A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Por quais elementos é composta a guitarra elétrica?

Par Fernanda le 22/02/2017 Blog > Música > Violão > A fabricação de uma guitarra
Table des matières

A guitarra é certamente o instrumento preferido de todos os roqueiros do mundo. Mas será que você conhece tudo sobre este objeto fetiche do rock n’ roll e como ele é fabricado? Quais suas principais características?

Caso o processo de fabricação da guitarra lhe interesse, descubra tudo aqui neste artigo!

Guitarra clássica, guitarra folk, guitarra acústica, semi-acústica, violão elétrico, baixo, contrabaixo… Cada um desses instrumentos é composto por diferentes elementos que formam esse objeto mágico, motivo de sonho de muitas pessoas!

Quando a guitarra chega em nossas mãos, já está prontinha para ser tocada. Mas você sabia que ela passa por um processo detalhado de fabricação?

Da mão ao corpo, passando pelo braço e por todos seus componentes de metal… A guitarra ganha vida em fábricas ou artesanalmente em luthiers. Ela é produzida a partir de diferentes tipos de madeiras, como o jacarandá, o ébano, o marfim, o mogno, o ácer…

Como uma guitarra é fabricada?

Os bons luthiers, conhecidos como profissionais especializados na construção e no reparo de instrumentos de corda com caixa de ressonância (guitarra, violino, harpa etc.), têm o domínio completo de todas as etapas de fabricação da guitarra. Eles também são personagens incontestáveis que compõem a história da guitarra elétrica. Nós sabemos que é muito importante compreender a história já passada para poder se criar o futuro, não é mesmo?

Conheça o procedimento de concepção e produção deste belo instrumento:

  1. Como qualquer fabricação artesanal, ela começa pela produção individual de cada parte do produto. Uma guitarra é basicamente composta pela mão, pelo braço e pelo corpo. Um verdadeiro ser vivo! Cada uma dessas partes é construída com diferentes tipos de madeira (jacarandá, o ébano, o cedro, o mogno, o marfim, o ácer…)
  2. Depois disso, vem a etapa de montagem. Todas as partes são reunidas e soldadas e dão forma ao instrumento. O luthier termina a composição com o acabamento.
  3. A última etapa é a aplicação do verniz na madeira. Isso influencia bastante na hora da precificação.

Quanto mais fino o acabamento, mais cara a guitarra. Além disso, as guitarras artesanais são tidas como top de linha, de alta qualidade. Para isso, o artesão tem de ser bem preciso e dominar todas as etapas de construção (desenho do corpo, corte, polimento, tensão das cordas, verniz…)

Como a guitarra é fabricada? O trabalho do luthier: uma verdadeira arte.

E onde entram os captadores nesse processo? Pois bem, para se construir uma guitarra elétrica, esse dispositivo é essencial. Esses mecanismos são instalados depois da terceira etapa, para que não interfira na montagem das etapas anteriores. Por fim, o instrumento é finalizado com a colocação das cordas adequadas. Tudo isso irá influenciar no tipo de som e de efeitos que a guitarra poderá emitir.

Mas será que é possível fabricarmos uma guitarra em casa?

Sim, você pode muito bem construir a sua própria guitarra, mas é preciso conhecer bem esses procedimentos e ter ferramentas específicas…

As peças de metal podem ser encomendadas pela Internet. Você também precisa definir qual será o tipo de madeira que irá compor cada parte do seu instrumento. Pense no desenho que você gostaria para o corpo ou a caixa de ressonância: coloque os traços no papel. Será mais fácil de reproduzi-lo depois na madeira.

Você pode encontrar facilmente tutoriais de luthiers na Internet com o passo a passo da fabricação. Outra dica, se você preferir, é produzir uma guitarra com material de reciclagem.

O corpo da guitarra

Uma das principais partes da guitarra é, com certeza, o seu corpo – também chamado de caixa de ressonância. Ele pode ser maciço ou conter uma ou mais partes ocas. isso vai gerar os diferentes estilos de guitarras como as sólidas, acústicas ou semi-acústicas.

O corpo é composto por diversos elementos menores, que regularizam e modificam o som. Veja alguns deles aqui:

Os captadores

Impossível registrar o som das cordas sem este aparelho. Os captadores transformam a vibração das cordas em sinais elétricos, que são transmitidos ao amplificador para gerar o som. Eles podem ser single (simples) ou humbucker (duplo). Para um som mais aberto e definido, com agudos, opte pelo captador single; para um som encorpado, pesado, com volume de saída e pouco ruído, prefira o captador humbucker.

Há também o captador do meio, posicionado entre o captador da ponte e do braço, em uma região de frequências média-agudas. É o que oferece um leque amplo de possibilidades, podendo ser usado para sons limpos, distorções leves para blues e rock, e solos lentos.

Por fim, há o captador do braço, localizado a 1/3 do comprimento da corda, em uma região onde o grave predomina. É usado para limpar a distorção em solos rápidos e é uma boa opção para definir melodias graves. Também é usado para solos expressivos e sons limpos em melodias de jazz.

Quais são as partes de uma guitarra elétrica? A caixa de ressonância é o elemento mais importante do instrumento.

Ponte

A ponte ou o cavalete é um sistema que permite fixar as cordas. Ela pode ser fixa ou móvel. Dentro dos modelos móveis pode ainda ser do tipo Floyd Rose (permitindo uma flutuação maior na tensão das cordas).

Alavanca

É a peça de metal que permite a manipulação da ponte, provocando o afrouxamento das cordas (a afinação desce) ou a tensão das cordas (a afinação sobe). Seu uso permite efeitos variados no instrumento e interpretações como o uso de vibratos.

Escudo

Feito em plástico, serve para proteger a parte elétrica interna  e funciona como suporte para os captadores. Há guitarras que não possuem escudo . Nesse caso, os captadores são presos a pequenas molduras de plástico ou parafusados na madeira.

Chave Seletora

A chave liga ou desliga os captadores. Possui cerca de 3 ou 5 posições. A configuração mais frequente é a de 5 posições com a seguinte sequência:

  • Posição 1 (em baixo): captador da ponte
  • Posição 2: captador da ponte + captador do meio
  • Posição 3: captador do meio
  • Posição 4: captador do meio + captador do braço
  • Posição 5: captador do braço

Regulagem de volume

Altera o volume de saída do instrumento. O potenciômetro pode oferecer uma saída linear, onde há aumento gradual e linear do som, ou exponencial, onde o volume cresce rapidamente.

Jack

É graças ao jack que ligamos a guitarra no amplificador! Cuide bem dele, pois qualquer conexão desajeitada pode danificá-lo.

Roldana

É o local onde fixamos a correia da guitarra, permitindo ao guitarrista tocar na posição de pé.

Felizmente, a longínqua História deste instrumento nos permitiu de haver, hoje, uma variedade enorme de componentes, modelos e marcas de guitarras disponíveis para os apaixonados.

O braço da guitarra

Local onde pressionamos os dedos para tocar, é dividido em duas partes: uma é a madeira do braço, que fica na parte de trás, onde posicionamos o polegar da mão esquerda. É produzida em madeira, como o marfim, o ácer e o mogno. A outra parte é a tábua de madeira na frente do instrumento, chamada de escala, recebe os trastes e as marcações de casas. É feito de madeira resistente para suportar o atrito dos dedos e das cordas, como o jacarandá, o ébano e o ácer.

Conheça as partes que compõem a guitarra. O braço precisa ser bem reto para funcionar bem.

Veja os elementos que compõem o braço:

Trastes

São os filamentos metálicos que dividem o braço da guitarra, onde as cordas, quando pressionadas, encostam e geram as notas. Podem ser finos ou grossos, altos ou baixos, em função do tipo de performance e do conforto que o guitarrista procura.

Casas

Espaços entre um traste e outro, é a região em madeira onde pressionamos os dedos para tocar.

Marcação de casas

São referências que indicam a posição dos dedos no braço. Ficam nas casas ímpares, com exceção das casas 12 e 24.

As cordas da guitarra

Um braço sem cordas não existe. A maioria das guitarras possui seis cordas: seja Fender, Stratocaster, Telecaster, Jumbo, Ibanez, Epiphone, Gibson Les Paul, Yamaha, Dean…

A corda superior é a mais grave, e a inferior a mais aguda. As cordas exercem uma pressão no braço que o mantém bem reto, evitando empenamento. É por isso que é importante substituir uma corda estourada, para não deformar a sua guitarra! Existem também guitarras de 4, 7 e doze cordas.

A mão da guitarra

Por fim, vamos descobrir a função da mão da guitarra. Na verdade, ela é o local onde você consegue regular as cordas individualmente.

Tarraxas

São as peças metálicas onde as cordas são enroladas. Alguns tipos de tarraxa possuem um sistema de trava que evita que a corda deslize, provocando uma afinação mais estável.

Quais elementos compõem a guitarra elétrica? É na mão do instrumento que encontramos as tarraxas.

Parafuso de regulagem do tensor

Serve para apertar ou afrouxar o tensor. Ele serve para fazer a regulagem do empenamento e/ou torção do braço. Uma guitarra bem regulada possui um bom alinhamento da escala.

Pestana

É o segundo ponto de fixação das cordas, oposto à ponte, e possui ranhuras por onde passam as cordas.

Como é a manutenção da guitarra?

Depois de alguns anos, seu instrumento pode começar a apresentar alguns sinais de que algo está errado. Você pode, nesses casos, quebrar sua guitarra no meio de uma apresentação não muito bem sucedida, ou então botar fogo nela como bem fez Jimi Hendrix. Um verdadeiro show!

Melhor não, né?

Não espere sua guitarra dar sinais de problemas irreversíveis para levá-la ao conserto. Todas as partes do instrumento podem ser reparadas.

Num primeiro momento, observe o que há de errado, procure na Internet ou vá atrás de um luthier. De acordo com o nível do problema, ele vai lhe dizer o que vale mais a pena: o conserto ou a compra de um novo instrumento.

Se você entender de fabricação, pode tentar consertar em casa mesmo. Nesse caso, procure adquirir as melhores ferramentas, as mais adequadas para cada parte do instrumento. Lembre-se sempre de pesquisar na Internet, há bastante material que pode lhe ser útil.

Bom, agora que você já conhece todas as partes que formam a guitarra, que explorar os demais acessórios e equipamentos, como o afinador, os jogos de cordas, a mesa de mixagem, o diapasão, as partições, tablaturas, palhetas… Pronto para tocar as músicas de seus artistas prediletos?

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (Soyez le premier à voter)
Loading...
Fernanda
Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz