Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar

Quantas horas de aula são necessárias para dominar a língua inglesa perfeitamente?

De Fernanda, publicado em 19/06/2017 Blog > Idiomas > Inglês > Quanto tempo leva para aprender inglês com um professor particular?

Fazer aulas particulares é uma das maneiras mais eficazes para aprender inglês.

Mas quanto tempo leva exatamente para você conseguir dominar a língua e falar um inglês razoável ou fluente?

Aqui estão algumas respostas!

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Aulas particulares de inglês: conheça os benefícios

Existem vários métodos para aprender inglês. Entre todos eles, as aulas particulares ainda continua sendo um dos mais “rentáveis”. Claro, desde que você saiba escolher um professor de qualidade (veja mais abaixo sobre isso) e adequado às suas necessidades, você pode aprender rapidamente a falar o idioma.

Conheça as principais vantagens de fazer aulas particulares para aprender inglês:

  • Você estuda frente a frente com um professor que está preocupado somente com você. Isto garante uma aprendizagem individualizada, adaptada ao seu nível, ao seu jeito de aprender, etc. O professor se adapta ao seu ritmo e pode responder a todas suas perguntas. Por isso, você nunca vai se sentir atrasado ou deslocado, porque o programa é feito sob medida. Este aspecto de “sob medida” é ideal se você quiser fazer aulas de inglês com um objetivo específico em mente. Os preços dos cursos de inglês variam de acordo com a experiência do professor.
  • Você pode trabalhar especificamente seus pontos fracos e suas dificuldades. Dar foco às dificuldades é o melhor jeito para progredir nos estudos. Infelizmente, isso nem sempre é possível quando você faz aulas em grupo.
  • Seu professor pode adaptar o programa para atender suas vontades, seus objetivos. Por exemplo: se você é um grande fã de música norte-americana, você pode levar suas letras para a aula e assim estudar inglês. Estudar com base em coisas que amamos é algo muito mais motivador. Portanto, por consequência, aprendemos bem mais rápido.
  • O professor está lá para corrigir seus exercícios e, sobretudo, para explicar a correção. As explicações e os comentários em torno da correção são muitas vezes mais importantes do que a correção em si.
  • Um professor particular é também uma pessoa que pode motivar seus alunos, de dar aquela injeção de ânimo quando necessário. Na prática, é mais fácil conseguir fazer todos seus exercícios quando você tem um professor que está lá para “supervisionar” o trabalho que você está fazendo.
  • Ter um professor de inglês permite dar foco na expressão oral e na pronúncia. Quando você aprende sozinho, muitas vezes fica mais difícil de praticar a questão da oralidade. Por isso, você pode acabar se tornando bom em inglês escrito, mas incapaz de falar inglês na “vida real”. A prática oral é um dos fatores mais importantes para alcançar o sucesso na aprendizagem do idioma e assim falar fluentemente.
  • Você pode perguntar para ele sobre conteúdos específicos da língua, como… gírias em inglês!

Mas a qualidade das aulas de inglês dependem diretamente da escolha do seu professor particular.

Como aprender a língua inglesa rapidamente? E você, já escolheu o seu professor particular ideal de inglês?

Escolhendo um bom professor de inglês

Para que suas aulas de inglês sejam eficazes e que você consiga, assim, reduzir o número de aulas necessárias, você precisa escolher um “bom” professor de inglês. Sabemos que o termo “bom” não é o mais adequado: a qualidade de um professor é comprovada por critérios altamente subjetivos. O importante aqui é que você encontre um professor que combine com você, que seja capaz de se adaptar a seus objetivos e a seu modo de aprendizagem.

Para ajudá-lo a encontrar o professor de inglês mais adequado para você, aqui estão algumas dicas:

  • Escolha um professor que seja apto a se adaptar às suas necessidades. Se você quer aprender inglês para negócios, por exemplo, escolha um professor que saiba especificamente sobre esse assunto.
  • Escolha um professor que consiga se adaptar à sua forma de aprender. Nem todos os professores de inglês têm a mesma forma de trabalhar, tampouco utilizam os mesmos métodos. Pergunte ao seu professor, antes da primeira aula, como ele costuma trabalhar com seus alunos, descubra sua metodologia. Se você quer que seus filhos aprendam inglês, escolha um professor que já tenha experiências em ensinar a crianças pequenas.
  • Escolha um professor que fale inglês durante as aulas. Este é o melhor caminho a seguir, mesmo se no começo possa ser um pouco difícil para você.
  • Escolha um professor que fique à sua disposição, que saiba ouvir, que entenda bem suas necessidades e suas observações, enfim: que saiba se adaptar ao seu ritmo, seja paciente e bom ouvinte.
  • Escolha um professor que não negligencie nada da língua inglesa, ou seja, que comprove ser capaz de lhe ensinar todos os aspectos da língua: a fala, a escrita, a gramática, o vocabulário, a conjugação, etc. Claro que tudo vai depender dos seus objetivos: se você já domina a gramática e pretender dar foco na expressão oral, converse sobre isso com ele. Você nem sempre precisa explorar todos os conteúdos, mas é fundamental que seu professor domine todos eles.
  • Escolha um professor particular que dê exercícios para fazer entre uma aula e outra. Como veremos, os cursos de inglês, para serem eficazes, precisam ser acompanhados de uma metodologia rigorosa na hora da lição de casa.
  • Escolha um professor com uma boa pronúncia em inglês. Ou seja, alguém que tenha a fluidez oral necessária (alguém que não tenha sotaque brasileiro carregado, mas também que não puxe muito no sotaque britânico, para que você consiga entender claramente).

Para encontrar o professor de inglês que combina com você, você pode usar plataformas de encontros como a do SuperProf. A vasta opção de professores cadastrados irá ajudá-lo a encontrar o seu profissional ideal.

Estudar e fazer seus deveres em casa é essencial

Mesmo que você esteja acompanhado de um professor muito bom, você não será capaz de progredir rapidamente se não complementar suas aulas particulares com estudos individuais em casa. Entre uma aula e outra, você precisa:

  • Revisar as lições estudadas ao longo das aulas. De forma mais ampla, você precisa revisar rapidamente tudo o que foi dito durante o curso. Daí a necessidade de tomar notas durante a aula.
  • Fazer os exercícios dados pelo professor.
  • Praticar inglês fora do contexto do curso (veja abaixo).
  • É possível aprender inglês estudando 20 minutos por dia.

Para que este trabalho pessoal seja ainda mais eficaz, seu professor lhe dará conselhos valiosos sobre 1.) O que estudar em casa exatamente e 2.) Como estudar (a melhor metodologia). Dica: fuja dos professores que não dão exercícios para fazer em casa.

Qual a vantagem de fazer o dever de casa? Estudar e fazer a “lição de casa” é fundamental para progredir na aprendizagem da língua. Seja metódico!

Dicas para tirar bom proveito de suas lições

Quanto maior a qualidade do seu aprendizado de inglês, menos horas de curso serão necessárias. Voltando à questão de quanto tempo é necessário para aprender bem o inglês:  tudo depende de como o aprendizado está acontecendo e da qualidade das aulas particulares de inglês que você frequenta. Se você aumenta em qualidade, certamente vai reduzir em quantidade.

Para evitar o desperdício de tempo e de dinheiro nas suas aulas de inglês, aqui estão algumas dicas:

  • Os dois primeiros conselhos já foram dados: você precisa encontrar um professor que combine com você e também precisa estudar em casa.
  • Pratique bastante a expressão oral, conversando com amigos ou familiares.
  • Faça um curso de idiomas em países de língua inglesa: não há nada mais eficaz para aprender inglês do que fazer uma imersão total na língua de Shakespeare.
  • Tome notas durante as aulas, para evitar o risco de esquecer itens importantes ou conselhos importantes dados por seu professor.
  • Não hesite em fazer perguntas ao seu professor durante a aula (ou fora delas, por e-mail, por exemplo). Ele está lá para isso, não é mesmo?
  • Assista a séries ou filmes em versão original. Dica: comece com as versões originais com legendas em português, e depois vá para as versões originais com legendas em inglês….
  • Ouça música em inglês, imprimindo as letras para acompanhar o que está ouvindo. Leve esse material para seu professor, tire as dúvidas de vocabulário que surgirem.
  • Leia livros em inglês. Comece com livros para o público jovem, que não costumam empregar palavras ou estruturas muito complicadas de frase (Harry Potter, por exemplo).
  • Leia regularmente jornais ou revistas em inglês.

Quantas aulas particulares para começar a falar inglês perfeitamente?

Finalmente, a grande questão: quanto tempo você vai levar para falar com sucesso um bom inglês? Infelizmente, não há resposta precisa, porque você tem de levar em conta uma série de critérios, como por exemplo:

  • Seu nível do idioma: se você nunca estudou inglês antes e se você está começando do zero, você vai levar mais horas do que se já tivesse uma base de conhecimentos da língua. Isso faz um pouco de sentido, certo? Tudo depende do nível de onde você se encontra.
  • Seu objetivo: se você quer se tornar bilíngue mas ainda é principiante em inglês, vai levar ainda mais horas do que se já soubesse falar. Nesse último caso, as aulas particulares serviriam apenas para aprofundar certos conceitos ou aprender conteúdos específicos, como inglês para negócios, por exemplo. De novo, isso faz todo o sentido.

É por isso que é inútil simular um cálculo de quantidade de horas necessárias para chegar à fluência de uma língua. Seria sem sentido e irreal. Mas uma coisa é certa: o que tentamos mostrar neste artigo é que, quanto mais você trabalhar em qualidade e de forma eficaz, de menos horas de aulas de inglês você vai precisar. Se você não estudar fora das aulas e não der o melhor de si, mesmo depois de 10 anos de estudos pode ainda não dominar a língua. Não é um exagero! O importante não é o “quanto”, mas o “como” e, sobretudo, o “por quê” (seus objetivos).

Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz