A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Saiba quais documentos você deve fornecer como professor particular

Par Carolina le 09/03/2017 Blog > Aulas particulares > Dar aulas particulares > Quais são as formalidades para dar aulas particulares?
Table des matières

Você quer dar aulas de matemática, biologia, português, informática mas não sabe quais são os procedimentos necessários para isso?

Siga este guia!

Dar aulas particulares é simples, mas há algumas formalidades a serem seguidas. Para provas de final de ano de colégio, ensino médio ou preparação para vestibular, Enem, dê aquele empurrãozinho para os alunos que precisam de acordo com a lei!

Como encontrá-los para dar aulas para iniciantes, intermediários, avançados, fazer um nivelamento ou aperfeiçoamento? Quais são os certificados, atestações, recibos para dar aulas particulares de português ou de outras matérias? A gente precisa fazer um curso especial para dar aulas particulares?

Essas e outras questões serão respondidas até o final deste post!

Onde se inscrever na internet e dar aulas particulares?

O Superprof é um site especializado em aulas particulares, diferente de outros onde você pode postar pequenos anúncios de todas as espécies. Nós somos suspeitos para falar do Superprof, claro! Nem precisamos de falar que recomendamos o site para você colocar seu anúncio de matemática, inglês, geografia, história…

Veja alguns dados sobre o Superprof para convencê-lo disso:

  • Aproximadamente 18 mil pesquisas por dia
  • Mais de 200 mil alunos depois da criação do site
  • Um motor de pesquisa preciso para que cada aluno encontre a « tampa para a sua panela » ou professor para a disciplina que quer aprender!
  • Um sistema de pesquisa fácil e preciso por matéria e localização/CPF
  • Um bom posicionamento no Google para os alunos encontrarem os professores rapidamente

Professor também tem que alimentar suas redes sociais digitais! Divulgar seu trabalho na web é muito importante para encontrar alunos

Você pode se inscrever de maneira fácil e rápida! É você que fixa o preço de suas aulas tendo vários fatores em conta (sua experiência, idade de seus alunos, seu nível, sua situação geográfica etc).

Para te dar um exemplo, as aulas de português em São Paulo (SP) são em média R$ 70 contra R$ 25 em Caxias do Sul (RS). Mas um professor que dá aulas para ensino fundamental ou médio pode faturar entre R$ 70 e R$ 1oo por hora de acordo com o nível do estudante.

Faça várias pesquisas em nosso site antes de anunciar o seu melhor preço.

Além disso, o site é feito somente para você e seus futuros alunos. Sem perda de tempo, é muito fácil encontrar um professor de matemática no Superprof ou de qualquer outra matéria perto de você!

Que tipo de contrato escolher para dar aulas particulares em domicílio?

Uma das opções para trabalhar como professor particular de forma legal é através do tipo de contrato Microempreendedor Individual (MEI).

As condições para se cadastrar como tal são ganhar até R$ 60 mil por ano e não ter ou ser sócio de outra empresa. O microempreendedor pode ter um assalariado que ganha aproximadamente um salário mínimo além, claro, da pessoa que fez o registro (você!).

No caso do professor, é simples! Tudo funciona via internet e o profissional pode emitir notas fiscais para seus clientes sem problemas! O registro do MEI permite ao trabalhador liberal ter um Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

Além de poder emitir nota, o CNPJ é importante para garantir melhores prazos e preços com seus fornecedores. Não se esqueça que mesmo papel, caneta, impressora e tinta custam dinheiro! E é sempre bom ter tudo isso com um precinho melhor! Com certeza, vai sobrar mais dinheiro para você!

O MEI permite ter os direitos básicos dos empregados Fique em dia com a lei e exerça uma atividade legal como professor

Outra vantagem é alugar uma sala ou um espaço com o cadastro de pessoa jurídica. Os aluguéis são mais em conta com o CNPJ comparado com os preços para uma pessoa física.

O MEI não é nada complexo! Ele exonera o profissional de impostos federais como imposto de renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL. Isso acontece porque o contrato está inserido no programa simples nacional.

O contribuinte vai pagar somente uma taxa por mês de acordo com sua atividade: R$ 47,85 (comércio ou indústria), R$ 51,85 (prestação de serviços) ou R$ 52,85 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS, ou seja, os direitos que devem ser garantidos por lei para qualquer trabalhador.

Para o professor particular, essa taxa será de R$ 51,85 por oferecer uma prestação de serviços. O preço sofre alterações de acordo com o valor do salário mínimo da época.

Ou seja, a pessoa inscrita no MEI tem acesso a aposentadoria através da quantia que ele paga todo o mês para a previdência social. Além disso, o profissional pode contar com o auxílio doença caso ficar doente e não puder trabalhar durante um tempo. Esse direito permite que a pessoa receba um pagamento até ela se recuperar.

Outra vantagem para as mulheres é o auxílio maternidade para ficar com o bebê em seus primeiros meses e receber durante esse período.

O profissional não precisa se preocupar também com formalidades como ter um contador, por exemplo. Ele pode fazer sozinho a contabilidade e não precisa de escriturar um livro.

A formalidade, nesse caso, é a declaração das receitas que deve ser feita antes de todo o dia 20 de cada mês. Você vai fazer isso pela internet através do Relatório Mensal das Receitas. Nele, você vai anexar todas as notas fiscais que emitir no período.

Não é necessário ter um contador para ser microempreendedor Você é o seu chefe, então faça bem as contas!

O microempreendedor também deve declarar o que ele ganhou por ano através da Declaração Anual do Simples Nacional – DASN e SIMEI.

Pronto! Agora você já sabe como formalizar sua vida de professor particular sem muitas complicações! Pelo contrário, o cadastro é simples e você paga um valor fixo independente do quanto faturou (se você não ultrapassar de R$ 60 mil por ano).

Isso quer dizer que você pode faturar até R$ 5 mil por mês para ter esse status contratual. O principal benefício é permitir a legalização de sua atividade. Através disso você pode trabalhar para empresas e ganhar mais clientes!

Sem contar que você tem o mínimo dos benefícios de qualquer trabalhador normal garantidos por lei. Outro fator muito importante é que seu chefe é você mesmo e não precisa de dar satisfações para ninguém (além da declaração mensal e anual, claro!).

Já está imaginando quantos alunos vai ter? E sem encarar um trabalho informal? A categoria de Microempreendedor Individual vai ser o caminho para trabalhar emitindo nota fiscal, tendo os direitos básicos de cada trabalhador!

E claro, sem precisar de ter um contador e podendo trabalhar sozinho ou com um empregado. Ou seja, ser seu próprio chefe, não é perfeito?

Qual formação é necessária para se tornar professor particular?

A experiência também conta muito na hora de dar aulas Não é preciso ter diploma para dar reforços escolares

Você não precisa fazer uma formação específica para ser professor particular. A única regra é ter mais de 14 anos, idade mínima para se trabalhar no Brasil. Nenhum diploma é exigido.

O curso superior não é exigido, independente do local que você der aulas particulares. Mesmo se você der aulas para a webcam!

Você está no ensino médio e quer ter seu próprio dinheiro sem precisar de depender de seus pais ou trabalhar sem horários fixos todos os dias? Você pode dar aulas particulares de reforço escolar ou ajuda na lição de casa para alunos do primário ou colégio!

Na teoria, é possível dar aulas de violino, por exemplo, sem ter um diploma de música ou ter participado do conservatório. Mas na prática, você daria aulas de violino sem nunca ter tocado nesse instrumento em sua vida?

Claro que não, né? Certamente, você não é obrigado a ter um diploma, mas a experiência… sim! Um professor particular é antes de tudo uma pessoa que tem conhecimentos e competências próprias em uma determinada matéria e que quer compartilhar isso com alguém.

Se você quiser dar aulas de inglês, você vai ter que conhecer bem inglês!

Você quer dar aulas de bateria? Você não precisa ter um diploma, mas precisa de tocar bem o instrumento.

Isso é uma questão de bom senso, né?

O diploma não é essencial, mas claro que ter um diploma na matéria que você dá aula vai te trazer mais trabalho e credibilidade, ou seja, mais dinheiro. Na verdade, o nível escolar e a especialização contam muito no salário no Brasil. Não ache que para dar aulas particulares vai ser diferente…

Um bom professor particular com bastante experiência no ensino, em escolas públicas ou particulares, com diplomas de graduação, pós graduação, mestrado, doutorado, licenciatura, etc vai ter mais alunos!

Além disso, o professor com a formação adequada pode cobrar mais pelas suas horas/aula!

Para resumir:

  • Pense 2.0: lance sua estratégia na internet através de sites especializados como o Superprof, redes sociais para encontrar alunos e desenvolver suas atividades!
  • Um professor particular pode optar pelo sistema de Microempreendedor Individual (MEI). A vantagem é que o profissional não paga muito imposto e tem os direitos básicos de todos os trabalhadores no Brasil. Porém, você não pode ultrapassar a quantia de R$ 60 mil por ano.
  • As declarações de renda são obrigatórias como o Relatório Mensal das Receitas e a Declaração Anual do Simples Nacional.
  • Nenhum diploma é exigido. Porém, sem competência e experiência na disciplina, nenhum professor tem alunos. O diploma acaba dando mais credibilidade e ajuda o professor a encontrar mais alunos e ganhar mais.

Saber tudo isso e trabalhar de maneira legal faz parte também das qualidades de um professor particular!

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (moyenne de 1,00 sur 5 pour 1 votes)
Loading...
Carolina
Quero aprender italiano e espanhol, mas preciso mesmo é do inglês... Leio as plaquinhas nos museus, gosto de música e de cinema dos anos 70. De agora, só o Pablo do arrocha que serve.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz