A revista que adora os profes, os alunos, as aulas particulares e o intercâmbio de saberes

Você sabe calcular mais rápido do que uma calculadora?

Par Fernanda le 29/11/2016 Blog > Reforço escolar > Matemática > Como fazer cálculo mental depressa?
Table des matières

Muitas vezes a matemática pode se tornar um verdadeiro fardo: um problema na sua vida!

Com tantas fórmulas, teoremas, álgebra, geometria, funções malucas, temos a impressão de estar em outro planeta!

Nessa disciplina, entre todos os exercícios, existe um que todos nós estudamos e não parece ser um dos mais fáceis: o cálculo mental.

Essa é frequentemente a ovelha negra para os estudantes! Quando estamos na frente de todos esses números e precisamos fazer tudo de cabeça, tudo começa a girar!

Apesar disso, o fato de conhecer de cor as tabuadas, as somas, divisões, quem sabe até as raízes quadradas, pode ser uma vantagem no dia a dia do estudante.

Você não se sente um pouco bobo de ter de usar o seu smartphone para calcular a conta do restaurante? Ou para efetuar uma simples regra de três ou um cálculo de porcentagem?

A tecnologia parece ter substituído nossas capacidades de calcular mentalmente, mas isso não passa de uma impressão. Ela é apenas um complemento, uma ferramenta de apoio ao nosso cérebro.

Saiba que você é perfeitamente capaz de contar rapidamente!

saiba fazer cálculos de cabeça Aprender a contar depressa é possível!

Conheça agora dicas e orientações sobre como calcular mais rápido do que sua própria sombra! Ou mais rápido do que sua própria calculadora!

Relembre as noções básicas de cálculo mental

Ao invés de procurar uma calculadora no fundo da bolsa ou ter de baixar um aplicativo qualquer no seu celular para efetuar a mais simples operação matemática, que tal treinar o cálculo mental?

Reveja as principais operações: adição, multiplicação e divisão, além das raízes quadradas. Relembre a tabuada.

relembre as operações de base Todo ensino começa pelo básico, inclusive em matemática!

Em seguida, use algumas técnicas para calcular rapidamente, utilizado os números de 1 a 9. A partir daí, você já vai ter uma grande vantagem nos cálculos mais complexos. Conheça algumas dessas técnicas:

  • Para fazer uma soma com um número que acabe com 9, arredonde primeiro esse número e depois subtraia 1. Por exemplo: para calcular quanto é 525 + 29, faça 525 + 30 – 1 = 554.
  • Vale o mesmo mecanismo para somar o número 11: você soma a dezena primeiro e depois acrescenta 1. Exemplo: 428 + 11 = 428 + 10 + 1 = 438 + 1 = 439.
  • Faça o mesmo tipo de cálculo com todos os números que acabam com 1, como 668 + 31 = 668 + 30 + 1 = 698 + 1 = 699.
  • Quando quiser multiplicar algum número por 4, multiplique primeiramente por 2 e depois multiplique novamente o resultado por 2. Por exemplo: 36 x 4 = 36 x 2 x 2 = 72 x 2 = 144.
  • Para multiplicar por 10 é bem simples, principalmente quando se trata de um número inteiro. Basta acrescentar um zero depois do último número, como em 128 x 10 = 1280. Quando se trata de um número com vírgula, basta andar a vírgula uma vez à direita, como em 68,5 x 10 = 685. Por sua vez, para multiplicar por 100, acrescente 2 zeros depois do último número inteiro, ou ande 2 casas à direita. E por aí vai.
  • Para multiplicar por 5, é possível multiplicar primeiro por 10 e depois dividir por 2, como em 224 x 5 = 224 x 10 / 2 ou seja 2240 / 2 = 1120.

Faça o mínimo de esforço ao calcular

Essas dicas práticas de matemática são úteis para muita gente e, no fundo, são bem fáceis de realizar, uma vez que nosso cérebro funciona dessa maneira.

Num mundo onde tudo funciona cada vez mais depressa e o instantâneo faz parte de todas nossas ações, sempre queremos que as coisas estejam praticamente prontas: a louça lavada antes de ligar a máquina, a roupa limpa e passada para sairmos, a comida pronta no forno… O mesmo acontece em matemática, com a aritmética ou outros cálculos!

O objetivo é de simplificar a sua vida, seus pensamentos, adquirir automatismos e ganhar tempo. Tudo isso treinando seu cérebro simultaneamente!

Aulas particulares podem ajudar a calcular mentalmente Adquira reflexos matemáticos com a ajuda de um bom professor.

Para isso, que tal começar a fazer aulas particulares com um professor em sua casa? Você sabe quantas aulas são necessárias para que você avance na disciplina?

Em função do seu nível e de suas habilidades, mas também em função de suas dificuldades e expectativas, o professor vai trazer soluções sob medida, e truques para que você aprenda a calcular rapidamente.

Ele vai trazer dicas como essas que citamos acima, e também dará outras pistas fundamentais para que você tenha muitas operações resolvidas em mente.

Atualize seu cérebro

A noção de informática « atualizar » também funciona quando o assunto é o cérebro. Na verdade, sua mente trabalha como um computador. Segundo o Salk Institute em La Jolla, na Califórnia (EUA), nosso cérebro teria a capacidade mínima de 1 petabyte (o mesmo que 1015 no Sistema Internacional de Unidades), ou seja, uma capacidade de memória equivalente a todo o conteúdo que podemos encontrar na Internet.

Para se ter uma ideia, só os 4 gigantes da web que são Facebook, Google, Microsoft e Amazon estocariam sozinhos 1200 petabytes em dados.

Os pesquisadores deste instituto americano também descobriram que nosso hipocampo (glândula que se localiza no cérebro responsável pela nossa memória) e seus neurônios precisam de pouquíssima energia para funcionar a 100%.

Dessa maneira, se nosso cérebro é a estrutura central com seu disco duro, nossa mente e nossa capacidade de compreensão e de aprendizagem são os softwares que devem ser regularmente atualizados.

dicas para aprender a calcular de cabeça Você quer se tornar um mestre da matemática e não sabe como?

Nosso cérebro também tem necessidade de variar os métodos de aprendizagem para estimular suas diferentes capacidades: quanto mais você se interessar por assuntos diversos, mais vai forçá-lo a colocar os neurônios em funcionamento, e assim fazer a informação circular mais depressa. Por isso que o cálculo mental contribui para seu pensamento.

Para progredir em matemática, « instale novos programas », aprenda novos métodos para aprimorar sua maneira de pensar, leia bastante, procure fontes de conhecimento diversificadas.

As aulas de matemática se encaixam perfeitamente nesse contexto: seja com cursos online, aulas tradicionais em uma universidade ou em uma escola, ou ainda aulas particulares em casa – você vai encontrar o método mais adequado para aprender novas abordagens e assim calcular as operações, assimilar um teorema, etc.

Não vá tão depressa em matemática

De nada adianta correr: é preciso respeitar o seu ritmo de aprendizagem da disciplina. Aliás, você pode aprender matemática de um jeito diferente se conseguir descontrair um pouco, não colocar tanta pressão nos estudos. Considere incluir a calma e a tranquilidade na hora de estudar.

Se você quer aprender a calcular depressa, se deseja resolver todos os problemas em poucos minutos, comece treinando suas capacidades mentais, ou seja, consolide seus conhecimentos e faça regularmente exercícios de matemática.

Quanto mais você se precipitar, mais correrá o risco de errar e pular etapas essenciais nos seus estudos. O resultado será uma nota ruim!

cuidados na hora de aprender o cálculo mental Não confunda rapidez com precipitação na hora de calcular!

Comece com calma, devagar, decifre o problema matemático por partes, identifique o que você já sabe resolver, como você pode solucionar, qual o melhor método para seguir.

Faça o balanço do que você conhece e veja se consegue integrar no cálculo para encontrar a solução. É essencial relembrar o que você já sabe: utilize vídeos na internet, consulte diretamente seu professor de matemática na escola ou procure um professor particular para que ele ajude no que você está precisando.

Mais do que encontrar depressa a resposta, é importante entender o caminho que você percorreu para chegar ao resultado. Um professor sabe indicar alguns caminhos e métodos alternativos que vão esclarecer muitas de suas dúvidas.

Reserve um tempo para assimilar as noções de base dos cálculos, as principais teorias matemáticas e aplique esse conhecimento nos exercícios mais fáceis.

No começo, isso dará mais segurança e você pode, aos poucos, aumentar a dificuldade e o nível dos exercícios.

Um ritmo progressivo é muito mais eficaz para o avanço dos estudos em matemática.

Divirta-se aprendendo

Apesar de o professor ser a pessoa mais indicada para identificar as dificuldades do aluno e assim poder ajudá-lo (com o apoio de seus pais e seus amigos), você pode aprender técnicas para melhorar sozinho seus estudos em matemática.

A vida do dia a dia apresenta inúmeras situações que podem contribuir para seus estudos: lembre-se sempre de utilizar essas situações de maneira lúdica e com bom humor!

Nós progredimos muito mais quando gostamos do que fazemos, não é verdade?

Por exemplo: enquanto estiver fazendo compras no supermercado, tente estimar o valor total do seu carrinho. Não se trata de calcular exatamente o preço, centavo a centavo, mas de ter uma noção aproximada. Isso serve para testar seus conhecimentos e suas habilidades de calcular rapidamente.

Uma outra dica para treinar sua velocidade nos cálculos em matemática é cozinhando: para fazer uma receita de bolo ou de torta, você pode se familiarizar ou desenvolver seu talento de cálculo mental lidando com quantidades e pesos, convertendo medidas, unidades de volume (grama, quilograma, litro, decilitro, etc).

Aprenda os números cozinhando Quer uma boa receita? Que tal uma pitada de matemática na sua cozinha?

É uma excelente ocasião para trabalhar noções de proporção de frações, por exemplo, na hora de dividir um bolo de cenoura em pedaços iguais para 4 ou 6 pessoas.

A matemática está presente em nossa vida todos os dias: seja na hora de calcular o trajeto de carro, a quantidade de quilômetros, arrumando alguma coisa em casa, costurando… Você sempre vai encontrar algum motivo para pensar em números e treinar sua mente!

Para ir bem em matemática, não tem muitos segredos: só a prática constante, a frequência e a repetição dos exercícios lhe proporcionarão facilidade e agilidade intelectual para calcular mais depressa.

Com ou sem professor, faça exercícios de matemática para exercitar seu cérebro até que você tenha reflexos espontâneos na hora de calcular. O cérebro é uma máquina, é preciso colocá-la para funcionar, alimentá-la, cuidá-la, para que ela tenha um bom desempenho sempre.

Depois de seguir todos esses conselhos e praticar todos esses exercícios, de repente você vai se dar conta de que estará fazendo operações de cabeça, bem depressa!

Nos précédents lecteurs ont apprécié cet article

Cet article vous a-t-il apporté les informations que vous cherchiez ?

Aucune information ? Sérieusement ?Ok, nous tacherons de faire mieux pour le prochainLa moyenne, ouf ! Pas mieux ?Merci. Posez vos questions dans les commentaires.Un plaisir de vous aider ! :) (Soyez le premier à voter)
Loading...
Fernanda
Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.

Commentez cet article

avatar
wpDiscuz