Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar

Características básicas para dar aula de língua espanhola

De Carolina, publicado em 13/06/2017 Blog > Idiomas > Espanhol > Quais são as qualidades de um professor de espanhol?

Você quer ser professor de espanhol?

Seja no colégio, ensino médio ou em domicílio sendo professor particular, você terá que saber muito bem a língua. Mas não só isso…

Como motivar seus alunos? Transmitir seus conhecimentos? Preparar aulas interessantes? Ser pedagógico?

Conhecer o idioma in loco é a melhor coisa! Você aprendeu a língua espanhola na Espanha e quer dividir seus conhecimentos com outras pessoas?

São tantas questões que a gente se pergunta para ensinar a língua de Cervantes!

Algumas características são essenciais para ser um bom professor na educação básica (educação infantil, ensino fundamental e médio).

E você? Tem o perfil de um Superprof de espanhol?

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Ser bilíngue, mas não somente…

Você tem um bom nível de espanhol? Mas isso não é o suficiente… Você terá que aperfeiçoar sua prática da língua para se tornar um perfeito bilíngue.

Difícil querer ser professor de uma matéria se você não tiver o domínio perfeito do seu conteúdo. Além disso, ter seguido um bom percurso escolar para ensinar espanhol. Para as línguas, uma passagem obrigatória para se tornar bilíngue é uma temporada linguística em um país hispânico! Uma imersão proveitosa para alcançar o seu objetivo!

Ou se não, você pode dar aulas particulares mesmo não sendo perfeitamente bilíngue. Porém, você tem que tomar cuidado para não ter alunos com um nível superior ao seu. Vários estudantes, por exemplo, propõem aulas particulares (mais de 330 mil no Superprof!).

Mesmo se eles ainda não terminaram a faculdade, eles conhecem todas as bases e têm um nível suficiente para dar aulas para estudantes do colégio e ensino médio.

O professor de espanhol deve ser uma verdadeira referência para o seu aluno. A gente espera que o educador seja capaz:

  • Responder a todas as questões,
  • Explicar claramente o interesse e a importância de uma regra gramatical,
  • Dar exemplos concretos,
  • Dividir suas experiências… mesmo se ele não seguiu uma formação específica para ser professor de espanhol.

A experiência é sem dúvida o elemento que melhor define um bom professor de espanhol. Na verdade, aprender uma língua requer tempo, prática e muito investimento pessoal.

A experiência de um educador é o principal ponto que determina a capacidade de transmitir seus conhecimentos e todas as subtilidades da língua.

Dificuldades gramaticais em espanhol

O espanhol é uma língua muito próxima do português. Todas as duas são oriundas do latim! Porém, há algumas diferenças muito importantes que é preciso saber de cor para ensinar.

Seus alunos vão pensar que é uma língua fácil de aprender por causa dessas semelhanças com o português! Eles vão pensar que basta fazer uma tradução palavra por palavra para aprender…

Porém, eles estão muito enganados!

Conhecer o idioma com a arte é muito bom! Artistas mexicanos são um bom tema para suas aulas de língua espanhola

Primeiro porque não se aprende uma língua traduzindo. A gente tem que aprender toda a lógica da gramática e colocá-la em prática para aprender.

Segundo: mesmo se o português é muito parecido com o espanhol, as frases não são formuladas da mesma maneira e os verbos são bem diferentes!

Por isso, o aprendizado da língua espanhola precisa de um método específico para ser transmitido. É importante que seus alunos aprendam a pensar na língua, enriquecer seu vocabulário…

Você está pronto para explicar a seus alunos todas as regras úteis de gramática para construir frases corretas em espanhol?

É preciso conhecer muito, mas também saber transmitir seu conhecimento:

  • explicar,
  • responder às questões,
  • propor exercícios,
  • dar conselhos práticos para favorecer a memorização das regras gramaticais…

Alguns pontos da gramática que costumar gerar problemas entre os alunos:

  • A utilização de verbos como: gustar, encantar, doler…
  • A pronúncia das palavras,
  • Memorizar as diferenças das palavras que são muito parecidas em português.

A conjugação do espanhol nem sempre é fácil de aprender e conta com especificidades como:

  • Os verbos irregulares (ditongos crescentes, decrescentes),
  • A utilização da voz passiva que tem muita importância no espanhol…

Várias noções que você pode aprender no ensino médio em espanhol!

O papel do professor é de facilitar a compreensão dos aspectos mais difíceis de uma língua. Às vezes, essa etapa é bem complicada!

Isso vale para a língua espanhola, mas também para o russo, francês, inglês, chinês, alemão, italiano…

Fonética espanhola

 Além da teoria, seus alunos terão que trabalhar rapidamente suas aptitudes orais (compreensão e expressão).

Para dominar o espanhol e poder seguir uma conversa, é importante saber bases indispensáveis!

Fonética, pronúncia, acentos: eles são muito importantes para falar espanhol!

Então, você vai ajudar seus alunos a melhorar sua pronúncia com o aprendizado dos sons:

  • “ll”,
  • “j”,
  • “rr”,
  • “ñ”…
  • Quanto a capacidade de enrolar o R, muitos vão aprender rapidamente. Alguns terão mais dificuldade…

Não deixe de visitar locais que falam a língua espanhola Esta praça mostra todo o esplendor do país em Sevilha!

Se você é perfeitamente bilíngue, sua ajuda será essencial para seus alunos! Em algum momento de sua aprendizagem, você também teve dificuldades com a pronúncia. Você com certeza encontrou boas maneiras para conseguir dominar todas as subtilidades de alguns sons bem específicos.

Civilização espanhola e latino-americana

A língua espanhola é a segunda língua mais falada no mundo (depois do chinês)!

Depois do inglês, é a língua que possui mais locutores disseminados no mundo inteiro: 21 países têm o espanhol como língua oficial.

A razão é simples: o espanhol foi rapidamente propagado em todo o mundo. Os grandes navegadores como Cristóvão Colombo permitiram, graças a suas explorações, a expandir o império além do oceano.

Uma história particularmente rica e seu conhecimento são essenciais para quem quer dar aulas de espanhol.

A Espanha foi dominada pelos romanos, visigodos… Esses últimos deixaram suas marcas no espanhol.

Em seguida, são os muçulmanos que invadiram o país. Durante quase oito séculos, cristãos e muçulmanos disputaram a Espanha. A marca deixada por esses espanhóis é até hoje impressionante. A Alhambra em Genebra ou a Mesquita de Córdoba fazem parte dos mais belos patrimônios herdados dessa época.

Depois, houve a conquista das Américas e a descoberta de novas civilizações: maias, incas, astecas… Esses povos enriquecem ainda mais a história da América Latina! Você ainda pode estudar a história de vários outros países: México, Argentina, Chile, Guatemala… Assim, você terá muita coisa para contar em suas aulas, em espanhol, claro!

Você entendeu, aprender espanhol para seus alunos vai além das questões linguísticas!

Abordar a história das civilizações hispânicas é inevitável! Isso será um diferencial para suscitar o interesse de seus alunos e abri-los para o mundo.

Enfim, isso está longe de ser uma curiosidade quando se trata de ensino da língua espanhola. Uma língua vive através da história de seu povo. Para entender uma determinada língua, é preciso mergulhar na cultura dos países onde ela é falada. Então, é essencial que o professor adquira bases sólidas nesse domínio.

Paixão pela cultura espanhola

Literatura, cinema, gastronomia, pintura… Você é apaixonado por tudo que abrange a língua espanhola? Se sim, isso já é meio caminho andado para ser professor da língua.

Aprender a falar a língua estrangeira é também mergulhar na cultura de um país.

A gente geralmente tem uma visão exterior baseada em alguns elementos redutores. Pergunte a alguém que nunca foi para a Espanha e não fez estudos da língua:

“Como você descreveria a Espanha?”

Você certamente vai escutar tourada, flamenco, Barcelona, Real Madrid… Isso, claro, faz parte. Mas para você, professor de espanhol, a Espanha é muito mais! Você vai ajudar seus alunos a descobrir a Espanha e os países da América Latina em todos os seus aspectos!

Você certamente é apaixonado pela literatura espanhola (Miguel de Cervantes), mexicana (Octavio Paz, Juan Rulfo), colombiana (Gabriel Garcia Marques), uruguaia (Eduardo Galeano, Juan Carlos Onetti, Mario Benedetti), peruana (Isabel Allende, Mario Vargas Llosa), argentina (Julio Cortázar, Jorge Luis Borges), chilena (Pablo Neruda, Gabriela Mistral, Roberto Bolaño), cubana (Alejo Carpentier), guatamalteca (Miguel Ángel Asturias)…

Cinema então, nem se fala! Pintura, artistas… a gastronomia da Espanha e da América Latina!

Para ensinar o espanhol, você pode facilmente dividir a sua paixão e mostrar a seus alunos a cultura hispânica através:

  • Pintores: Goya, Picasso, Dali, Velazquez, El Greco, Frida Kahlo…
  • Cinema: Almodovar, Bunuel, Alejandro González Iñárritu, Alfonso Cuarón, Pablo Larraín…
  • Literatura: Dom Quixote – Cervantes, Garcia Loca, Neruda, Semprun…
  • Tradições populares: semana santa, torradas, dia dos mortos no México…

Aprenda a cultura do país além do idioma! O Dia do Morto é um hábito festejado em vários países da américa latina

Valorizar a riqueza cultural da Espanha e os países hispânicos é essencial. Se você já viajou para esses países, inspire-se de suas descobertas para enriquecer os conhecimentos de seus alunos. Quem sabe algum deles vai descobrir uma verdadeira paixão?

Qualidades de um professor particular de espanhol

Além do conhecimento da língua e da cultura espanhola, você terá que desenvolver competências complementares e ter certas qualidadades:

  • Paciência e escutar bem seus alunos para ajudá-los a progredir,
  • Um método bem pedagógico adaptado para transmitir seus conhecimentos levando em conta a idade de seus alunos,
  • Humor para as aulas serem mais engraçadas,
  • Senso de comunicação para ganhar a atenção do aluno,
  • Capacidade de adaptação para a preparação das aulas,
  • Criatividade para encontrar suportes didáticos originais,
  • Encontrar recursos de espanhol online…

Está pronto para começar? É uma profissional apaixonante que a gente se reinventa para responder às necessidades de cada aluno!

Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz