Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar

Qual diploma é importante para se trabalhar com reforço escolar?

De Carolina, publicado em 06/03/2017 Blog > Aulas particulares > Dar aulas particulares > Qual nível de estudos ter para dar aulas particulares?

As aulas particulares podem ser uma fonte importante de renda.

Elas podem ser também a oportunidade para você trocar suas paixões e conhecimentos com as pessoas.

Mas quem pode se tornar professor particular?

Quais são os diplomas necessários para dar aulas particulares?

Os diplomas exigidos para se dar reforço escolar ou ajuda para fazer deveres de casa em domicílio não são os mesmos exigidos para dar aula particular para o ensino superior.

A mesma coisa acontece para a remuneração das aulas particulares. Se você é professor particular de química ou matemática a tempo integral ou parcial, o seu diploma conta. Porém, os diplomas não o tornam um bom professor particular.

Transmitir seus conhecimentos não é sempre tarefa fácil. É preciso ter pedagogia para dar aulas, independente da matéria ser técnica ou se tratar de reforços escolares. A dificuldade aumenta se o aluno estiver se preparando para uma prova difícil e estressante para ele…

Antes de começar a aventura de dar aulas particulares, veja aqui tudo o que você tem que saber sobre seu nível de estudos e seus diplomas!

E principalmente, como dar aulas particulares!

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Por que dar aulas particulares?

A demanda para aulas particulares está em alta nesses últimos anos.

Várias razões justificam o aumento da procura por reforços escolares: pais mais preocupados com o futuro de seus filhos, modernização das ferramentas para colocar alunos e professores em contato (Superprof é um bom exemplo desse fenômeno).

Você pode ensinar muito bem sem ter diplomas Ser paciente, ter pedagogia e ter conhecimento são as chaves para ser professor

Então, por que dar aulas particulares? Primeiro, porque há uma verdadeira demanda e oferecer esses serviços é mais simples hoje graças à internet.

Este post não se concentra em como ser um professor particular ou encontrar alunos. Já publicamos outros posts sobre esses assuntos aqui no blog do Superprof. Dê uma olhada neles!

É importante saber: o interesse de dar aulas particulares não é somente financeiro.

Dar aulas particulares é poder compartilhar seus conhecimentos, paixões, trocar suas experiências com outras pessoas, ajudar quando se tem dificuldade. A vontade de transmitir é um motor importante para a maioria dos professores particulares.

Lembrando que as aulas particulares hoje não se limitam ao reforço escolar. Isso é uma característica dos últimos anos: o mercado de aulas particulares se diversificou consideravelmente.

Todas as matérias ou práticas que podem ser ensinadas se transformaram com facilidade em aulas particulares: yoga, esporte, cozinha, piano, violão, bateria e claro, português, inglês, história, geografia, matemática, idiomas etc.

Quem pode dar aulas particulares?

Ao contrário do que a gente pensa, não há nenhuma restrição para dar aulas particulares. Não há normas nem padrões específicos para esse mercado.

Se você é aluno do ensino médio, você pode dar aulas particulares!

Consequência: não há um diploma específico para ser professor particular. A gente pode ser professor mesmo sem ter feito curso superior.

Quando vemos o percurso de vários professores particulares, há todos tipos de perfil: estudantes de ensino médio, superior, professores de escolas particulares, públicas ou aposentados.

Podemos dar aulas particulares sem diploma?

Sim, é possível dar aulas particulares. Basta saber bem a matéria que você escolheu para lecionar.

A legislação é bem flexível quando o assunto é aula particular.

Os anos de experiência podem sempre ajudar no aprendizado É preciso ter principalmente competência para ser um bom professor

Mas você seria capaz de dar aulas de termodinâmica sem um curso de engenharia ou física? A resposta mais provável é não.

Um professor particular é alguém que tem um conhecimento, uma experiência, competência em uma matéria e que quer compartilhar isso com os alunos.

Se você quiser dar aulas particulares de piano, você tem que saber tocar piano.

Se você quiser dar aulas particulares de culinária, você tem que saber cozinhar e ensinar a cozinhar.

Conclusão: a gente pode dar aulas particulares sem ter nenhum diploma desde que a gente tenha 14 anos de idade (idade mínima para se trabalhar no Brasil). Mas normalmente, os professores particulares são diplomados em seus diferentes domínios. Se eles não têm diplomas, ao menos têm experiência e competência na área.

A gente pode ser um bom cozinheiro sem ter diploma de culinária, por exemplo.

Se você quer ser professor particular mas não sabe em qual matéria poderia dar aulas, os diplomas nem sempre dão as respostas que você procura: “eu tenho um diploma em física, vou dar aulas de física?”.

Faça um levantamento geral de suas competências, incluindo experiências que você adquiriu fora das universidades.

Escolha a disciplina que tem mais demanda pelos alunos ou a que você mais gosta.

O impacto da disciplina no salário do professor particular

A gente dá muita importância aos diplomas no Brasil. Ele é mais valorizado que a experiência em si. Ele indica qual é a especialidade, as competências e o conhecimento de cada indivíduo. Em alguns países como os anglo-saxônicos, a experiência conta tanto quanto os diplomas.

No Brasil, os estudos contam mais que a experiência profissional, na maioria das situações.

Ir à universidade não é tudo para ser um bom professor Ter estudos é bom para enquadrar suas capacidades

Isso gera uma consequência inevitável nas aulas particulares no Brasil: os preços das aulas particulares dependem diretamente do nível de diploma, mesmo se isso não é o único critério levado em conta. Há também o da disciplina em si: uma aula de yoga é mais cara que uma aula de inglês, por exemplo.

Quanto mais diploma tiver, mais caro você pode cobrar suas aulas. É por isso que as plataformas que facilitam o contato entre professor e aluno pedem para a pessoa destacar seus diplomas e certificados. O diploma é por excelência o fator de credibilidade de um professor particular aos olhos dos alunos.

Só para dar um exemplo, um professor de física com diploma do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) vai cobrar muito mais caro que um outro com diploma de engenharia de outra faculdade.

Para algumas pessoas, isso é bem arbitrário porque o diploma não revela o verdadeiro valor de cada pessoa, mas isso é uma realidade com a qual temos que lidar.

Para resumir:

Todo mundo pode dar aulas particulares, mesmo não tendo diploma.

É possível ganhar dinheiro dando aulas particulares!

Mas um professor particular sem diploma vai ter menos crédito: ele provavelmente vai ter que abaixar o preço de suas aulas para poder encontrar alunos. Então, é melhor ter diploma na área em que você quer dar aulas particulares.

Um diploma de música para dar aulas de harmonia e contraponto, um diploma de direito para dar aulas de direto etc.

Lembre-se de destacar sempre os seus diplomas nas suas apresentações e anúncios de professor particular.

Um professor, um profissional independente ou um estudante podem dar aulas de reforço escolar em várias matérias (matemática, ajuda no dever de casa, preparação para concursos, vestibular e provas de fim de ano, aulas de espanhol, aulas de economia, química).

Porém, dar reforços escolares ou ajudar no dever de casa não é a mesma coisa que ser babá do aluno. Muitos pais confundem isso, mas o Superprof faz questão de deixar bem claro que não se trata do mesmo serviço.

O que fazer se eu não tenho diploma?

O que fazer se você quer dar aulas particulares mas não possui nenhum diploma? Há duas saídas:

  • Você não tem nenhuma competência e experiência. Nesse caso, é melhor você fazer um curso para ter um diploma ou fazer um estágio para ter experiência antes de se lançar na aventura de dar aulas particulares. Se não fizer isso, você vai ter muita dificuldade de encontrar alunos para suas aulas.
  • Você não tem diploma mas é competente, experiente e muito pedagógico. Nesse caso, você pode tentar suas chances. Em algumas disciplinas como o esporte, cultura, a experiência conta tanto quanto o diploma. Por exemplo, você pode ser um excelente violonista sem nunca ter estudado música. Se esse é o seu caso, destaque sua experiência em seus anúncios. Para os músicos, vale colocar um link no anúncio de um vídeo em que podemos vê-lo tocando.

As qualidades de um professor particular que não são adquiridas com um diploma

Não se preocupe se você não tem diplomas. Considere que muitas qualidades de um professor particular não são conquistadas com uma formação. É por esse motivo que muitos professores sem diploma podem ser muito melhores que professores diplomados mas sem tato.

Ter formações é bom para dar credibilidade as suas competências O diploma é importante, mas nem sempre determinante para ser um bom professor

Veja aqui as principais qualidades de um bom professor particular:

  • Capacidade de escuta: não podemos ter uma relação completamente hierárquica se quisermos transmitir um conhecimento. É preciso estar a escuta de seus alunos a fim de oferecer um aprendizado personalizado, que se adapte a suas particularidades, a seu nível, a seu modo de aprendizagem. Você deve estar atento a seus alunos, ter empatia, mesmo se você deve ser um pouco autoritário quando é preciso.
  • Ser paciente: alguns alunos precisam de mais tempo para absorver aquilo que estão aprendendo. Aprender, às vezes, é repetir, duas vezes, três vezes, dez vezes a mesma coisa. É preciso ter paciência para ser um bom professor particular. Isso a gente não aprende na universidade!
  • A pedagogia: essa é uma qualidade que poucas pessoas têm. Para ser professor e ensinar aos alunos, é preciso mostrar pedagogia. É a qualidade mais importante e não existe diploma para isso. Professores ruins normalmente não são pedagógicos.

Como se pode ver, os diplomas não são a única qualidade exigida de um professor particular.

Dar aulas é principalmente ter uma boa pedagogia. Então, os professores particulares têm que destacar todas essas qualidades em seus anúncios.

Além disso, é preciso ser organizado para dar aulas particulares!

Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz