Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

Estudos para se tornar tutor de língua portuguesa

De Camila, publicado em 17/07/2017 Blog > Reforço escolar > Português > Diplomas para virar educador do idioma de Camões

A partir do momento em que amamos nosso idioma nativo, que dominamos bem a gramática, o vocabulário, a sintaxe e todas as outras regrinhas essenciais para uma boa destreza linguística, é natural que tenhamos vontade de passar nossos conhecimentos adiante.

Como disse o professor Larry Smith em uma TED Talk:

A paixão é a coisa que você mais ama. É por meio da paixão que você conseguirá expressar o seu talento. Paixão e interesse não são a mesma coisa. Ou você falaria para o amor da sua vida: ‘Case-se comigo, você é interessante’?”.

Professores devem ser apaixonados pela sua profissão. Afinal de contas, não existe melhor maneira de transformar a vida de um aluno do que a partir da transmissão de algo que amamos.

Sendo este seu sentimento frente à língua portuguesa, chegou a hora de saber qual caminho seguir caso deseje se tornar um tutor.

Primeiramente, algumas questões devem ser levadas em consideração:

  • Em qual estrutura de ensino você pretende lecionar?
  • Professor de português será sua profissão principal ou simplesmente uma maneira de ganhar um dinheiro extra paralelamente a um outro trabalho?
  • Sua abordagem pedagógica será para dar reforço aos alunos ou para ensinar matérias do zero?

Tais indagações, uma vez respondidas, te guiarão ao tipo de formação e diploma necessários para se transformar no educador de língua portuguesa que deseja.

Qual é o diploma de um tutor da língua portuguesa? Qual formação seguir para ser professor de português?

Contrariamente ao que alguns podem pensar, não existe somente um tipo de preparo para quem pretende seguir essa carreira. Isso porque existem vários meios de se ensinar – e aprender – o idioma falado no Brasil.

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Professor de português no Ensino Fundamental

O Ensino Fundamental

Três tipos de formação permitem o ensino da língua portuguesa no Ensino Fundamental no Brasil.

O período desta fase da educação dos alunos é extenso e abrange uma grande diversidade de idades, assim como diferentes complexidades da matéria ensinada.

Os jovens que passam pelo Ensino Fundamental possuem entre 9 e 14 anos. Essa parte do aprendizado vai do 1º ao 9º ano. Ou seja, os alunos iniciam essa jornada enquanto crianças e partem já na adolescência.

Antes de saber se essa parcela do ensino escolar é seu foco, é necessário entender como ela funciona, pois formação do professor depende do período dentro desse sistema no qual ele deseja atuar.

Ensino Fundamental I

A primeira parte desta fase vai do 1º ao 5º ano, sendo o primeiro ano aquele no qual as crianças são alfabetizadas. Antigamente, ele era conhecido como “pré-escola” (o famoso “prezinho”).

O ensino da língua portuguesa é incluído e assegurado neste período pelo Conselho Federal de Educação.

Se você gosta de trabalhar com crianças entre 6 e 10 anos, então existem 3 possibilidades de diplomas que te deixarão apto(a) para a tarefa. São eles:

  • Curso superior de licenciatura em Letras

Essa é a formação mais completa e te permitirá ensinar português tanto para o Ensino Fundamental quanto para a Educação Infantil e o Ensino Médio;

  • Curso superior de Pedagogia

Ele forma professores interessados em atuar apenas na primeira fase do Ensino Fundamental, ou seja, do 1º ao 5º ano. Seu foco principal é na formação dos tutores, mas ele também os prepara para a gestão voltada ao sistema escolar;

  • Curso Normal Superior

Após seguir esta habilitação, você terá uma licenciatura do Ensino Superior que te permitirá lecionar apenas no Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano). O ensino na Educação Infantil também é possível.

Ser professor de português no Ensino Fundamental pode ser simples. Várias formações permitem o ensino da língua portuguesa para crianças e adolescentes.

Ensino Fundamental II

Como o próprio nome sugere, o Ensino Fundamental II é a sequência do I. Nele, os alunos cursam do 6º ao 9º ano.

Sua principal diferença entre a primeira parte do ensino é, além da maturidade do estudantes, a maneira como as matérias são ministradas.

No Ensino Fundamental I, apenas um professor é responsável por todas as lições de todos os temas dados em sala de aula. O tutor único é o principal encarregado da educação de toda a turma.

No Ensino Fundamental II, a estrutura muda completamente. Cada matéria tem seu próprio professor, que é incumbido de ensiná-la à várias turmas.

Caso você queira ser exclusivamente professor de português em um escola, sua única opção de diploma é o do Ensino Superior de licenciatura em Letras.

Ensinando português e literatura no Ensino Médio

O Ensino Médio tem duração de três anos e oferece não só a matéria de língua portuguesa, mas também a de literatura portuguesa e brasileira.

Ao atingir esta etapa no processo de educação, os alunos tiveram que passar por todo o Ensino Fundamental.

O professor de português, assim como durante o Ensino Fundamental II, ministra aulas relacionadas exclusivamente à sua matéria.

Neste período, os tutores podem se candidatar para vagas de acordo com seu campo de interesse no idioma.

Se a expressão escrita é o seu forte e sua paixão pela gramática, sintaxe e conjugação é latente, o ideal é o posto de professor de língua portuguesa.

Caso você seja encantado pela expressão oral, pela produção literária existente na nossa cultura e pelo ensino da interpretação de texto, então o seu lugar é como educador de literatura.

Para exercer ambas funções, é necessário um diploma no ensino superior em Letras (licenciatura).

Docente da língua portuguesa no Ensino Superior

Os estudantes que chegam no Ensino Superior possuem alto nível de conhecimento da língua portuguesa. Pelo menos isso é o que foi demandado deles ao passarem pelas provas de vestibular ou Enem.

Se seu objetivo profissional é ensinar nosso idioma para este perfil de alunos, então a sua competência no assunto deve ser excepcional.

Além de possuir um diploma na área de atuação – ou seja, em Letras – você também deve seguir uma formação de especialização. Tais especializações podem ser latu sensu ou strictu sensu.

Pós graduação latu sensu

As pós graduações latu sensu são especializações e / ou aperfeiçoamentos na sua área de interesse (nesse caso, língua portuguesa).

O processo tem, no mínimo, duração de um ano. No entanto, é muito normal encontrarmos latu sensus de dois anos. No final da pós graduação, um trabalho de conclusão de curso (TCC) sobre o tema pesquisado deve ser apresentado.

A pós graduação latu sensu não confere título acadêmico. Sendo assim, os professores em posse de tal diploma podem dar aulas em algumas faculdades, mas raramente em universidades.

O tutor da língua portuguesa pode possuir diferentes diplomas. O professor de português pode ter vários níveis de formação.

Pós graduação strictu sensu

Essa formação é mais conhecida como o famoso mestrado. Ela tem duração mínima de dois anos, mas pode ser prolongada, dependendo de vários fatores.

Ao final do período de estudos, o mestrando deve apresentar um trabalho escrito: a dissertação de mestrado. Tal apresentação é feita diante uma banca de especialistas no assunto, que julgarão a qualidade e a pertinência da pesquisa feita pelo candidato.

Caso a dissertação seja aprovada, o título de mestre é conferido ao pós graduando. Sendo assim, a diferença entre strictulatu sensu é que o stricto sensu dá ao aluno um título acadêmico.

Em posse de tal título, o portador do diploma strictu sensu em Letras está apto a dar aulas de português em universidades.

Doutorado

Dentro do sistema de ensino brasileiro, o diploma de doutor é a mais alta qualificação possível no meio acadêmico.

Para ingressar nessa formação, o candidato precisa ter o título de mestre. A formação dura, no mínimo, quatro anos e o tema de pesquisa desenvolvida deve ser, obrigatoriamente, inédito.

Assim como no mestrado, a avaliação para a conclusão dessa pós graduação é feita através da redação de uma tese de doutorado. O material deve ser, em seguida, apresentado a uma banca avaliadora. Caso seja aprovada a pesquisa, o aluno é conferido com o título de doutor.

Professores doutores em Letras podem dar aulas de português em cursos universitários de mestrado e doutorado.

Ministrar aulas do idioma para estrangeiros

O campo de formação mais indicado para aqueles que anseiam se tornar professores de português para estrangeiros é o das Letras.

A licenciatura em Letras é orientada ao estudo das línguas, literatura e cultura dos povos, bem como permite uma boa formação para o magistério.

Como seu objetivo é o de ensinar português, você pode ou não escolher uma outra língua na qual se especializar.

Existem alguns cursos de formação direcionados ao ensino do idioma do Brasil para não nativos.

Uma das instituições que o ministram é a PUC do Rio de Janeiro, que oferece uma pós graduação de formação de professores de português para estrangeiros.

Tutor particular de português

Todos os diplomas e formações citados acima capacitam o professor a dar aulas particulares da língua portuguesa.

Vários são aqueles que optam exercer o ofício de auxiliar alunos com as matérias ligadas ao idioma ministradas na escola. Tal ajuda pode aparecer na forma de exercícios criados especialmente para os aprendizes ou no suporte com os deveres de casa.

Alguns professores particulares de português são aposentados de escolas e desejam continuar ensinando, seja por prazer ou para complementar o salário recebido no fim do mês.

Outros são estudantes do ensino superior que precisam de uma renda extra e conseguem adaptar os horários das aulas ao seu calendário universitário. Nada melhor do que receber uma graninha a mais ensinando uma matéria que amamos, não é mesmo?

O tutor individual tem várias opções de diploma. Todas as formações da língua portuguesa levam ao professor particular!

É importante lembrar que o perfil dos alunos escolhidos deve ir de encontro à suas capacidades de ensino e seus conhecimentos da língua. Sendo assim, se você ainda é estudante, o seu domínio do português deve ser mais elevado do que o dos seus pupilos.

Se sua ambição profissional é ser um professor do idioma de Camões, nada melhor do que começar dando aulas particulares para crianças. Esta é uma excelente maneira de testar suas habilidades na área e descobrir se você tem vocação para o trabalho.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *