Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

Os valores médios de uma aula de inglês com um professor particular

De Fernanda, publicado em 22/06/2017 Blog > Idiomas > Inglês > Qual o preço de uma aula particular de inglês?

O mercado de aulas particulares de inglês no Brasil cresce cada vez mais.

Antigamente as aulas particulares eram um luxo acessível para poucos; no entanto, hoje em dia, com o crescimento desse mercado, é possível encontrar valores bem acessíveis, ainda mais se estamos falando de aulas de inglês, a língua universal por excelência.

Fazer aulas de inglês se tornou uma verdadeira necessidade para certas pessoas!

A busca por aulas extracurriculares cresceu tanto que muitas famílias chegam a gastar o equivalente ao valor de uma nova mensalidade escolar, chegando a pagar R$ 1 mil por mês. Obter sucesso na escola e alcançar boas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são os principais objetivos daqueles que contratam professores particulares.

Atualmente, para se ter uma ideia, o portal Superprof já reune mais de 850.000 educadores que oferecem aulas particulares as mais variadas possíveis: língua portuguesa, programação, desenvolvimento pessoal, biologia, natação, piano, redação…

Mas com um mercado ascendente, e milhares de ofertas, como encontrar o melhor professor de inglês com o preço mais acessível?

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

O valor da aula de inglês é definido pessoalmente pelos nossos professores

No SuperPROF, nossa equipe verifica cuidadosamente as informações de todos os professores de inglês cadastrados (sua identidade, sua experiência, as suas qualificações e seus contatos).

Nós também pedimos aos nossos ex-alunos para dar uma nota aos professores e comentar sobre a qualidade da aula que frequentou.

Isso permite que os futuros alunos certifiquem a qualidade dos profissionais de educação que estão selecionado. Tudo para simplificar a sua escolha!

Isto também dá aos pais maior segurança na hora de contratar um profissional que irá passar tantas horas ao lado de seu filho.

Compare os preços de um curso de Inglês permite-lhe encontrar as tarifas mais baixas. Como definir o preço de um curso de inglês?

Nossos professores são livres para definir seus próprios preços de acordo com critérios diferentes:

  • O nível da aula solicitada pelo aluno: um iniciante vai pagar menos do que uma pessoa que deseja aprimorar os conhecimentos que já tem. Da mesma forma, uma aula para um estudante de ensino fundamental deve custar menos do que uma para um estudante de ensino médio ou um vestibulando.
  • A duração da aula: a duração pode muitas vezes aumentar em função do tipo da aula (1 hora por semana para aulas de auxílio no dever de casa de casa a 8 horas para um intensivão) e, com ela, o preço da aula particular.
  • O perfil de professor: um estudante ou universitário cobra menos do que um professor já experiente. Por exemplo, alguns professores podem treinar seus alunos para passar o TOEIC – Teste de Inglês para Comunicação Internacional.

O SuperPROF não cobra nenhuma comissão sobre os preços das aulas fornecidas pelo professor; isso significa que ele se recebe integralmente o montante que é pago pelo aluno.

Nesse sistema, cobramos do aluno uma taxa para que ele tenha acesso aos professores, valor este que é logo compensado, uma vez que nós encorajamos todos os professores a oferecer a primeira hora de aulas particulares gratuitamente. A maioria deles (92%) aceita essa oferta com entusiasmo.

O primeiro encontro é um momento fundamental, pois é ele que define o tom das próximas sessões. Ele permite que aluno e professor se conheçam e verifiquem se eles podem trabalhar juntos. Por isso que esse custo inicial desembolsado pelo aluno é quase sempre reembolsado ​​com esse gesto amigável dos profissionais.

Uma variação de até 25 reais no preço de aulas particulares de inglês de acordo com cidade de residência e um preço médio de 53 reais

Vamos avaliar os preços cobrados por localidade? Na verdade, isso é algo bem intuitivo, como bem dissemos. As capitais costumam centralizar os preços mais elevados de hora aula, não importa a disciplina ou área de conhecimento.

Mas como descobrir a média de preços de aulas particulares na sua disciplina pelo Brasil? Uma dica é entrar no site do Superprof!

Na barra de pesquisas, digite a sua especialidade, como « filosofia », e descubra os vários professores da matéria inscritos no site no Brasil inteiro. Uma maneira prática para ver quanto a concorrência cobra!

Cada um estipula uma tarifa de acordo com sua base de experiência e seus conhecimentos. Então, como saber o preço que os professores da minha cidade cobram? O próprio site propõe o filtro pela localidade em suas buscas.

Escreva o nome da cidade e o CEP para visualizar os professores locais. Você verá uma página com o resultado dos professores mais próximos da localidade que indicou, além da média de preço da hora aula.

Caso não haja professores cadastrados em sua cidade, busque por uma cidade de mesmo porte que a sua em seu estado ou na sua região. Você terá ao menos uma ideia dos valores cobrados.

Conheça agora o preço médio de uma aula de inglês em diferentes capitais brasileiras:

  • São Paulo – 61 reais
  • Rio de Janeiro – 57 reais
  • Curitiba – 45 reais
  • Belo Horizonte – 49 reais
  • Recife – 44 reais
  • Vitória – 49 reais
  • Porto Alegre – 51 reais
  • Brasília – 58 reais
  • Salvador – 46 reais
  • João Pessoa – 54 reais
  • Florianópolis – 48 reais
  • Manaus – 64 reais
  • Belém – 39 reais

Fizemos um estudo do valor cobrado pelos professores em função do local de residência no Brasil.

Os preços das aulas de inglês em São Paulo variam muito. Mas curiosamente São Paulo não é a cidade onde a hora da aula particular é a mais cara. Boa Vista está no topo da nossa lista com respectivamente 70 reais por hora em média.

Fora das grandes capitais, no entanto, o custo de uma hora gasto na aprendizagem de inglês com um professor particular é 45 reais.

Por exemplo, para um curso de inglês na cidade de Londrina você vai pagar um preço médio de 43 reais.

O preço de uma hora de aula de inglês em São Paulo tem uma média de 61 reais

Megalópole de oportunidades, de conhecimentos, de cultura e de riqueza: seus mais de 12 milhões de habitantes constituem uma das 10 cidades mais populosas do mundo.

São Paulo é a capital dos negócios. É também em São Paulo que se localizam os professores mais bem remunerados no país. A média da hora aula na capital paulista é 61 reais.

Claro, nada mais coerente, uma vez que o custo de vida é bem elevado: restaurantes, educação, segurança, transporte, entretenimento, saúde… Aqui tudo tem seu preço. Sabia que aulas em empresas custam o dobro do preço da hora aula? Pois bem, a margem de lucro pode ser alta por aqui.

Como a procura por cursos particulares só cresce, a concorrência é extremamente acirrada. Você vai encontrar os professor mais bem qualificados, com formação e experiência certificados em todas as áreas.

Onde dar aulas em domicílio em São Paulo?Capital dos negócios, São Paulo também é a capital das oportunidades quando o assunto é aulas particulares.

Além de instituições privadas de reforço escolar, São Paulo também oferece um ampla oportunidade de atuação junto a profissionais e empresários.

A diferença de preço cobrado pelas aulas de inglês entre os diferentes bairros paulistanos é gritante: essa margem chega a cerca de 50 reais!

Existem professores em São Paulo que chegam a cobrar 180 reais a hora aula (não se preocupe, são poucos ;)), enquanto outros profissionais baixam o valor da hora a 30 reais.

A tarifa média para São Paulo é de 61 reais, acima da média nacional de 53 reais.

Sem surpresa, os professores que vivem nos bairros mais nobres da cidade, como Jardins, Higienópolis ou Itaim frequentemente cobram acima de 100 reais a hora. Condição que apenas reflete desigualdade econômica brasileira que já conhecemos.

As cidades de extremos: as aulas mais caras e as aulas mais baratas de inglês

Os preços diferem de uma cidade para outra em função do custo de vida de cada localização.

Qual é o preço de uma determinada cursos de inglês de acordo com a cidade onde está localizado? O preço de uma aula particular de inglês é uma verdadeira loteria (Roda gigante londrina).

Qual é a diferença dos preços a nível nacional?

As capitais menos caras para se fazer um aula de inglês particular são:

  • Aracaju com 37 reais a média da aula
  • Palmas com 25 reais a média da aula

As cidades mais caras são:

  • Manaus com 64 reais por hora em média
  • Boa Vista com 70 reais a hora em média

Preços mais acessíveis com estudantes e professores autodidatas

Segundo uma pesquisa realizada pelos especialistas do Superprof, uma aula oferecida por um estudante ou universitário com menos de 19 anos custa 40% a menos em média do que uma aula ministrada por um professor com 40 anos. Uma diferença e tanto, principalmente para o estudante, que precisa rechear a sua semana de aulas particulares para pagar a mensalidade da faculdade!

Mas quais as condições mínimas para começar a dar aulas particulares?

Qualquer pessoa que tenha mais de 16 anos, conforme a Constituição Federal do Brasil. É a única condição existente!

O estudante ganha menos do que o formado. Os professores autodidatas, ou seja, aqueles que ainda não possuem formação na área, recebem menos do que a média dos professores.

Ainda existe uma outra categoria de pessoas aptas a dar aulas particulares: os autodidatas. São homens e mulheres que dominam um assunto em profundidade, como um instrumento musical, uma língua ou então uma técnica artística.

Eles não precisaram frequentar nenhum curso ou universidade para adquirir o conhecimento que possuem – eles chegaram lá estudando sozinhos, ou então, simplesmente, graças ao tempo de prática e de troca de experiências. André Malraux, célebre escritor francês, já dizia: a quantidade de autodidatas no campo das artes não para de crescer, felizmente!

Pois bem, e a boa notícia é que os autodidatas também podem oferecer aulas particulares para alunos de todos os níveis.

Ter aulas com professores autodidatas é também experimentar metodologias alternativas e inovadoras… É fugir da educação tradicional, da academia e da didática de sala de aula. A aprendizagem se dá pela experiência, pela construção entre as duas partes – aluno e professor.

Por isso, é fundamental que os estudantes e autodidatas que desejam se tornar professores tenham a ideia real do valor de sua aula no mercado. Ele pode ser determinado observando e investigando a prática do mercado.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *