproveitar desses pontos em comum para deslocar suas mãos mas sem mexer os dedos de lugar ou de reduzir seus esforços para melhor em fluidez.

Exercício para encontrar os pontos em comum

Se alguns de seus dedos não mudam de posição entre um acorde e outro, tente mantê-los imóveis enquanto você posiciona os outros dedos.

Se você deve mudar todas as posições, treine manter os dedos na mesma posição mesmo quando você relaxar suas mãos: o objetivo desse exercício é você posicionar qualquer acorde no vazio, sem colocar sua mão esquerda no braço.

Assim, graças a esse pequeno exercício, sua mão saberá antecipar o posicionamento de seus dedos, o que vai fazer você ter mais flexibilidade e fluidez.

Fragmentar um movimento

Se seus dois acordes tiverem cordas vazias, esta é a ocasião de preparar notas sem mesmo encostar seus dedos.

Você vai ganhar tempo e sua sequência de acordes soará mais natural.

Dê sequência a seus acordes

Para dar sequência a dois acordes, é preciso seguir, em média, 6 pequenas etapas. Você poderá fragmentá-las de acordo com seu nível de violão ou guitarra.

Primeiro decore todos os seus acordes para treinar uma sequência em particular.

posicionar-os-acordes-violao-guitarra Aprenda os acordes para tocar livremente violão ou guitarra

É impossível aprender a trocar e dar sequência aos acordes de uma só vez, mesmo fazendo aulas particulares de violão ou guitarra.

Veja o resumo do método:

  • Forme seu 1º acorde com a mão esquerda
  • Mude lentamente de posição para formar o 2º acorde
  • Observe como seus dedos vão se posicionar, encontre os pontos em comum (se houver), ver se seus dedos se cruzam, se há dedos que não mudam de posição
  • Passe do 1º ao 2º acorde no violão ou na guitarra e faça o gesto contrário, passando do 2º para o 1º, sempre de maneira suave e lenta: seus dedos devem ficar o mais relaxado possível e o mais perto das cordas do violão ou da guitarra fazendo o mínimo de gestos.
  • É importante fazer o « deslizamento » entre os acordes bem lentamente para você malhar seus dedos e criar o reflexo dos posicionamentos em seus hábitos.
    Em seguida, você poderá aumentar o ritmo do jeito « crescendo » a rapidez da sua sequência de acordes.
  • Repita essa etapa até 20 vezes se for preciso. O objetivo é que o gesto se torne natural, instintivo, que você esteja à vontade e relaxado.
  • Agora, a última etapa é você fazer esse exercício, mas arranhando a corda de seu violão com a mão direita, sonorizando bem as cordas.
    Para verificar a qualidade do som, toque uma corda de cada vez.
  • Isso vai ajudá-lo a tocar os arpejos!

Dicas para dar sequência aos acordes

Praticar sempre

Se pudéssemos dar somente um conselho, seria o de sempre praticar o violão ou a guitarra para dar sequência aos acordes. Quem sabe você não chega ao mesmo nível que Eric Clapton, Bob Dylan ou ainda Ben Harper (sonhar não custa nada…)?

Saiba dar sequência aos acordes como Ben Harper Adote o estilo de Ben no violão!

O que podemos entender por isso? Com qual frequência praticar violão ou guitarra para conseguir um jeito fluído de tocar? Os guitarristas e violonistas profissionais aconselham uma prática cotidiana ou em dias alternados de 10 a 15 minutos para que os gestos se tornem automáticos e para que seus músculos tenham a « memória » dos acordes e os posicionamentos dos dedos.

A ajuda de um professor de violão ou guitarra

Se você não conseguir se motivar ou simplesmente não realizar a sequência de acordes, peça ajuda a um professor particular de violão. Através das aulas de violão ou guitarra, ele saberá te dar o conselho certo e personalizado.

Ele vai te mostrar se você tem ou não uma boa postura, se você tem bons ou maus hábitos e ele corrigirá isso se necessário.

curso-de-violao-com-professor Aprenda a dar sequências aos acordes com um profissional

Ter um professor com você permitirá ter um retorno imediato daquilo que fará: ele será seu espelho e sua aprendizagem será mais rica.

Guardar o ritmo

O ritmo é um aspecto muito importante para tocar bem violão ou guitarra. E quando você dar sequência a seus acordes, não perder esse ritmo é algo crucial!

Não desacelere para mudar de acorde e aprenda a tocar com um metrônomo: desse jeito, você aprenderá a tocar violão ou guitarra nem muito rápido nem muito lento passando os acordes como tem que ser.

Uma vez que você conseguir a sequência dos dois acordes e que seu posicionamento parecer correto e coerente, pegue o monômetro e tente fazer o máximo possível descendo e subindo no braço de seu violão ou guitarra.

Sempre prefira a qualidade e não a quantidade: é melhor fazer 5 bons encadeamentos de acordes em um minuto que 15 más sequências que nem podemos escutar o som direito.

Atenção à respiração

Não é sobre sua respiração propriamente dita que estamos falando aqui, mas de um milésimo de segundo durante sua sequência de acordes em que você não vai fazer som.

Essa respiração tem que ser feita antes da mudança de acordes e mais precisamente no momento antes da primeira batida do próximo compasso.

Se quiser ser mais técnico com o violão ou a guitarra,  quando tocar com o seu slide (« tubinho ») e encadear dois acordes (normalmente construído em um par de oitavas), ao invés de tocar os dois com o slide, deixe a última batida do compasso vazia para posicionar corretamente sua mão esquerda.

Visualize a sequência de acordes

Aprenda a visualizar a mudança de acordes.

Feche seus olhos e visualize seus dedos se posicionando corretamente e formando o acorde seguinte.

É essa imagem mental que você deve manter e que vai preparar seu cérebro para realizar os gestos com flexibilidade.

Utilize, se possível, os dedos que não mexem para servirem de apoio ou como pivô para fazer a sua mudança de acorde.

E não deixe sua animação de lado para aprender tocar violão ou guitarra!

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (Soyez le premier à voter)
Loading...
Carolina
Quero aprender italiano e espanhol, mas preciso mesmo é do inglês... Leio as plaquinhas nos museus, gosto de música e de cinema dos anos 70. De agora, só o Pablo do arrocha que serve.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz