A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Quanto uma criança deve estudar para se tornar um bom guitarrista?

Par Fernanda le 17/10/2016 Blog > Música > Violão > Quantas aulas de violão meu filho deve fazer para tocar bem?
Table des matières

Ao contratar um serviço como aula de música para seus filhos, os pais também se comprometem a acompanhar a qualidade dos estudos.

É preciso saber, por exemplo, quanto a criança precisa estudar para se tornar um bom guitarrista ou violinista.

Aprende-se guitarra rapidamente?

E para tocar minimamente bem, quantas aulas por semana são necessárias?

São tantas perguntas! Perguntas até demais… Será que é possível acompanhar de tão perto assim os estudos de guitarra ou violão de seus filhos?

Ainda mais sabendo são muitos os fatores pessoais que influenciam na aprendizagem de música: noção de ritmo, ouvido musical, coordenação das mãos, criatividade…

Não se preocupe: esse artigo traz muitas respostas para suas dúvidas!

A partir de quando pode se considerar um bom guitarrista?

Você sabe como funciona o aprendizado de línguas nas crianças? Nos primeiros anos de vida, o cérebro das crianças é como uma esponja: eles aprendem com muita velocidade e de maneira intuitiva.

Por isso, talvez seja interessante que seu filho experimente aprender guitarra ou violão desde cedo.

Jimmi Hendrix toca bem guitarra Os solos que vão ficar pra sempre na memória: Jimmi Hendrix, um dos melhores guitarristas de todos os tempos.

Mas a partir de quantos anos a criança pode aprender guitarra ou violão? Estima-se que a idade mínima necessária seja entre 6 e 7 anos. Isso porque é preciso uma maturidade motora para que ela consiga coordenar os movimentos das mãos.

Mas voltando à nossa primeira pergunta: quando saber se seu filho já é um bom guitarrista? Quando ele dominar o violão clássico? Ou quanto tocar solos perfeitos na guitarra? Se souber de cor os mais variados acordes? Quando usar todos os dedos das mãos para tirar das cordas melodias maravilhosas? Ou tudo isso ao mesmo tempo?

É difícil definir exatamente o que é ser um bom guitarrista. Numa « escala de Jimmi Hendrix », por exemplo: qual nível pode ser considerado bom o suficiente?

Podemos dizer que, quando seu filho chegar no ponto de conhecer razoavelmente alguns acordes, o suficiente para tocar música com os amigos, ele pode ser considerado um guitarrista razoável.

Partindo desse princípio, e considerando que seu filho comece a estudar guitarra ou violão o mais cedo possível, quando ele for adolescente já terá alcançado um bom nível. O talento musical pode ajudar nas paqueras!

Quais os obstáculos mais comuns nos estudos de guitarra para crianças?

Será que depois de algumas aulas os iniciantes já conseguem sentir os avanços nos estudos?

Sim, claro! Ainda mais se seu professor particular for bom músico. Mas não existe um padrão de progressão de estudos para um instrumento tão complexo do ponto de vista rítmico e de coordenação das mãos.

Alguns saem tocando uma música inteira depois de 1 hora de aula. Outros depois de dois meses. Claro, não é justo… Mas a vida é assim.

Na verdade, existem alguns obstáculos naturais que podem atrapalhar os estudos de guitarra nas crianças. Barreiras que, depois de vencidas, farão seu filho tocar clássicos como Smoke on the water, do Deep Perple, No woman no cry, de Bob Marley, Come as you are do Nirvana, Nothing else metters do Metallica.

Sincronia entre mão direita e esquerda

Para tocar guitarra e violão é preciso dominar o movimento das duas mãos Coordenar mão direita e esquerda simultaneamente: tortura para alguns, instinto para outros.

É inexplicável. Do mesmo jeito que alguns nascem cantando como rouxinóis e outros passam vergonha eterna no karaokê. A coordenação motora faz parte dessas qualidades inatas.

Quando nascemos com elas, é muito mais fácil evoluir nos estudos de guitarra. Fácil demais. Sincronizar mão esquerda e direita parece tão natural como beber água.

Mas como evoluir se sincronizar as duas mãos é mais difícil do que redigir a redação do Enem? Nesses casos, estudar guitarra ou violão pode se tornar bem difícil. Muitos até desistem por causa disso.

Mas tempo não quer dizer muita coisa: o fato de os estudos serem mais demorados não significa que a criança será pior ou melhor guitarrista.

Perseverança e paciência são os melhores aliados do futuro guitarrista. Lembre-se: tocar guitarra ou violão ajuda muito no desenvolvimento das crianças.

Sem noção de ritmo

Não é possível tocar guitarra ou violão sem uma noção de ritmo apurada. Só a bateria não basta para conduzir o ritmo de uma música!

Infelizmente a notícia não é tão boa: nem todos têm facilidade com ritmo.

Certamente você já conheceu pessoas com extrema dificuldade de fazer um simples batuque em um ritmo lento. As mãos se atrapalham e batem quando não deveriam. A mesma coisa numa pista de dança –  tem gente que dá uma certa vergonha alheia…

No fundo, a única coisa que falta nessas pessoas é noção de ritmo. E quando não temos a menor noção, ser um bom guitarrista se torna tarefa difícil. Muito difícil! A criança pode seguir aulas, treinar bastante, praticar diferentes métodos, mas sem essa habilidade básica, tocar guitarra ou violão será um martírio!

Não gostar de guitarra

Raramente a criança de 6 ou 7 anos decide estudar guitarra ou violão por ela mesma. Em 99% das vezes, são os pais que decidem contratar um professor de guitarra ou violão particular. Tudo em nome dos benefícios que os estudos de guitarra ou violão podem trazer para seus filhos.

Ao mesmo tempo, « forçar » uma criança tão nova a se tornar um músico é algo complicado. Ela pode entender o ato como um castigo em vez do contrário. Solfejo, pestanas, arpejo, afinar violão, usar uma palheta… São muitos elementos técnicos na hora de começar a aprender guitarra ou violão, e isso pode ser motivo de bloqueio ou desmotivação.

Ouvido musical?

Ouvido relativo e absoluto: aprendendo a tocar guitarra e violão Será que você tem o famoso ouvido musical?

Ler tablatura, partitura, aprender solfejo… Isso é tudo teoria. Uma verdadeira ciência, diriam alguns músicos. Com razão.

São elementos muito técnicos que se aprendem depois de muitas aulas, com o auxílio de um professor de música, de guitarra ou violão.

Mas o ouvido musical é, também, uma habilidade com a qual nós já nascemos. Se você pratica música ou tocou em alguma banda, sabe muito bem do que se trata, e como é importante ter um ouvido musical. Graças a ele que é possível identificar notas, acordes e harmonias. Elementos indispensáveis para aprender guitarra e violão!

Uma hora por semana é suficiente para aprender a tocar guitarra?

Qual a frequência ideal das aulas para que meu filho consiga evoluir bem nos estudos de guitarra e violão?

Digamos que você escolheu contratar um professor de guitarra 1 hora por semana. A criança consegue se tornar um bom guitarrista com esse ritmo?

Infelizmente é quase impossível responder a essa pergunta. Como você já deve ter lido em outros artigos aqui, são muitas variáveis que influenciam na aprendizagem de música, guitarra e violão. Habilidades inatas, talentos e características pessoais que podem fazer uma criança aprender duas vezes mais rápido do que outra. Ou duas vezes mais devagar.

Guitarristas profissionais, que têm noção de ritmo, paixão pela música, coordenação motora e ouvido musical, afirmam que 1 hora por semana pode ser pouco. Na verdade, para estudar com qualidade e se tornar um bom músico, ficar 7 dias sem tocar pode ser improdutivo.

E mesmo se a criança tenha tempo para praticar entre as aulas, ela só vai rever o professor uma semana depois, e por apenas 1 hora. É uma boa alternativa para absorver as noções musicais de base, mas não para aprender rapidamente guitarra ou no violão.

Que tal duas aulas por semana?

As crianças aprendem cedo a gostar de violão e de música É na primeira infância que a criança aprende a gostar da música e das melodias

E se você fizer no mínimo 2 horas por semana, divididas em duas aulas?

O período entre as aulas será mais curto, e vai contribuir para que seu filho pratique mais. Para aprender guitarra ou violão é preciso tocar com frequência e por um tempo mínimo necessário.

Nosso conselho é, portanto, que você contrate um professor de música no mínimo duas vezes por semana.

Tocar guitarra: qual cronograma para os estudos?

Não é tão simples planejar perfeitamente a aprendizagem de violão ou guitarra de seu filho. Ou então determinar exatamente quando ele vai tocar como seu ídolo. Mas vamos tentar um cronograma rápido?

Primeira etapa: aprendendo tablatura e tocando os primeiros acordes

Antes que seu filho saiba tocar perfeitamente guitarra, é preciso passar pelas bases dos instrumentos de cordas!

Desde as primeiras aulas, o professor de guitarra vai ensiná-lo a ler tablatura e tocar seus primeiros acordes. É raro que os professores comecem diretamente pelo solfejo. Eles preferem ensinar os acordes antes, pois já dá um « gostinho »do que está por vir.

Essa primeira etapa pode durar de 2 a 3 semanas, aproximadamente.

Segunda etapa: tocando a primeira música inteira no violão

Depois de aprender os acordes mais simples, chega a hora saber como tocá-los em sequência no violão. No início pode começar com uma música, no mínimo.

O professor geralmente passa aos iniciantes músicas mais simples de se tocar. Existem muitas delas, para todos os gostos.

A criança vai levar cerca de um mês para conseguir tocar bem a primeira música. 

Terceira etapa: aprendendo solfejo e partitura

Depois de pegar gosto pelo violão, de tocar algumas músicas na guitarra, será preciso consolidar os conhecimentos teóricos musicais de seu filho.

Se você realmente quer que ele se torne um bom guitarrista, ele não vai pode tocar eternamente com a ajuda das tablaturas. Para se tornar um verdadeiro músico, é obrigatório passar pelo solfejo. Peça ao professor de música para ensiná-lo o solfejo aos poucos. Para que, com o tempo, ele consiga ler perfeitamente uma partitura.

Para essa etapa, é necessário no mínimo um ano. 

Quarta etapa: ser o guitarrista do grupo

Para tocar bem é preciso fazer aulas de violão e guitarra Antes de chegar lá é preciso estudar muito violão e guitarra!

Durante a adolescência, é normal que os amigos de seu filho tenham a mesma vontade que ele: tocar em uma banda. Porque um dos objetivos da música também é se apresentar em público.

Mas antes de chegar lá, é preciso estudar bastante. Descobrir novas harmonias com outros músicos, desenvolver noção de ritmo e conhecer bem as bases teóricas da música são necessárias para integrar uma banda.

Essa etapa pode durar no mínimo dois anos.

Quinta etapa: fazer seus primeiros solos na guitarra

Para o público em geral, acompanhar um cantor no violão é sinônimo de ser um bom guitarrista ou violinista. Mas ser um bom guitarrista também significa improvisar um solo na guitarra.

Tente seguir os grandes guitarristas: Eric Clapton, Jimmy Page, Van Halen, Slash, Santana, Hendrix e muitos outros.

Antes de conseguir fazer solos, é preciso aprender a teoria, como o solfejo ou qualquer outra técnica envolvendo a guitarra ou o violão. Para que, enfim, seu filho consiga romper barreiras e criar suas próprias melodias nas pontas dos dedos.

Essa etapa levará de dois a três anos, no mínimo!

Lembre-se: pense nos seus vizinhos quando estimular seu filho a tocar guitarra!

E descubra como limitar a poluição sonora da guitarra.

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (Soyez le premier à voter)
Loading...
Fernanda
Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz