A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Como a matemática pode ajudar nos jogos de cartas?

Par Carolina le 20/10/2016 Blog > Reforço escolar > Matemática > Matemática ajuda a jogar baralho?
Table des matières

Quem disse que a matemática não leva a lugar nenhum?

É possível ganhar um jogo de poker sem ter a matemática a seu favor?

A gente não pode afirmar que quem não sabe matemática não vai ganhar no poker, mas um bom conhecimento de probabilidade pode fazer toda a diferença no seu jogo. Coloque a ciência do seu lado e você já terá um diferencial com relação aos outros jogadores que não utilizam a disciplina para o poker.

Faça matemática para ganhar… Sedutor isso, não?

Poker: um jogo de combinações

O poker não é um jogo de azar e não será o jogo chamado « Texas Hold’Em » que dirá contrário – um dos estilos mais conhecidos e mais jogados no mundo. É preciso sempre fazer combinações que parecem muito com as do bridge.

Não é a sorte que predomina no poker, mas a riqueza de combinações assim como o controle perfeito de suas emoções, alguns truques e um pouco de oportunismo.

Seria o poker, então, um enigma de matemática?

A gente aprender matemática para jogar poker?

Há diferentes aplicações e cursos de matemática no poker.

Basicamente, no início, a gente tem que fazer alguns cálculos de probabilidade do pote e responder a perguntas do tipo: « eu tenho chances de ganhar essa mão? ».

A matemática pode ser uma grande aliada no poker O poker e a matemática

Impossível fugir dessa questão de probabilidade porque o conhecimento dos números anunciados é uma base essencial para se jogar o poker.

A priori, a gente não pode ter medo de matemática para jogar poker.

Claro, há sempre jogadores, principalmente os mais experientes, que acreditam e tentam te convencer de que o poker é antes de tudo um jogo de garra e muita intuição. E claro, não precisa de ser um gênio como Einstein para fazer boas jogadas.

A intuição é importante, mas não deve ser sempre privilegiada. Esse é o melhor conselho para se jogar poker porque não podemos confiar cegamente nas nossas emoções. Como sua intuição pode adivinhar quais são as melhores jogadas e combinações do jogo? Não dá para acreditar só no « frio na barriga ». A coisa também é matemática pura!

Isso pode parecer um pouco abstrato para os não jogadores de poker, mas o essencial é: conhecer a frequência com as quais tais cartas saem do jogo de acordo com as que você tem.

Psicologia e matemática do poker

Se o poker fosse um simples jogo de azar, não atrairia tantas pessoas.

A dinâmica desse jogo é principalmente focada na estratégia. Ela depende de dois fatores essenciais, a matemática e a psicologia.

Segure firme suas emoções para jogar poker Domine mentalmente seus adversários blefando

É certo que os bons de matemática saem ganhando no poker. Entre os grandes « matemáticos do poker », a gente encontra jogadores como Andy Block, Paul Magriel ou ainda Chris Ferguson.

Mas certamente o gênio matemático John Forbes Nash (interpretado por Russell Crowe no filme Uma Mente Brilhante), o especialista da teoria dos jogos, soube fazer a ligação entre o poker e a matemática.

Como se servir da matemática para o poker

Os princípios de matemática para o poker são básicos e acessíveis para o grande público.

Entre os mais importantes, a gente pode guardar:

  • O contexto das probabilidades do jogo no poker, ou seja, as cartas. Há 52 cartas de 4 naipes e cada cor contém 13 cartas.
  • Há os pot odds e as probabilidades: são noções muito importantes que devemos imperativamente saber. Existe uma regra de cálculo simples que pode de dar uma ideia das chances de sua tiragem: multiplique por 4 o número de « out » ou flop com a ajuda da « turn » e de um « river.
  • Um out é uma carta potencial no seu jogo que pode te ajudar a melhorar a sua mão (são as duas cartas fechadas). Sabendo os seus out, você pode calcular suas chances de encontrar uma carta que pode completar seu jogo para ganhar.
  • O cálculo da esperança de vida (esperança de ganhos): é a rentabilidade de uma jogada, o que ela pode te dar como ganho. Ela pode ser positiva ou negativa. Calculando essa esperança, você pode antecipar suas reviravoltas e determinar as ações assim como seu jeito de jogar.

Um exemplo: se você jogar uma moeda no chão, você aposta R$ 1 no lado coroa e a outra pessoa a mesma quantia no lado cara. A chance de ganhar é de 1 contra 1.

A esperança de ganho é, então, de 0 porque você não vai ter nenhuma vantagem ou desvantagem se jogar 2 ou 200 vezes a moeda.

Como calcular a esperança de vida?

Você deve subtrair a quantia que investiu no pote e a probabilidade de ganhar o pote.

Se o resultado é positivo, então você tem mais chance de ganhar em longo prazo. Se o resultado é negativo, você ainda pode ganhar. Porém, quanto mais jogar, menos chances vai ter de ganhar em longo prazo.

A matemática não é tudo no poker

Atenção, a matemática não é tudo no poker. A gente não pode esquecer que, nesse jogo, você nunca possui todas as informações necessárias para ter certeza de sua probabilidade de ganhos.

A matemática pode ser um inconveniente se você não escutar sua experiência e sua intuição. Basta um pequeno erro de hipótese no início e a matemática não será uma ajuda no seu jogo.

Se há algo a ser memorizado sobre a matemática no poker é que ela não é tudo no jogo. Ela deve te ajudar para estimar qual é o risco que você corre em longo prazo e nunca ir além disso.

As aplicações concretas da matemática são inúmeras:

  • A matemática e a sedução
  • As equações de matemática aplicadas em diversos domínios (geometria, urbanismo etc…).

Cálculos matemáticos importantes no poker

Porcentagem e probabilidade

Um bom jogador de poker conhece a porcentagem e a probabilidade. Ele sabe que há uma chance entre 8 de ter uma trinca (three of a kind) se ele tiver um par em suas mãos. Ele também sabe que ele tem uma chance em 3 de ter cor no flop (o flop no poker Texas Hold’Em e o jogo Omaha representa as 3 primeiras cartas da tabela. Essa tiragem intervém depois da primeira jogada).

Saber os out

Um jogador de poker eficaz conhece a importância dos « out »: é o número de cartas que vai melhorar sua mão.

Como fazer? Conte seus out, multiplique por 2, coloque 2 e você terá a porcentagem de chances de tirar uma combinação interessante.

Os odds do pote (pot odds)

Um jogador de poker forte em matemática calcula os odds do pote.

É um fator essencial para tomar suas decisões no poker.

O pot odds é a relação entre a quantia do pote e a quantia da aposta. Por exemplo, se há R$ 10 no pote e que você pagou R$ 2, o odds do pote é de 5 contra 1.

Se você fez uma aposta de R$ 5 no pote de R$ 1o, o odds do pote é de 2 contra 1.

Mesmo se isso parece um pouco complexo no começo, calcular os odds do pote é indispensável para jogar em médio e longo prazo.

Independente do que acontecer, você deve estar consciente da quantia do pote.

O casamento essencial da matemática e do poker

Utilizar a matemática para o poker não é uma obrigação. Mas se quiser evoluir e continuar nesse jogo, a matemática se torna uma necessidade.

Ainda mais se você jogar online (contra um computador). Sim, a matemática e o computador estão ligados também!

Não é muito fácil de aprender porque você tem que conhecer em tempo real suas probabilidades de ganho e de perda em função de suas cartas mas também das que estão na mesa.

Um jogador médio de poker geralmente não calcula nada. Ele não quer ter dor de cabeça fazendo um « all-in ». Quer dizer, quando ele aposta todas as suas fichas na mesa quando ele tem um par ou um grande jogo.

Há, contudo, alguns números para se ter de cabeça: por exemplo, se você tiver um par, suas chances de ter uma trinca são de 1/12.  Você deve saber quanto vai ganhar se você ter a jogada e esse montante deve ser maior que a soma das 11 outras apostas.

A grande parte desses cálculos é simples de aprender: eles não são necessários se você jogar com parceiros que não conhecem muita coisa. Mas se quiser se tornar um bom jogador de poker, a matemática e o conhecimento das regras de cálculo vão ser obrigatórias.

Seja o rei do poker e do baralho Seja o rei da mesa!

Do mesmo jeito que a gente não pode escrever uma palavra e uma frase sem conhecer as letras, é impossível jogar bem poker sem entender o que é um odds de pote, por exemplo.

Aprender a dominar algumas noções de matemática, descobrir como se faz a « bankroll » (a aposta total de uma sala de poker), como equilibrar suas cartas.

E principalmente, você tem quer ficar bom em cálculos mentais!

Para isso, saiba que a grande parte dos conceitos de matemática ligados ao poker pode ser assimilada memorizando tabelas.

Mesmo na internet, existem calculadoras e várias outras ferramentas de cálculo para se utilizar no jogo. Ter o reflexo de fazer os cálculos de matemática vai te ajudar a estar sempre à frente de seus adversários e sair de todos os tipos de situações.

Analise constantemente o seu jogo e determine quais decisões podem melhorar ou piorar os resultados.

Para se aprofundar, descubra as explicações da matemática pelo mundo!

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (Soyez le premier à voter)
Loading...
Carolina
Quero aprender italiano e espanhol, mas preciso mesmo é do inglês... Leio as plaquinhas nos museus, gosto de música e de cinema dos anos 70. De agora, só o Pablo do arrocha que serve.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz