Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar

Geometria, álgebra, como não ser reprovado no 1º, 2º, 3º grau?

De Carolina, publicado em 30/11/2016 Blog > Reforço escolar > Matemática > Como passar em matemática no ensino médio?

O primeiro, segundo e terceiro ano do segundo grau não são fáceis, não há como negar!

A complexidade do conteúdo de matemática do ensino médio aumenta consideravelmente em relação ao ensino fundamental.

Parece que, de continhas de subtração e adição, a gente passa para equações de 1º e 2º grau, probabilidade, matrizes, juros compostos etc!

Nem os gênios negam que as coisas ficam mais difíceis nos 3 anos finais da escola, mesmo se eles têm mais facilidade que os outros.

Outra coisa que não podemos esquecer é que tudo isso se passa no período da puberdade, das descobertas, da busca de identidade e do… VESTIBULAR!!!

Ou Enem, pouco importa. Os dois tiram o sono da grande maioria dos alunos. Além de ser um grande desafio, a gente tem que escolher a profissão que queremos para o resto de nossas vidas.

Mas calma! Nem todo casamento hoje em dia é para o “resto de nossas vidas”. Isso também ninguém te conta, né? Por isso, o melhor conselho é concentrar naquilo que você gosta.

O Enem pode ajudar na hora de escolher o curso superior O vestibular está chegando e o tempo passa rápido…

Assim, mesmo se não exercer a profissão de seu curso superior depois, pelo menos ele vai te guiar para sua próxima atividade profissional. Quem sabe você não escolhe um curso de exatas para prestar vestibular? Aliás, qual deles?

Vamos parar de prever as coisas e ir direto ao que interessa!

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Passagem do fundamental para o médio

Ano passado você brincava de boneca e de playmobil e agora você tem que encarar a vida com olhares de adulto?

É mais ou menos por aí… Ok, não se preocupe se ainda não tiver abandonado seu videogame (têm muitos quarentões que não perdem um novo game, fique tranquilo).

Mas respire fundo! A mudança pode parecer abrupta, principalmente para os adultos ao seu redor, mas encare-a de frente e com naturalidade. A verdade é que você também já está cansado do universo infantil e quer ser adulto de uma vez por todas.

Passando para a escola, os professores também não vão pegar leve…

Não deixe de estudar geometria para as provas da disciplina A mesma dúvida sempre vem na hora da equação…

Responsabilidade será a palavra que você mais vai escutar daqui para frente. E você terá novas matérias, mais complexas e também mais interessantes (na maioria das vezes). Tudo tem seu lado bom!

Equilíbrio emocional vale mais que tirar nota 10!

Por isso, segure firme e vá em frente! Ao mesmo tempo que podemos ter medo de todas essas mudanças, será muito bom passar por elas.

E elas passam! Por isso, é muito importante ficar com a cabeça no lugar e com foco para não deixar de aproveitar esse momento.

E não se esqueça que ainda tem quer ir bem na prova de vestibular de matemática, mesmo se for cursar ciências humanas ou biológicas…

Tente se dedicar ao máximo a escola de manhã e de tarde, por exemplo, como se fosse trabalho. Defina horários! Assim, você terá tempo de estudar, descansar e aproveitar!

Isso pode te dar um bom equilíbrio emocional para não pensar que tudo é estudos e nem que tudo é “viver a vida adoidado”!

Dúvidas nunca mais!

Agora vamos passar para o que interessa, estudos e matemática!

O 1º ano é o momento das funções, principalmente. Funções com domínio, contradomínio e imagem; gráficos; definição, análise e gráfico da função afim; função quadrática; suas raízes ou seus zeros, estudo da parábola; função, equações e inequações das funções modulares, exponenciais, logarítmicas…. A lista é grande e ainda não acabou! Confira no conteúdo de matemática para ensino fundamental e médio.

Com tantas novidades, o importante é entender bem cada uma delas. Se não for de primeira, não tem problema! Tente estudar e entender novamente.

E se não funcionar? Não deixe a dúvida tomar conta de você durante toda a sua vida escolar. Peça ajuda!

Porque se não souber uma questão de matemática direito, vai que a matéria cai na prova de vestibular? Ou que você precise dela para as matérias posteriores?

Então, a dúvida é a pior inimiga do aprendizado. Enfrente-a e você vai ver que não precisava de ter medo dela, ela nem era tão difícil assim (você vai se dizer depois).

Consultar outros materiais didáticos

Não entendeu um conteúdo na aula de matemática do professor? Leu o livro didático e também não entendeu?

Isso não é o fim do mundo. Você pode procurar outros livros didáticos sobre a mesma matéria para tirar suas dúvidas.

Eles nunca têm a mesma metodologia, ainda bem! Eles são todos diferentes e você poderá encontrar em um aquilo que não estava muito claro no outro.

Você pode entender geometria com a ajuda de outros livros Estude a mesma matéria em materiais didáticos diferentes

Você pode encontrar livros na biblioteca de sua escola, bairro, cidade.

E lembre-se que a internet é uma fonte inesgotável de conteúdo. Há muitos sites de professores de matemática com vídeos sobre vários conteúdos que podem te ajudar.

Não há somente um caminho para o aprendizado, guarde bem esse conselho.

Fazer fichas

Quem sabe você mesmo pode preparar seu material didático? E resumido?

Além de escolher a metodologia, você pode ir direto ao ponto, escrevendo os conceitos chaves que vão procurar lá no fundo de sua memória a matéria completa: o teorema de Pitágoras, a relação de Euler, o princípio de Cavalieri, relações de Girard, as leis dos senos, cossenos, circunferência trigonométrica, as equações e inequações trigonométricas, as funções seno e cosseno…

Pegue canetinhas de várias cores, escolha um papel resistente e escreva os resumos de suas aulas de matemática, dos estudos sobre determinada matéria ou aquela aula com seu professor particular.

Fazer aulas particulares

Caso os livros e as fichas não ajudarem, o melhor a fazer é pedir ajuda a um profissional. E não tem dessa de pensar que aula é para os mais fracos. Ao contrário, as aulas são para todos os níveis.

As sequências, progressões aritméticas, progressões geométricas, juros simples, compostos, descontos, taxas, financiamentos, teoremas de Tales, triângulos, circunferências e cálculo de áreas vão ser moleza sendo explicados por um professor inteiramente a sua disposição.

Nada mal, não é? Além disso, eles são preparados para ir direto ao ponto, achar todas as suas defasagens para depois te ajudar a construir uma base sólida.

Estudar com um colega ou em grupo

Os colegas também servem para te ajudar em matemática! Não somente para zoar…

Aquele seu amigo crânio pode te ensinar melhor que qualquer professor, sabia?

Aproveite os pontos fortes de cada um para reforçar os pontos fracos dos outros.

Mas é preciso seriedade para dar certo. Programe com seu colega a duração do estudo, as matérias que serão vistas e as pausas.

Não é para virar sessão de cinema na hora, mas quem sabe depois dos estudos?

Treinar e nunca desistir

A gente não nasceu sabendo. Então, para que o conteúdo entre definitivamente na nossa cabeça, é preciso estudar, praticar e muito.

Não deixe o desânimo ou a falta de confiança em si dominar seus pensamentos.

Lembre-se que nada cai do céu e para ter o mínimo de recompensa, é preciso trabalhar e estudar primeiro.

Fazer e refazer exercícios

A gente aprende matemática fazendo exercícios, por exemplo. Não adianta fazer 1 da lista de 20 da lição de casa. Mesmo que eles sejam parecidos, é importante fazer todos para o conceito entrar de vez em sua cabeça e ficar, não fugir.

E aqueles difíceis, que você custa para entender como resolvê-los, devem ser feitos várias vezes. Quando enjoar do mesmo exercício, procure outros parecidos para solucioná-los.

Temos certeza que depois disso, você só vai tirar notão!

Analisar exercícios corrigidos

Uma boa solução para aprender a fazer aqueles exercícios cabeludos é consultar materiais com os exercícios corrigidos.

“Eureka! É assim que se faz essa questão!” será uma de suas reações quando passar horas tentando fazer e depois ver como uma outra pessoa chegou ao resultado!

Assim, será fácil memorizar o jeito certo de chegar a resposta certa.

Nunca deixar para amanhã

A procrastinação é a inimiga número 1 de todo mundo que quer fazer um projeto a longo prazo, estudar também.

Não ache que é o único a ter uma vontade incontrolável de arrumar seu armário (aleluia!) na semana da prova de matemática!

Não demore para aprender os teoremas e leis dos cálculos Aprenda álgebra e geometria enquanto é tempo!

Lembre-se que “arrumar o armário” ou fazer outra coisa não é a prioridade no momento. Faça a lista das coisas mais importantes a fazer e blinde-se das 1001 tentações, que normalmente nem são tão tentações assim (quem gosta de fazer faxina, por exemplo?).

Ser persistente

Tentou? Errou? Tenta de novo.

Está cansado? Insista mais um pouco.

Brigou com o namorado(a), amigo(a)? Tente não pensar nisso ou resolva a questão de uma vez por todas.

Porque desistir, chutar o pau da barraca, o balde e todos os utensílios da casa é fácil.

Teste seus limites, seja maduro e pense que a hora de insistir é agora. Depois pode ser tarde demais.

O grande Raul Seixas já dizia, “Tente Outra Vez”:

“Queira
Basta ser sincero e desejar profundo
Você será capaz de sacudir o mundo, vai
Tente outra vez

Tente
E não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez”

Aprendeu com o mestre? Ele tinha razão! Não dá para desistir no primeiro obstáculo. Se não tentar vencer um desafio, eles vão ficando cada vez mais difíceis e você não terá mais tempo de enfrentá-los.

Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz