Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

Se tornar professor particular e dar aulas em casa: o guia completo

De Fernanda, publicado em 18/05/2017 Blog > Aulas particulares > Dar aulas particulares > Como dar aulas particulares?

A demanda por aulas particulares está aumentando cada vez mais e, dada a atual conjuntura econômica, muitas pessoas buscam se lançar nessa aventura educacional para compartilhar seus conhecimentos.

Você sabia que existem aulas particulares dos mais diversos assuntos e disciplinas (matemática, guitarra, yoga, esqui…).

Se você é estudante, está em exercício profissional ou já se aposentou: não importa a sua situação, você pode rapidamente começar a dar aulas particulares. Por um lado, é uma maneira de compartilhar conhecimentos e obter uma renda adicional. Por outro lado, vamos convencê-lo de que ser professor é o melhor emprego do mundo 🙂

Especialmente porque muitos professores optam pelo ensino como principal atividade. Além disso tudo, você sabia que os professores da rede pública de ensino podem dar aulas particulares em paralelo? Pois bem, veja todas essas informações agora!

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Dar aulas particulares: quais as etapas a serem seguidas?

Antes de dar aulas de música, de química, biologia ou aulas de francês é necessário identificar quais são seus conhecimentos e suas habilidades.

Como começar a dar aulas. Você já sabe quais as suas habilidades e competências como professor?

Identificar suas habilidades

Acima de tudo, é importante para fazer um balanço de suas habilidades para definir qual tipo de curso você pode dar. Para cada assunto, as expectativas podem mudar: reforço escolar, aulas preparatórias, aulas de música ou esporte, aulas profissionalizantes…

Mas como se tornar um professor? Para fazer isso, aqui estão algumas dicas que lhe auxiliam na hora de identificar seus pontos fortes:

  • Faça uma avaliação geral da sua formação (bacharelado, licenciatura, curso técnico, pós…)
  • Considere todas as atividades que você exerceu (profissional ou não profissional).
  • Peça conselhos à sua família para entender melhor seu perfil e identificar seus pontos fortes.

Neste contexto, por exemplo, um estudante no primeiro ano da faculdade poderia dar aulas de reforço escolar para alunos do ensino médio ou vestibulandos. Já um doutorando pode ministrar aulas para universitários.

A ideia é fazer um balanço dos seus conhecimentos para definir qual seu campo educacional.

No plano pedagógico, experiência não é necessariamente essencial. O professor deve ter uma capacidade de ouvir e compreender as expectativas do estudante. Se você nunca tiver dado aulas particulares, uma hora vai precisar começar!

Em todos os casos, cada professor oferece aulas diferentes e de acordo com sua especialidade. Existe de tudo um pouco.

Para alguns, é um emprego de verão e para os outros, pode ser o começo de uma carreira brilhante na educação.

Além disso, tudo isso deve se encaixar e ser negociado junto aos pais dos estudantes ou junto aos alunos, ou seja, todos aqueles que desejam começar uma aula particular.

Como encontrar seus alunos para aulas particulares

Onde você pode distribuir anúncio de suas aulas. Por onde começar a sua carreira de professor particular?

Você deseja ser professor e já sabe em qual área do conhecimento vai se lançar. Agora só falta encontrar seus alunos! Nesta perspectiva, vamos apresentar os diferentes canais de divulgação dos seus serviços:

  • O famoso boca a boca: seus conhecidos e sua rede social (amigos, profissionais, vizinhos, etc …) são canais suficientes para encontrar os estudantes que procuram aulas. A não ser que você deseja dar aulas para muitos estudantes; para isso, este modo de comunicação é bastante limitado.
  • O anúncio na padaria: você provavelmente já viu algum quadro de anúncios em seu bairro. A desvantagem deste tipo de anúncio é a falta de credibilidade. Os alunos e os pais estão à procura de professores que inspiram confiança.
  • Inscrever seu anúncio em uma plataforma online: a Internet é hoje o meio de comunicação principal. No SuperPROF.com.br, dar aulas particulares é gratuito. Basta criar um anúncio que você será contactado pelos estudantes mais próximos de você. É rápido e eficiente: basta se cadastrar.
  • Se candidatar em um organismo de apoio escolar: é o jeito mais burocrático de conseguir emprego (você passa por um recrutamento de professores). Em primeiro lugar, envie seu CV (online / ou por correio). Se for selecionado, você passará por uma entrevista. Se atender aos requisitos (qualificação para dar aulas, experiência, etc ..), a agência irá contatá-lo para dar aulas na sua área. Os salários são baixos, dado o fato de que as organizações recolhem cerca de 50% do tempo de curso, além de taxas e impostos descontados do salário. Ser um professor nessas escolas pode não ser muito lucrativo.

Quanto ganha um professor particular?

Apesar de conhecermos a crise educacional vigente no Brasil, sabe-se que a profissão de professor oferece boa empregabilidade. Ou seja, há muitas opções no mercado para quem quer atuar com educação.

Os salários variam muito de acordo com a especialidade e, sobretudo, com o nível de escolaridade. Professores com diploma universitário, como mestrado e doutorado, possuem salários muito mais altos do que a média nacional geral. Por exemplo: o piso salarial atual para o magistério é R$ 2.298,80 para professores da rede pública com formação em magistério.

Agora, se você pretende receber um bom salário ou cobrar um valor mais alto pela sua hora / aula, é fundamental ter um diploma universitário.Há três alternativas caso você queira optar pela carreira de professor: licenciatura, bacharelado e tecnólogo.

Na tentativa dos pais em melhorar o desempenho dos filhos na escola, a procura pelo serviço de aulas particulares conheceu um grande crescimento nos últimos anos. Existem professores que chegam a cobrar mais de R$ 100 por hora/aula. Para se ter uma ideia, podemos observar o valor médio cobrado pelos professores inscritos no Superprof (de todas as áreas do conhecimento): 51 reais.

Por fim, saiba que o valor cobrado por sua aula particular pode variar em função de muitos fatores. Veja alguns deles:

  • O assunto, disciplina ou área de conhecimento
  • A localização geográfica da aula
  • A experiência do professor
  • Os preços dos professores com um perfil semelhante (concorrência)
  • A duração de cada aula particular
  • O nível dos alunos (ensino fundamental, médio, vestibulandos, universitários, profissionais…)

Como aumentar a renda dando aulas?

Quanto ganha um professor particular? Tudo sobre como aumentar sua renda mensal dando aulas particulares.

O mercado de aulas particulares assiste a um crescimento impressionante. Cada vez mais pais e estudantes procuram por uma educação extraescolar, e isso por diversas razões. Muitas empresas e escolas de pequeno, médio e grande porte perceberam essa oportunidade e se lançaram na empreitada.

Uma das principais vantagens do professor particular é sua liberdade para estabelecer seu preço. Mas isso depende de diversos fatores, como por exemplo:

  • O nível do conteúdo: disciplinas da educação básica são menos bem pagas que conteúdos específicos (como literatura ou preparação de exames);
  • A duração das aulas: cursos de longo prazo e com uma frequência regular são mais eficientes. Saiba que quase todos os professores do portal Superprof oferecem a primeira aula gratuita; 10% deles oferecem uma redução nos valores a partir de 10 horas de aulas;
  • A qualidade do educador: um professor particular com 15 anos de experiência pode certamente cobrar um bom preço por sua hora aula. Do mesmo jeito, por outro lado, um estudante vai ter de concorrer com muitos outros e seguir as leis do mercado. A experiência pode influenciar muito no quanto você cobra!
  • A especificidade do conteúdo: matérias raras e em voga como relaxamento, pilates e mixologia  costumam ter valores mais altos. A formação dos professores e a particularidade do assunto são as razões principais.

De qualquer maneira, saiba que existem aulas para todos os tipos de público. Seja você estudante, assalariado, desempregado ou aposentado: as aulas particulares são uma excelente alternativa para completar a sua fonte de renda.

Professores da rede pública: como complementar seu rendimento dando aulas particulares?

Além de ter de seguir as leis estaduais, municipais ou federais, toda escola pública também tem suas regras específicas. Mas em termos gerais não há problemas em acumular as atividades de professor particular e de professor no ensino público. É claro que sempre é importante respeitar as regras estabelecidas pelo seu local de trabalho, além dos princípios éticos de base, para não prejudicar seu trabalho na escola e com seus alunos particulares.

No caso de universidades federais, por exemplo, existem regras que incentivam à condição de exclusividade – apesar de não ser uma obrigatoriedade.

Confira abaixo algumas dicas do que fazer para que sua atividade como professor particular não comprometa as atividades da escola pública:

  • Os horários não podem ser os mesmos
  • Os alunos não podem ser os mesmos
  • E a escola não pode ser o local das aulas particulares

Para tal, lembre-se sempre de respeitar os valores da sua profissão:

  • Seja neutro (neutralidade)
  • Respeite as relações hierárquicas
  • Zele pelo serviço público de educação

Por isso, nossa sugestão é a da transparência: para não passar a ideia de estar fazendo uma atividade proibida ou estar escondendo algo, fale sobre as suas novas atividades na escola para seus superiores.

Preço de aulas particulares no Brasil

Todos sabemos disso: quando o assunto é preço de serviços, mais uma vez você vai encontrar uma variação muito grande em função da cidade, da região e do Estado.

Talvez você já tenha se dado conta disso, mas é fato: os preços das aulas variam muito em função da localização geográfica dos professores. Alta ou baixa concorrência, custo de vida e vários outros fatores entram em jogo nessa equação.

Por exemplo: se você tiver a sorte de morar em São Paulo, você pode perceber que é possível cobrar no mínimo 59 reais pela hora / aula. Se morar em Aracaju, no entanto, o preço cobrado é muito mais baixo do que nos demais locais.

Outra variante que podemos observar quando o assunto é preço da hora particular é a área do conhecimento em questão, ou seja, a disciplina, a especialidade e a abordagem do conteúdo que será dado pelo professor.

Por fim, experiência e formação são elementos determinantes na hora de fixar seu preço.

A experiência traz sabedoria, conhecimento de metodologias diferentes, perfis variados de alunos, flexibilidade, habilidade… Tudo isso pode justificar preços mais elevados.

É preciso declarar as aulas particulares?

O que fazer para ser um bom professor particular. Dê aulas particulares, ganhe dinheiro e seja feliz!

Nossa resposta é: sim! Todos os trabalhadores devem realizar a declaração anual de imposto de renda caso tenham tido rendimentos tributáveis cuja a soma for superior a R$ 28.123,91. Se a pessoa não fizer a declaração do Imposto de Renda, no ano seguinte seu CPF recebe o status de  »pendente de regularização ». Com esse status, a vida pessoal e financeira da pessoa fica inteiramente comprometida. O CPF também poderá ser cancelado se a situação não for regularizada.

Mas, antes de mais nada, antes mesmo de pensar em declarar sua renda, é preciso definir qual será seu estatuto profissional e regularizar suas atividades. Você pode optar entre:

  • Se tornar um microempreendedor: criando sua própria empresa como MEI ou pelo Simples Nacional;
  • Trabalhando como Pessoa Autônoma: você pode solicitar o RPA, ou seja, o Recibo de Pagamento Autônomo.
  • Trabalhar em uma escola particular especializada: você será contratado em regime CLT – Consolidação das Leis de Trabalho.

Se você espera receber menos de 60 mil reais por ano e quiser algo simples e prático, o estatuto do Microempreendedor Individual é, com certeza a melhor alternativa. O MEI se adapta às atividades de professor e você ainda tem a liberdade de exercer serviços em outros setores simultaneamente. Com um portal exclusivo online, todos os processos podem ser realizados pela Internet.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *