A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Aprenda a memorizar naturalmente palavras da língua inglesa!

Par Fernanda le 25/03/2017 Blog > Idiomas > Inglês > Recursos para aprender vocabulário em inglês
Table des matières

Hoje em dia, é impossível imaginar um jovem ou um adolescente que não esteja aprendendo ou que não queira aprender o inglês. Como explica a fundadora do Altissia, site especializado no ensino de línguas estrangeiras:

« Há alguns anos atrás, falar inglês não era um diferencial competitivo em uma empresa. Hoje, quase todos os cargos nas áreas gerencial e comercial exigem o domínio da leitura, escrita e da fala da língua; e não só eles: analistas, técnicos, auxiliares, secretários e operários também precisam ter noções mínimas do idioma. »

Crianças, jovens, estudantes, desempregados, profissionais… A verdade é que todos precisam ter noções de base do inglês para se integrarem socialmente.

Por isso, não espere muito para começar seus estudos: quanto mais tarde começar, mais difícil se torna a aprendizagem de línguas.

Descubra neste artigo todas as técnicas para aprender inglês da maneira mais natural possível e em apenas alguns meses!

Memorizar vocabulário pela frequência dos estudos

Qual o segredo para aprender inglês de um jeito fácil? Estudar sempre!

Pois bem, não basta escutar uma música aqui, fazer uns poucos exercícios acolá… Isso não fará de você um anglófono profissional. Você precisa se comprometer a estudar com frequência para, daqui a um ano, se sentir seguro na hora de soltar aquelas palavras em inglês.

Como com qualquer conteúdo, é preciso praticar, praticar e praticar…

O ritmo dos estudos é fundamental para aprender uma língua depressa. Graças ao estudo constante, jovens e adultos conseguem aprender o inglês de um jeito mais fácil.

Uma boa dica é adotar uma ritmo constante e moderado – por exemplo, estudar um pouco três vezes por semana – em vez de dar aquela acelerada repentina e ler um livro inteiro na véspera de uma prova.

Ler e escrever inglês com frequência contribui para aprimorar a compreensão, para memorizar o vocabulário com mais facilidade e para conseguir se comunicar naturalmente!

Para ter uma boa memorização de palavras na língua inglesa, damos alguns conselhos:

  • Releia em voz alta as aulas de inglês para treinar a pronúncia;
  • Faça fichas de leitura com o vocabulário de acordo com a categoria das palavras;
  • Utilize a técnica de associação de ideias, como o mind-mapping;
  • Faça um esforço para « pensar em inglês », treinando assim habilidades de tradução;
  • Utilize dicionários bilingues reconhecidos;
  • Amplie seu vocabulário anglófono (aprenda inglês para negócios, por exemplo)

Você verá: com esse treino constante, em alguns meses você vai progredir muito nos estudos da língua!

Dominar a escrita em inglês é muito bacana; mas não basta. Aprender a conversação é passo fundamental para ter uma compreensão global da língua. Por isso, pratique a escrita, mas procure se dedicar à fonética e à pronúncia.

Com um vocabulário rico e uma pronúncia perfeita, você vai arrasar na sua próxima viagem para a Inglaterra! 😉

Consolidar conhecimentos graças a exercícios online

Sabia que é possível aprender inglês de graça e sem sair de sua casa?

Cada vez mais a tecnologia tem sido utilizada a favor da educação. Veja, por exemplo, na Educação Infantil e nos primeiros anos do Ensino Fundamental. Quantas escolas já adotaram os tabletes e os aplicativos linguísticos para estudo lúdico de línguas? Educação e diversão na mesma atividade.

Criança, jovem ou adulto: o fato é que com a Internet e com os recursos digitais, você encontra todas as condições de aprender uma língua e ampliar seu vocabulário a baixo custo e de uma maneira divertida.

Muitos sites propõem estudos por etapas: ou seja, por meio de desafios estimulantes. Por exemplo: você só passa ao nível seguinte depois de aprender o vocabulário completo de inglês para negócios. E por aí vai.

Onde aprender a língua inglesa na internet? Existem sites especializado no ensino de inglês norte-americano.

Para as crianças, os exercícios são mais lúdicos e valorizam a aprendizagem mnemônica, associando imagens e vocabulário.

Conheça os melhores sites para aprender inglês online:

  • Babbel
  • Speaklanguages
  • Talk English
  • Abaenglish
  • Britishcouncil
  • Live Mocha
  • BBC
  • Inglesonline…

Os cursos de inglês online contribuem para a ampliação do vocabulário mas também para o estudo de outros aspectos da língua, como os verbos irregulares, o present perfect, a conjugação…

Para aprender uma língua de verdade, nada melhor do que utilizar os recursos do dia a dia, não é mesmo?

Aprenda inglês conversando com um nativo

Essa é uma metodologia definitivamente natural – conversar! Que tal encontrar com um nativo de algum país anglófono e travar um bom bate-papo?

Sabemos que o Brasil é um país acolhedor e que recebe anualmente muitos estrangeiros – seja em busca de uma vida nova nos trópicos, seja apenas para passar um tempo descobrindo as belezas naturais da Pindorama.

Portanto, você não vai ter muitas dificuldades para encontrar um colega de conversação. É uma atividade enriquecedora para ambos!

Fale com estrangeiros e pratique a língua inglesa. Que tal entrar em contato com um estudante da Universidade de Oxford?

O fato é que o inglês falado está longe de ser o mesmo ensinado nas salas de aula particulares: anglófonos nativos podem ajudá-lo a descobrir o vocabulário familiar e corriqueiro, aquela linguagem falada na vida real do dia a dia, e que é indispensável para se integrar no país.

Veja algumas dicas para conhecer um nativo e começar uma relação linguística:

  • Encontrar uma pessoa para se corresponder em anúncios online na Internet;
  • Conversar com estudantes estrangeiros na sua universidade;
  • Participar de encontros organizados por escolas como Cultura Inglesa e outras;
  • Se inscrever em uma associação bilateral;
  • Procurar atividades e eventos organizados pelo British Council;
  • Encontrar conhecidos estrangeiros por meio de amigos ou família.

É uma excelente oportunidade de fazer novas amizades, conhecer uma nova cultura, se divertir e ainda por cima aprender uma língua! 

Viajar para fora e fazer uma imersão total

Por que se restringir às aulas clássicas de inglês nas escolas? Que tal pensar mais alto?

Todos sabem que só se aprende uma língua de verdade ao vivenciarmos um período no país de origem. E o inglês tem essa vantagem: as opções são múltiplas. Canadá, Inglaterra, Estados Unidos, Jamaica, Austrália, Nova Zelândia, Barbados…

Vivendo no país de origem da língua, o aluno que deseja alcançar o patamar linguístico de bilingue tem todas as oportunidades a seu favor: ele é obrigado a enfrentar situações diárias na língua de destino e precisa se fazer entender pelas pessoas com a qual convive.

Nesse contexto, realizar um intercâmbio – seja por meio de uma escola de idiomas ou pelo seu curso universitário – é a situação ideal para aquele que está aprendendo uma língua.

Estudar fora pode ser uma oportunidade única para se tornar bilingue. Você pode fazer um intercâmbio e quem sabe estudar em uma universidade em Londres. Já pensou?

Para vivenciar essa experiência, você tem algumas opções:

  • Fazer um intercâmbio universitário, linguístico ou de business;
  • Fazer um estágio no exterior;
  • Morar em uma casa de família fora do país;
  • Trabalhar no exterior graças a um visto específico;
  • Fazer uma longa viagem durante as férias escolares.

É aconselhável que sua estadia dure, no mínimo, 6 meses ininterruptos para que você consiga desfrutar de tudo o que o país de destino possa lhe oferecer. A escolha do local é o primeiro passo. Fatores como clima do país, atividades extra classe que gostaria de praticar, estilo de vida da cidade, custo de vida do local, etc. devem ser levados em consideração.

Se tiver a oportunidade, uma boa opção é a acomodação em casa de família: aprender o inglês do dia a dia e ter de fazer um esforço para falar em situações cotidianas ajuda muito na prática e no desenvolvimento da comunicação. Há pessoas que, em poucos meses, adquirem fluência na língua graças à convivência diária.

O melhor de tudo isso é que além da língua, o estudante conhece a cultura e história do povo além dos aspectos turísticos. Uma verdadeira imersão!

Aprender a língua inglesa de um jeito lúdico

Para dominar uma língua estrangeira de um jeito natural e espontâneo, nada melhor que associar educação e diversão!

Nessa hora você não precisa nem sair do país: a tecnologia está aí para ajudar a todos os estudantes! Sites especializados, tabletes, aplicativos de celular, jogos interativos, filmes… Há para todas as idades e gostos…

No entanto, para que você possa mergulhar fundo mesmo, precisa se esquecer completamente do português. Nada de recorrer a tutoriais e exercícios orientados em português. O ideal é que você utilize todos os recursos unicamente na língua inglesa!

Comece mudando, por exemplo, a língua de leitura nos parâmetros de seus aparelhos eletrônicos. No celular, no computador, no tablete. Pode ser uma medida simples, mas é muito eficaz.

Você pode estudar inglês escutar música e jogando jogos online. Uma vantagem de dominar o inglês é que você passa a entender TODAS as músicas que sempre escutou!

Veja algumas dicas e conselhos de onde você consegue ler e como interagir com o inglês:

  • Sites de notícias e fofocas em inglês: Buzzfeed, BBC News, Feedly
  • Os podcasts em inglês: TED, BBC Listening English, Podcast Republic
  • Os jornais anglófonos online: Huffington Post, New York Times, The Guardian
  • Assistir a séries e filmes no idioma original ou com a tecla SAP ativada (Second Audio Program);
  • Baixar audiolivros em inglês;
  • Fazer transcrições fonéticas online;
  • Frequentar videotecas da língua inglesa;
  • Escutar e transcrever músicas em inglês.

Com essas dicas, você vai dar um grau nos seus estudos: vai memorizar melhor o vocabulário, e sua pronúncia vai se aprimorar consideravelmente.

Dizem que você descobre que é bilingue quando começa a sonhar e pensar no outro idioma.

Quem sabe você não chega lá?

Não é tão difícil assim! Mudando pequenas atitudes no dia a dia já faz toda a diferença. Basta começar!

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (moyenne de 5,00 sur 5 pour 1 votes)
Loading...
Fernanda
Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz