Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar
7

Como ensinar a língua inglesa na infância?

De Fernanda, publicado em 13/04/2017 Blog > Idiomas > Inglês > Ensinar inglês para crianças

Você não pode ensinar inglês para crianças da mesma forma que faz com os adultos. Para os mais jovens, a pedagogia ideal é aquela que associa estudos e diversão.

Neste artigo você vai conhecer uma série de dicas sobre como ensinar inglês para crianças.

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Coloque a diversão no centro de aprendizagem

Uma criança aprende muito rapidamente, especialmente os idiomas.

Todo mundo sabe que a criança que desde cedo aprende uma língua estrangeira vai, provavelmente, dominá-la perfeitamente em poucos anos.

Então, se você quer ensinar inglês para crianças, saiba que é uma excelente iniciativa. Isso vai ajudá-la muito no futuro, tanto em sua vida pessoal (viagem, etc.) como em sua vida profissional.

Mas para que uma criança possa aprender inglês de forma relativamente rápida e efetiva, você precisa usar uma metodologia consistente.

Quando come;car a ensinar a língua inglesa? Aulas de inglês nos primeiros anos do ensino fundamental.

E podemos resumir esta pedagogia em uma frase: colocar a diversão no centro do processo ensino-aprendizagem. Isso também é válido para o ensino de qualquer outro conteúdo ou disciplina: uma criança sempre aprende mais quando está se divertindo. Quando o ensino se torna sinônimo de esforço, obrigação, dor e trabalho, é bem provável que não funcione. A criança vai se desmotivar e tudo será mais difícil.

O pior é que uma vez iniciado o processo, fica ainda mais difícil de reverter a situação e fazê-la mudar de ideia posteriormente. Para ensinar inglês ao seu filho, você precisa saber associar estudo e diversão de maneira inteligente.

Lembre-se: todos nós já fomos crianças antes de nos tornarmos adultos. Quando crescemos, conservamos parte de nossa infância em nosso ser. Dessa maneira, a ideia de que se aprende mais quando associamos ao prazer, interesse ou paixão, etc. é igualmente válida para os adultos.

Se você tiver dúvidas sobre a maturidade do seu filho para aprender inglês, leia nosso artigo sobre a idade certa para aprender inglês.

Os desenhos animados em inglês

As crianças adoram desenhos animados. Muitas vezes até demais…

Pois bem, uma técnica para ensinar inglês para os pequenos é apresentando animações em inglês. Esta é uma maneira concreta de habituá-los às sonoridades, associando, ao mesmo tempo, conceitos e imagens. Hoje em dia existem muitos desenhos educativos em canais abertos, canais a cabo e mesmo na Netflix, que permitem que os jovens aprendam de uma forma mais divertida.

Como dar aulas de inglês para crianças de um jeito lúdico. A Dora pode ser uma boa companhia na hora de ensinar inglês para seu filho!

Mas cuidado: a televisão e o tablet não são babás. Alguns pais consideram a televisão e os aparelhos eletrônicos como elementos prejudiciais à educação de seus filhos, e com razão. Sobretudo se a criança tiver menos do que 3 anos de idade. Existem especialistas que não recomendam a utilização de eletrônicos antes de 7 anos de idade.

A verdade é que tudo depende da metodologia, da pedagogia e  do acompanhamento dado. Limite a exposição a sessões de curta duração, e nunca deixe seu filho assistindo sozinho.

Canções e cantigas em inglês

As músicas e cantigas em inglês são também uma ótima maneira de familiarizar os pequenos com a língua de Shakespeare. As crianças adoram música. E você encontra facilmente na internet compilações de cantigas e canções em inglês. Você também pode usar o YouTube ou o Dailymotion. A vantagem é que seus filhos poderão associar palavras e imagens simultaneamente, o que ajuda na memorização do vocabulário.

A vantagem das músicas em inglês não reside apenas na escuta. A canção, você pode ouvir, mas também pode cantar. A maioria das canções e cantigas são elaboradas para serem repetidas por todos, com o uso de refrão, por exemplo. Assim, as músicas também permitem que os pequenos aprimorem a pronúncia. Seus filhos vão querer aprender as músicas de cor, e assim exercitar a memória e a expressão oral. E se você pretende desenvolver a sensibilidade musical, saiba que você proporcionando o ambiente ideal para tal.

Livros em inglês para crianças

No mercado de hoje existem livros lúdicos, ilustrados e concebidos especialmente para educar crianças e jovens. Alguns deles também vêm acompanhados de materiais complementares, como áudio e vídeos. São, portanto, verdadeiros recursos interativos. Juntamente com os desenhos animados e as músicas, os livros são suporte ideal para os mais jovens.

Quais são os recursos mais adaptados para ensinar inglês a crianças? Explore um novo vocabulário em inglês.

Se seu filho já tem idade suficiente e está familiarizado com o idioma inglês, comece a ler histórias em inglês com ele. Isso pressupõe que você também saiba ler bem em inglês, claro. Mas se você fala bem o idioma e quer ensinar para seus filhos, aproveite a oportunidade para começar também os estudos. Una o útil ao agradável!

Falando em inglês com os pequenos

Se você já é fluente em inglês, não pense duas vezes: converse diariamente com seu filho nessa língua. Agora se você não fala inglês, tem uma certa desvantagem na hora de ensinar a língua para seus filhos… Mas então como ajudar seu filho quando você não fala inglês?

Uma boa ideia são pequenas conversas, simples e lúdicas, do tipo pergunta e resposta. Mas lembre-se sempre de nosso conselho inicial: não faça a criança ter a impressão de que isso é uma obrigação. É necessário que estes momentos tenham um aspecto lúdico, que sejam uma oportunidade para exercer também cumplicidade.

É importante saber que não é necessário ter um nível excelente de inglês para conversar com os pequenos. Esse exercício é portanto acessível para todos, incluindo pais e irmãos.

Em termos gerais, o fato de mostrar ao seu filho que você também fala inglês pode gerar uma impressão bem positiva nele, por conta do efeito de imitação. Seu filho vai querer falar como você e vai gostar da ideia de que não é o único a aprender ou ter aprendido o inglês. Talvez isso estimule tanto que ele queira continuar os estudos em inglês ao longo do ensino fundamental e médio.

Sites educacionais e aplicativos

Não importa a idade: o aprendizado divertido e lúdico é a melhor maneira de progredir rapidamente.

Isto é ainda mais válido para as crianças.

Atiçar a curiosidade e a criatividade com o auxílio de jogos contribui para que as crianças aprendam uma língua estrangeira sem nem mesmo perceber!

Aprender números, cultura, exercícios de escrita em inglês… Conheça nossa seleção de jogos disponíveis na web para seus pequenos aprenderem facilmente:

  • British Council: uma variedade grande de jogos online.
  • TheLiteracyCenter.net: um recurso online animado e colorido para aprender os números, as cores, as horas e o alfabeto em inglês.
  • Startfall.com: ideal para trabalhar a sua pronúncia e sotaque britânico.

Os sites em sua maioria disponibilizam jogos interativos, adaptados a cada faixa etária, todos muito populares com crianças pequenas.

Do mesmo jeito que existem muitos aplicativos educativos de línguas estrangeiras para adultos (Babbel, Duolingo, etc.), a oferta de programas para ensinar inglês para crianças é vasta.

Por exemplo, você pode experimentar:

  • PiliPop
  • Papumba
  • Fun English

Isto também requer que você tenha dispositivo eletrônico e ensine seu filho como usá-lo. As crianças adquirem rapidamente o gosto pelo uso de eletrônicos (mais do que você gostaria, certamente!). Você encontra esses aplicativos educativos em lojas online como o Google Play ou na Apple Store. Alguns são pagos, mas a maioria deles são gratuitos. Mas de novo: não abuse da utilização dos eletrônicos. Defina um horário, com uma duração de alguns minutos (máximo de 20 minutos por dia). Isso já será suficiente para ele.

Aulas em grupo

Até agora, demos algumas dicas de recursos que você pode utilizar em um ambiente familiar.

Mas também podemos ensinar inglês fora dos limites da casa ou da família. As aulas de línguas em grupo são uma boa solução para apresentar o idioma inglês às crianças. Podemos comparar esta modalidade de aulas à musicalização, ou a cursos de teoria musical coletiva.

O princípio é o mesmo: ensinar crianças a se comunicarem em inglês de uma forma lúdica.

O “efeito do grupo” cria uma atmosfera propícia para a emulação e a aquisição de conhecimentos. É também oportunidade para desenvolver a sociabilidade desde cedo. Aulas em grupo são muitas vezes também uma boa experiência para os mais jovens conhecerem mais sobre a cultura inglesa ou a cultura anglófona. Trata-se também de desenvolver a curiosidade das crianças, o desejo de conhecer outras civilizações, a capacidade de explorar o mundo com uma mente aberta.

As aulas particulares

Fazer aulas de inglês com um professor particular também pode ser uma boa ideia. Para obter um bom resultado, é importante que as aulas para crianças não sigam uma metodologia escolar tradicional. Certifique-se de escolher um bom professor.

Você sabe quais são as principais qualidades de um bom professor para um ensino eficaz com crianças pequenas?

Conheça algumas delas:

  • é sensível e observador
  • é flexível
  • é didático
  • estimula a curiosidade
  • entra na realidade do aluno
  • é paciente e sabe ouvir
  • comunica-se efetivamente com os pais de alunos.

Para que a criança aprenda durante as aulas particulares, ela deve ser estimulada, gostar de ir à aula e se divertir ao aprender.

O sucesso das aulas particulares depende disso. Dica: se você achar que fez a escolha errada, que o professor não se adapta às suas expectativas ou ao perfil do aluno, não pense duas vezes e mude imediatamente.

Observação: as aulas particulares são voltadas para um público que já possui certa maturidade. Na prática, para crianças menores de três anos, as aulas em grupo são de longe a melhor solução. É melhor esperar 4 ou 5 anos para colocar uma criança em uma aula individual. Os encontros podem ocorrer na casa do aluno ou na do professor.

Para concluir: percebemos que existem muitas maneiras e vários recursos que contribuem para ensinar inglês às crianças. Hoje em dia os materiais são muito mais acessíveis. Mas a aprendizagem, claro, vai depender sobretudo da relação entre docente e discente.

Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz