Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

Seleção de livros para o aprendizado do espanhol

De Camila, publicado em 13/07/2017 Blog > Idiomas > Espanhol > Melhores obras escritas para aprender o idioma da Espanha?

Para aprender uma língua estrangeira, seja ela o inglês, o alemão, o francês ou, no nosso caso, o espanhol, o estudo da teoria é imprescindível. Sem as bases gramaticais do idioma, é muito difícil fazer algum progresso.

Você sabia que a língua falada pelos hispanofônicos é uma das mais estudadas no mundo? Ela também é falada por uma quantidade significativa da população: 400 milhões de pessoas ao redor do globo. A maioria delas se encontram aqui na nossa América Latina.

Uma das melhores saídas para aprender o idioma é através de aulas particulares ou em grupo. Se você tiver um bom professor, com certeza ele te aconselhará – e indicará – a leitura de livros na língua de Miguel de Cervantes para melhorar sua fluência.

Seja para passar um tempo na Espanha, no México, na  Argentina, no Uruguai ou simplesmente pelo simples e puro prazer de falar o idioma de Lionel Messi, Superprof.com.br preparou uma lista com umas das melhores publicações para melhorar suas habilidades linguísticas.

Uma boa bibliografia é a melhor ferramenta para se aprender espanhol. Boas dicas de leitura são sempre importantes no aprendizado de uma nova língua.


Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Os melhores livros da literatura espanhola para dominar o idioma

Se você pensa que somente os livros de teoria são bons para se aprender uma língua estrangeira, então está muito enganado(a)!

A rica literatura espanhola é um ótimo meio para se jogar no idioma e ainda se divertir. Claro que você não vai começar a ler um equivalente de Shakespeare. A melhor escolha são autores mais acessíveis, mas nem por isso menos interessantes.

Confira algumas sugestões para começar a se lançar na leitura em espanhol:

  • Gabriel García Márquez El relato de un náufrago: obra sobre o relato verídico do único sobrevivente de um naufrágio de um navio de guerra colombiano de 8 tripulantes. O livro conta com uma série de entrevistas com Luis Alejandro Velasquez, o único dentre eles que voltou com vida da aventura. Se você gosta de polêmicas, então a publicação é um deleite. Isso porque o governo da Colômbia relatou publicamente que a embarcação afundou devido à questões meteorológicas. Já Velasquez testemunha que a fatalidade ocorreu por causa de um carregamento ilegal mal estocado que se desprendeu do navio, ocasionando o acidente.
  • Joseph JoffoUn saco de canicas: obra autobiográfica que se passa durante a Segunda Guerra Mundial (1941-1944). Ela conta a história da fuga de dois irmãos judeus através do território francês depois da ocupação nazista;
  • Armando Palacio ValdesLa hermana San Sulpicio: este é um grande clássico do gênero realista espanhol. O livro conta a história do amor impossível entre uma freira e um médico galego. Se você ama aventuras de amor, então, com certeza, esta publicação cairá no seu agrado;
  • Carmen Martín GaiteCaperucita en Manhattan: baseada no conto da Chapeuzinho Vermelho, este livro conta a história de como Sara Allen, que vive em Manhattan, aprende a ler, escrever e pensar de maneira original graças ao namorado da sua avó;
  • Carlos Ruiz ZafonLa sombra del viento: em uma Barcelona pós-guerra, este romance mistura suspense, amor e literatura ao redor de Daniel Sempere, personagem principal.

As publicações bilíngues são igualmente uma ótima opção para começar a leitura em espanhol. Elas permitem que você leia em idioma estrangeiro e veja simultaneamente o correspondente em português. Vale a pena procurar nas livrarias e bibliotecas tanto os livros que acabamos de indicar em versão bilíngue quanto outros que possam igualmente te interessar.

Se tiver dificuldades em encontrar-los,  não hesite em pedir ajuda aos vendedores ou bibliotecários. Eles são especializados neste tipo de busca e, com certeza, ficarão felizes em te auxiliar.

Outro formato interessante para começar a se aventurar na leitura em língua hispânica é o de livro de contos.

Superprof.com.br te indica 3 títulos que valem a pena:

  • Vários autores (organizado por Henri Yvine), Cuentos fantásticos de América: para descobrir e redescobrir o prazer da leitura de grandes nomes da literatura contemporânea de língua espanhola;
  • Isabel AllendeCuentos de Eva Luna: os personagens da trama se cruzam, se encontram, se amam e se separam, sempre vivendo entre sonho e realidade;
  • Manuel Vásquez MontalbánNovelas (La soledad, acompañada del pavo asado; El Exhibición; Tal como éramos; El coleccionista): atenção especial para o último conto do célebre autor catalão morto em 2003. Ele conta a história de um agente da CIA que tem por missão vigiar Marilyn Monroe.

Livros de escrita simples são uma boa opção para iniciantes. Que tal começar com títulos de leitura fácil?

O formato conciso dos contos apresentam inúmeras vantagens para o leitor ainda inexperiente no idioma espanhol. Uma delas é o fato de não passar uma eternidade em uma mesma história e sentir uma breve satisfação em poder efetuar uma leitura rápida. Outro ponto positivo é que não temos tempo de perder o fio da meada, já que o conto é curto.

Este tipo de narrativa é, sem dúvida, uma excelente escolha para começar o exercício de leitura na língua hispânica, mantendo-se sempre motivado a seguir em frente!

Títulos ideais para melhorar seu nível de espanhol

Em curso particular ou em grupo, em uma escola grande ou com um professor independente, nada melhor para dar aquela turbinada no seu nível da língua espanhola do que se dedicar a uma boa leitura. Aderindo à prática, você verá como suas habilidades gramaticais e seu conhecimento de vocabulário e conjugação irão se refinar.

Bem conhecida dos amantes de literatura, as publicações dos escritores da língua de Miguel de Cervantes contam com nomes que melhoraram, adaptaram e aperfeiçoaram o idioma.

Os romances, contos e poemas nos permitem conhecer mais sobre a cultura espanhola e a história das nações que falam a língua, sempre proporcionando a possibilidade de enriquecermos nosso vocabulário com novas palavras.

A beleza das ruelas de Sevilha, o charme dos monumentos de Andaluzia ou ainda as diferentes características de uma população que participou do desenvolvimento de uma cultura reconhecida pela riqueza de sua língua e de seus costumes.

Para os estudantes em nível básico, nos focamos abaixo em obras de fácil acesso à língua espanhola:

  • Carlos CuauhtémocLos ojos de mi princesa: conto escrito pelo autor mexicano em 2004;
  • Pedro Páramo, El llano en llamas: conto escrito pelo também roteirista e fotógrafo mexicano em 1959. Traduzido em mais de 30 idiomas, o título se tornou um best-seller nos Estados Unidos com mais de um milhão de exemplares vendidos;
  • Jaime SabinesLos amorosos, Cartas a Chepita: série de cartas poéticas publicadas pelo escritor e poeta contemporâneo mexicano.

Conhecendo o país e a língua espanhola através dos livros. Quel tal viajar para a Espanha através da literatura?

Para aqueles que já alcançaram um nível intermediário, o melhor conselho é a escolha de clássicos da literatura hispânica. Veja algumas sugestões:

  • Miguel de CervantesEl Quijote ou Don Quijote de la Mancha: este livro é, sem sombra de dúvidas, um dos mais populares da literatura espanhola;
  • Autor desconhecidoLazarillo de Tormes: o texto apareceu pela primeira vez em 1554 e o responsável pela obra permanece misterioso até os dias de hoje;
  • Leopoldo Alas y Ureña (ou Clarín), La regenta: este clássico já ganhou adaptações para o cinema, televisão e teatro;
  • Fernando de RojasLa celestina: uma das mais belas obras da literatura do idioma hispânico. Ele é lido pela maioria dos jovens nativos da língua;
  • Pedro Calderón de la BarcaLa vida es sueño: este não é um dos títulos mais fáceis a ser lido. Sendo assim, um nível próximo ao B1 é o mais aconselhável para sua boa “degustação”;
  • Rodrigo Díaz, Cantar de mio Cid: escrito há mais de um milênio, este livro permitirá aos apaixonados pela língua de descobrir sua poesia;
  • Juan RuizLibro de buon amor: considerado o livro mais importante da época medieval espanhola, ele foi escrito pelo autor que ganhou o apelido de “arcipreste de Hita”;
  • Pedro Calderón de la BarcaEl alcalde de Zalamea: esta publicação é considerada como uma obra-prima do Século de Ouro espanhol;
  • Vicente Blasco IbáñezCañas y Barro: leitura ideal para quem quer fazer uma viagem à Valência (Espanha), pois este é um dos autores mais respeitados da região;
  • Benito Pérez GaldósFortunata y Jacinta: escrito no século XIX, este livro faz parte dos grandes clássicos do gênero realista espanhol.

Livros que foram adaptados para o cinema

Muitos reclamam das produções cinematográficas de Hollywood e da falta de capacidade dos grandes estúdios em produzir filmes com conteúdos de boa qualidade. A reputação construída por eles é a de que estão mais preocupados com o sucesso de bilheteria do que com o “recheio” das produções.

No entanto, a indústria do cinema também tem – algumas vezes – o dom de transportar para as grandes telas obras literárias de sucesso mantendo sua essência. Alguns exemplos desse feitio são:

  • A saga “Harry Potter” (J. K. Rowling);
  • A saga “O Senhor dos Anéis” (Tolkien);
  • A saga “Planeta dos Macacos” (Pierre Boulle).

A imaginação através da literatura hispanofônica vai a mil! Imaginar as cidades espanholas através dos livros pode ser mágico!

As séries de livros citadas acima são algumas das adaptações mais conhecidas mundialmente que fizeram grande sucesso. Isso não quer dizer que outras inúmeras  obras não tenham ganhado suas versões para as telonas, incluindo excelentes publicações em espanhol. Confira a seleção que Superprof.com.br preparou para você:

  • Tristana: nominada ao Oscar de melhor filme em língua estrangeira em 1970, esta adaptação do livro de Benito Pérez Galdós feita pelo aclamado Luis Buñuel foi grande sucesso de crítica e de público;
  • La Colmena: a publicação redigida por Camilo José Cela apareceu em Buenos Aires em 1951. Sua adaptação ganhou as telonas em 1982;
  • Los santos inocentes: dirigida por Mario Camus, a adaptação deste sucesso do célebre autor da literatura pós-guerra, Miguel Delibes, deu aos atores Alfredo Landa e Francisco Rabal o prêmio de melhor interpretação masculina no Festival de Cannes de 1984.

Agora é mãos à obra, pois não faltam opções para você começar a se lançar na leitura de clássicos espanhóis!

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *