A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Mudar as cordas de seu instrumento em 5 etapas

Par Carolina le 10/10/2016 Blog > Música > Violão > Como trocar as cordas do violão ou da guitarra?
Table des matières

Ser músico é ter sempre o som afinado, equilibrado, perfeito! O som que a gente deseja ter!

Claro, é preciso muito trabalho para ter esse som sempre, mas isso não é tudo: o instrumento e todas as suas partes devem estar em bom estado, à começar pelas cordas de seu violão ou sua guitarra.

Quando ou depois de quanto tempo devemos trocar as cordas do violão ou da guitarra? Como reconhecer uma corda velha?

Existem tutoriais de violão ou guitarra que ensinam todas essas questões e também como trocar as cordas?

Como fazer para trocar todo um jogo de cordas de um violão ou uma guitarra?

Várias questões, não é? Vamos responder a todas a partir de agora!

Escolher suas cordas de violão ou guitarra

Quando as cordas estão quase se arrebentando, ou são muito velhas, ou se alargam a cada vez que você toca o seu violão, guitarra ou tudo isso junto é sinal que você deve fazer algo pelo seu jogo de cordas…

Troque as cordas de seu violão e escute as belas notas! Tenha um som afinado mudando suas cordas!

Mas você sabe de que são feitas as cordas de seu violão ou de sua guitarra?

Quais são os diferentes tipos de cordas de violão ou guitarra?

Você sabe qual tipo escolher em função de seu violão ou de sua guitarra?

O tipo de fio

Uma corda se caracteriza pelo seu fio, ou seja, a maneira como ela é enrolada.

Existem 3 tipos de fios:

  • O fio redondo: compõe as cordas mais populares hoje em dia. Ele oferece um som brilhante e apresenta uma textura desnivelada e suave ao toque.
  • Fio ½ polido: esse tipo de corda tem o toque mais leve e um som bem quente.
  • Fio polido: essas cordas têm a superfície bem lisa e apresenta um som abafado, vintage. Os amadores de jazz e músicas açucaradas  gostam muito dessas cordas.

O material das cordas

Para cada tipo de violão ou guitarra, há um tipo de corda: você não vai usar cordas de nylon, normalmente utilizadas para violão, em uma guitarra e vice-versa. Você também não vai instalar cordas metálicas em um violão.  É o BÊ-Á-BÁ para todos os violonistas ou guitarristas que queiram seguir um curso de violão ou guitarra ou dar aulas particulares para alunos.

Os tipos de cordas mudam o som feito pelo instrumento Encontre a tensão certa para as cordas de guitarra ou violão

Se você quiser saber tudo sobre violão ou guitarra, saiba que existem diferentes tipos de cordas de acordo com seus materiais e seus usos.

  • Cordas em aço inoxidável: chamada de « Stainless Steel », essas cordas têm boa presença e são bem precisas. Atenção porque elas se gastam mais facilmente com os trastes dos braços.
  • Cordas em aço banhadas a níquel: o som é quase o mesmo que o das cordas em aço inox, mas ele é menos brilhante e mais redondo.
  • Cordas em níquel: é um material que não é muito resistente e por isso ele é normalmente misturado com aço para criar uma liga sólida.
    O som é quente e redondo, mas menos preciso que em cordas de aço.
  • Cordas em nylon: utilizadas especialmente para violões.
    É importante saber que todos os fabricantes têm suas receitas para obter suas próprias cordas de nylon.
  • Cordas em seda e aço: especialmente para violões folk, essas cordas oferecem um som suave e quente com batidas leves para um som harmônico.
  • Cordas em bronze: para as guitarras folk ou eletroacústicas.
    O som é mais quente, amplo e equilibrado. Com elas, acabou-se os arpejos sem fim no violão ou na guitarra (não temos dedos de bronze para isso…)!

A tensão das cordas

A tensão das cordas corresponde a sua espessura em polegadas, seu diâmetro para ser mais preciso.

Ele se exprime normalmente em pares de números como « 10-46 » ou « 11-57 » que representa o diâmetro da corda mais fina e o da corda mais grossa, por exemplo.

A tensão indica o tipo de som e o toque que você pode obter no violão ou na guitarra.

Os jogos tradicionais têm tensões de « extra-light » a « heavy ». Mesmo se a diferença da tensão for ínfima para um principiante, ela pode mudar a forma de tocar.

Quanto mais houver tensão, mais grossas as cordas serão. Para resumir, quanto mais tensão a corda tiver, mais dor terá nos dedos e mais difícil será para tocar. Porém, você ficará mais resistente!

A tensão mais leve machuca menos os dedos, facilita a maneira de tocar (perfeita para os amadores de bend) mas será mais difícil para dar sequência aos acordes.

A gente aconselha de pegar uma tensão mais leve para começar a malhar os dedos e tocar vários estilos de música.

O que faz as cordas se desgastarem?

Quando temos que trocar as cordas do violão ou da guitarra? Como reconhecer o desgaste das cordas?

Veja os diferentes fatores de desgaste:

  • Uma corda arrebentou: claro, nessa situação é imperativo trocar a corda para continuar a tocar violão ou guitarra. Você não precisa se preocupar se ela arrebentou porque esse desgaste é natural. Mas se o problema acontecer frequentemente, talvez seja melhor verificar se o violão ou a guitarra não tem um problema mecânico.
    É importante observar se está tocando com muita rigidez ou flexibilidade com o slide (« tubinho »). Isso pode fragilizar as cordas.
  • Uma corda enferrujou: a ferrugem acontece em cordas metálicas, mesmo em cordas graves de violões.
    Às vezes, o suor dos dedos pode causar essa oxidação.
  • O som não é o mesmo: normalmente, uma corda nova apresenta uma sonoridade brilhante e uma claridade sonora que desaparece em pouco tempo. O som se tornará mais surdo, as notas mais abafadas e as cordas vibrarão muito menos à medida que tocar o instrumento.
    Isso é um sinal para trocar as cordas!
  • O som do violão ou guitarra é ruim: você bem que tentou fazer todos os ajustes direitinho, você regulou todas as cordas, porém, elas parecem não estar ok?
    Com o tempo, as cordas « relaxam » de maneira irregular e é por isso que algumas notas não se reproduzem bem enquanto outras estão ok.
  • As cordas são de má qualidade: é um problema recorrente nos violões e guitarras novos e não somente nos instrumentos mais baratos.
    Vários fabricantes colocam cordas de péssima qualidade para abaixar os custos de fabricação do violão ou guitarra.
    Um conselho? Troque as cordas de seu violão novo ou de sua guitarra nova para cordas de boa qualidade o mais rápido possível. Assim, você terá uma boa sonoridade e uma rítmica melhor para o seu violão ou guitarra.

Como a gente pode ver, as razões para trocar de cordas de seu violão ou de sua guitarra são variadas. A frequência de troca de cordas pode ser duplicada dependendo do violão, da guitarra, do violonista ou do guitarrista.

Então, não se preocupe em saber em quanto tempo de uso do violão ou da guitarra você deve trocar o jogo de cordas: alguns violonistas ou guitarristas trocam suas cordas todos os meses e outros trocam uma vez ao ano.

Como trocar as cordas de seu violão ou guitarra (em etapas)

Trocar as cordas de uma guitarra ou de um violão não tem nada de complicado. Mas, para muitos, a troca parece ser uma tarefa intimidante, principalmente para os violonistas e guitarristas principiantes.

No momento de comprar seu primeiro violão ou primeira guitarra e seus acessórios, todo violonista ou guitarrista deve ter ao menos essa capacidade de trocar as cordas.

Essa é uma técnica útil para todos os violonistas ou guitarristas assíduo!

Eles podem te ajudar na hora de dar aquele trato no instrumento! É sempre bom ter suas ferramentas para trocar as cordas de seu violão ou guitarra.

Tirar as cordas e os pinos do violão ou da guitarra

Há dois métodos diferentes que fazem divergir as opiniões dos músicos: trocar uma corda de cada vez ou tirar todas de uma vez e trocá-las ao mesmo tempo?

Independente do método que escolher, nenhum será prejudicial para seu violão ou guitarra…

Basta estar motivado para aprender a tocar violão ou guitarra!

Porém, ao retirar todas as cordas ao mesmo tempo, você poderá aproveitar para limpar direitinho o seu violão ou guitarra. Principalmente os trastes que sempre têm um acúmulo de poeira, suor e pele morta.

1/Retirar as cordas

Girando as tarrachas no sentido antihorário, afrouxe totalmente as cordas até elas perderem toda a pressão.

Depois, você pode cortá-las com a ajuda de um alicate ou retirá-las completamente com as mãos através das tarrachas e os buracos dos pinos.

2/Retirar os pinos

Os pinos têm uma parte que parece um botão preto ou branco que permite as cordas de se prenderem no interior de seu violão ou de sua guitarra.

Utilize, se possível, um encordoador e limpe-os bem.

3/Limpar seu violão ou guitarra

É a ocasião de limpar direitinho seu violão ou sua guitarra: isso quer dizer limpar a caixa, o braço, a cabeça, os trastes.

Nunca utilize ceras nem produtos de limpeza porque eles podem estragar seu violão ou guitarra ao longo do tempo.

Um simples paninho de camurça ou de algodão (microfibra) ligeiramente úmido basta!

Trocar as cordas

4/Preparar as cordas

Algumas cordas têm um código colorido em suas extremidades para indicar quais notas elas reproduzem e correspondem.

5/Colocar as cordas novas

O método mais popular é começar pela corda mais fina e depois a mais grossa e continuar nessa ordem. A sequência seria, em números: 1-6-2-5-3-4.

Fazendo desse jeito, você mantém uma tensão regular e constante.

A tensão das cordas é importante para reproduzir bem os sons Aprenda a manter a tensão de suas cordas para violão ou guitarra!

Comece colocando a extremidade da corda dentro do buraco do pino e coloque-o em seguida.

É importante segurar a corda durante essa operação!

Sonorize os diferentes acordes do violão ou da guitarra.

Depois, estique a corda que você quer instalar até a tarraxa correspondente e coloque a extremidade dentro do furo da tarraxa.

Atenção! A corda sempre tende para a direita, no sentido horário.

Coloque sua corda no buraco e puxe-a deixando um pouco de espaço para enrolar o excesso de corda em volta da tarraxa.

Nunca estique sua corda até a tonalidade desejada, mas alguns tons abaixo. Ainda não é o momento de afinar seu violão ou guitarra.

Repita esse processo para cada corda e, quando terminar, afine seu violão ou sua guitarra.

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (Soyez le premier à voter)
Loading...
Carolina
Quero aprender italiano e espanhol, mas preciso mesmo é do inglês... Leio as plaquinhas nos museus, gosto de música e de cinema dos anos 70. De agora, só o Pablo do arrocha que serve.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz