Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

Meio jornalístico cobra profundo conhecimento da língua!

De Carolina, publicado em 04/07/2017 Blog > Reforço escolar > Português > Saiba bem o português para tornar-se um jornalista

Muitos profissionais vão dizer que a profissão de jornalista é antes de tudo um trabalho de paixão, paixão por transmitir informações.

Mas não é só isso! Como o profissional precisa escrever e falar o tempo inteiro, ele precisa fazer isso bem e sem cometer erros. Ou seja, ele deve ser bom de português também e gostar de línguas!

Dessa forma, o jornalista deve ser o “mestre” da língua portuguesa, dotado de uma boa cultura geral e de uma natureza curiosa.

Não importa para qual meio ele vai trabalhar:

  • Imprensa,
  • Televisão,
  • Rádio,
  • Jornalismo online,
  • Reportagem, etc.

Ele precisa conhecer bem o português, suas regras gramaticais sua sintaxe…

Notícias quentes, política, esporte, música, cinema… Os jornalistas se especializam de acordo com seus centros de interesse e suas afinidades com o suporte.

Vamos tentar saber mais sobre essa profissão que alimenta o sonho de tantos estudantes!

Quem sabe a alma jornalística se esconde em você?

Vamos descobrir juntos como e porque nossa língua materna é o centro dessa bela profissão. E porque o português é uma arma profissional…

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Fazer aulas de português para ir bem na faculdade de jornalismo

Há muitas faculdades de jornalismo no Brasil. A gente não sabe bem a quantidade certa!

Você pode optar pela comunicação social e depois escolher jornalismo ou fazer diretamente um curso superior de jornalismo. Se seu português está afiadíssimo, melhor ainda! Ele vai te permitir tirar uma melhor nota no vestibular e passar na universidade que tanto quer!

Informar-se e comer um croissant nunca vão sair de moda Esta cena é bem clássica e várias pessoas a repetem diariamente: ler e tomar café

Muitas faculdades incluem aulas de português em sua grade curricular, mas nem todas! Por isso, é sempre bom fazer umas aulas particulares ou um cursinho específico de português para jornalistas.

Um professor particular de português vai poder te ajudar muito. Ele vai te guiar através de conteúdos e exercícios para garantir o seu sucesso na profissão e com a língua!

Dessa forma, você terá certeza que seu português está tão bom quanto o nível exigido para essa profissão.

É verdade que há jornalistas muito bons que nunca pisaram em uma faculdade da área. Porém, eles são uma exceção a regra, então, é melhor não contar que isso vai acontecer com você também.

É sempre mais garantido ter o diploma na área para conseguir os empregos mais facilmente e criar uma rede profissional.

Veja aqui alguns pontos essenciais para serem estudados:

  • A conjugação portuguesa,
  • A sintaxe,
  • A ortografia,
  • As figuras de linguagem,
  • Enriquecer o vocabulário em português,
  • Exercícios de escritura…

Aprender português com um professor particular especializado em cursos superiores vai permitir que você alcance as competências que quer na língua portuguesa.

Jornalistas: os protetores da língua portuguesa?

Que ele seja criticado ou adulado pela opinião pública, o jornalista continua sendo um dos protetores da língua portuguesa.

Isso porque eles obedecem (ao menos tentam) as regras gramaticais e sintáticas para escrever da melhor maneira possível. A importância de utilizar um português correto é garantir que todos entendam o conteúdo das matérias, reportagens, notas…

Até mesmo para os redatores web que não têm diploma de jornalista, é essencial que eles conheçam bem as regras da língua.

E você não estava acreditando que o português pode te ajudar a encontrar um emprego?

Você sabia que a língua portuguesa do Brasil tem verdadeiros guardiões? Eles são os membros da Academia Brasileira de Letras  que contém 40 cadeiras. Entre elas, muitas são ocupadas por jornalistas como Carlos Heitor Cony, Zuenir Ventura, etc.

O jornalismo tradicional é um dos mais importantes! O jornal impresso é o mais clássico e básico veículo de comunicação mundial

A função dela é velar por nossa língua e nossa literatura! Os grandes escritores brasileiros tiveram ou têm uma cadeira na instituição.

Ortografia e sintaxe impecáveis são seus melhores amigos

Como acabamos de ver, os jornalistas brasileiros são um dos pilares da nossa língua.

Regras sintáticas e ortográficas fazem parte do conhecimento em português.

Quando lemos o jornal impresso (Folha de São Paulo, Estadão, O Globo…), nós estamos face aos profissionais da escrita, tanto na forma quanto no conteúdo. Alguns jornais possuem manuais com todas as regras a ser utilizadas na hora da escrita.

Um manual bem conhecido no meio é o “Novo Manual da Redação da Folha de S. Paulo”. Ele serve como base para as regras na hora de escrever matérias, notas, artigos, entrevistas, reportagens, etc.

Outra marca da mídia impressa é a linguagem mais formal. Repare que o vocabulário e a escrita são muitas vezes mais apurados.

Sendo jornalista, você tem que ser capaz de utilizar uma língua formal, mas ao mesmo tempo simples.

Mas como escrever formalmente e simples?

Você precisa obedecer todas as formalidades da língua como regras de sintaxe, ortografia, conjugação, concordância. Mas use uma linguagem direta e evite palavras não muito conhecidas da população em geral.

Saber as notícias é essencial para qualquer ser humano O jornalismo deve ser um instrumento de informação para todos. Por isso, utilize uma linguagem simples

Isso porque as matérias devem ser entendida por muitos. Então, não adianta querer colocar somente palavras difíceis se ninguém vai entender o que está escrito.

Você quer ser jornalista?

Você deverá dar um mergulho profundo na língua de Machado de Assis. O conhecimento de etimologia poderá ser muito útil durante toda a sua carreira, por exemplo. Essas palavras vão servir para transmitir perfeitamente a informação esperada por seus leitores.

Conhecer o português para criar seu estilo

As regras de ouro da escrita jornalística

Durante a sua formação de jornalista, você terá que utilizar várias regras do jornalismo. Veja aqui algumas delas:

  • Privilegie a construção de frases curtas. Um texto aerado é muito mais agradável para ler.
  • Prefira a voz ativa que a voz passiva.
  • Utilize mais verbos de ação que verbos de estado (ser, estar, tornar-se, parecer, etc).
  • Encurte as expressões: os organismos bancários = os bancos.
  • Claro, releia seus textos para não deixar nenhum erro de lado.

A riqueza da língua portuguesa permite variar consideravelmente os jeitos de escrever uma frase. Então, por que não aproveitar disso?

Não se esqueça das suas aulas de redação na escola! Seus antigos textos do colégio podem dizer muito sobre o seu estilo. Não se esqueça deles na hora de aperfeiçoar sua escrita.

Estilo a gente cria com o tempo e com leitura! Na profissão de jornalismo, ler nunca é demais! Assim, você vai manter sua mente aberta a novos estilos e vai poder inovar no seu também.

Além disso, ler é essencial para enriquecer nosso vocabulário! Se você não fizer isso, como vai conhecer novas palavras da língua portuguesa?

Os grandes princípios da escrita na imprensa

A redação jornalística responde a critérios e códigos bem específicos. O objetivo aqui é otimizar a transferência de informação para os leitores.

Tudo começa pelo título. Ele deve ser curto e instigante. Para isso, os jornalistas usam palavras que causam grande efeito para chamar a atenção de sua audiência.

O título, o bigode (acontecimento em linhas gerais logo abaixo do título da matéria) e o lead são muito importantes. Não se esqueça dos 5WH  what, who, when, where, why e how (o que, quem, quando, onde, por que e como). Na mídia impressa, eles estão no primeiro parágrafo da matéria.

Princípios fundamentais no jornalismo

A coerência entre o título e o bigode é muito importante. Se seu leitor adere ao título, seu olhar vai direto para o bigode.

Agora, vamos dar lugar a estrutura do texto. O corpo de um texto jornalístico é composto de várias partes, entre elas estes três elementos:

  1. Ataque: é a primeira frase da matéria. Ela deve ser ritmada e dar o tom da matéria logo em seguida. Ela informa, normalmente, o local e os horários do fato.
  2. Os relances: como seu nome já indica, os relances vão chamar a atenção do leitor constantemente para o conteúdo.
  3. Última frase: ela pode incitar a uma pergunta, fazer uma reflexão, falar uma fala de um personagem da matéria…

Agora que você já sabe essas coisinhas, vamos falar sobre o conteúdo do texto.

Uma imagem vale mais que mil palavras também para a imprensa O jornalismo também se apresenta na fotografia. Há excelentes fotógrafos jornalísticos!

Como jornalista, você deve criar o seu próprio estilo de escrita (informativo, literário…) assim como a hierarquia de sua informação.

Você quer tratar a pauta de um ângulo econômico?

Mais social?

Você pode agradecer mais uma vez a língua portuguesa que vai te ajudar com sua diversidade. Você vai poder brincar com a ordem das palavras, o vocabulário para escrever uma excelente matéria.

Mesmo se a redação jornalística na mídia impressa é muito codificada,  um futuro jornalista deve saber valorizar sua criatividade.

Mas como?

A hierarquia das matérias pode muitas vezes nos lembrar as construções escolares ensinadas no colégio ou mesmo na faculdade. Ela é muito fácil para organizar as informações e construir argumentos, mas esse processo pode limitar a criatividade.

Então, a gente deve se libertar das construções escolares e isso é possível com muito treino.

Você quer ainda ser um jornalista?

A gente recomenda uma pequena passagem na mídia impressa para aprender o jornalismo a partir de sua origem. Os jornais permitem conhecer a base da profissão!

Um estágio poderia ser uma excelente oportunidade para poder aprender e praticar algumas dessas regras jornalísticas.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *