Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Superprof uma comunidade de
1.421.871
professores particulares independentes
TOP 10 professores
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Matemática
Inglês
Inglês
Italiano
Teatro
Fotografia
Português para Estrangeiros
Inglês
Inglês
Inglês
Programação
Fotografia
Teatro
Química
Inglês
Inglês
Superprof uma comunidade de professores particulares independentes
TOP 10 professores
Música Violão e Guitarra Reforço escolar Matemática Idiomas Inglês Aulas particulares Dar aulas particulares
Compartilhar
1

5 mitos sobre a geometria e álgebra

De Carolina, publicado em 15/12/2016 Blog > Reforço escolar > Matemática > 5 preconceitos sobre a matemática

A matemática é uma das matérias mais odiadas de todos os tempos. Se você está lendo este post, provavelmente já teve dores de cabeça, crises de insônia, de pânico quando uma prova difícil estava se aproximando…

Segundo a crença popular, existem os bons em matemática e o resto (sim, se não for bom, você está entre a gentalha…).

Mas se você foi excluído da sociedade, não se preocupe! A culpa disso é principalmente a falta de métodos interessantes para ensinar a matéria dos números. Isso bane uma boa parte dos alunos que aprenderiam de outra forma.

Como para tudo na vida, até o traumatismo pela matemática tem solução!

Quem sabe se a gente desmascarar alguns mitos sobre a disciplina você não vai vê-la com outros olhos?

Mesmo começar a amar a álgebra? Não, sem exageros, né?

Geometria dá menos medo que uma tarântula Não dá para ter fobia dos números como dos insetos…

Então veja 5 preconceitos sobre a matemática que vão te ajudar a repensar seu extremo ódio contra os cálculos e afins.

Saiba que a disciplina tem suas vantagens e pode ser maravilhosa se ensinada com uma boa didática e amor.

Após a leitura deste post, a gente espera que você possa dizer não aos lugares comuns sobre a matéria.

Para saber tudo sobre a matemática…

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Sem ter o dom, é impossível ser bom em matemática

FALSO! Ter dom para a matemática é um mito. Há uma realidade: algumas pessoas têm mais facilidade para estudar a matéria e isso é irritante para muitos. Contudo, os alunos que não aprendem de primeira algum conteúdo são rotulados a vida inteira por não serem bons em matemática. Para ter um nível bom na matéria, você pode seguir alguns destes conselhos:

  • Fazer aulas de reforço e ver tutoriais na internet na hora do almoço.
  • Fazer aulas particulares de matemática.
  • Fazer um nivelamento durante as férias.
  • E principalmente, passar mais tempo fazendo exercícios de matemática que em frente a televisão.

A diferença entre um crânio em matemática e um “burro” na matéria é o tempo necessário para entender e fazer um exercício. Para consolar os “burros” da geometria, os bons alunos nos números têm também as suas fraquezas. É bem provável que você seja melhor em uma outra matéria que ele.

Pode acontecer também de não ter “feeling” nenhum com o professor de matemática: muito seco, duro, insensível e debochado. Alguns têm uma verdadeira fobia contra a disciplina por causa desses professores horríveis.

Geometria não deve ser um problema, mas solução para várias coisas Não se desespere ao ver números e cálculos na sua frente

Isso não quer dizer que você não foi feito para a matemática. O fato é que, muitas vezes (não vale utilizar isso como desculpa esfarrapada), a pessoa que ensina a matéria não está adaptada a seu modo de ver o mundo.

Não se deixe levar por causa disso e ache um super professor de matemática legal, paciente e compreensivo em seu ritmo (sim, ele existe)!

Exemplo vivo (eu!): tirava 5 em provas falando 10 em matemática durante toda minha escolaridade. Quando consegui um 9 foi graças a muitos exercícios e aulas particulares semanais com um professor de matemática. Ainda há esperanças!

Para os amantes das humanas, descubra 7 exemplos de utilização da disciplina nas artes

Matemática não serve para nada

FALSO! Não se conta nos dedos das mãos e dos pés quantos campos de aplicação são possíveis para a matemática. Um pequeno exemplo: quando dividimos a conta com amigos na mesa de um restaurante. Mas uma dica: nunca seja o último a ir embora em uma mesa com mais de 10 pessoas. A probabilidade diz que certamente você pagará para os que não sabem contar direito e não deixaram dinheiro suficiente…

Enfim, brincadeiras a parte, os cálculos são muito importantes em nossas vidas. Não há como negar que a adição, subtração, multiplicação e divisão nos salvam muitas vezes de alguns malandros ou pessoas querendo passar a perna na gente.

Exemplo, na hora de conferir um troco, calcular o aumento do salário, dividir as contas etc.

Quem disse que há crânios e não crânios para os cálculos? Não há cérebro ideal para a matemática?

Vamos continuar nas praticidades do dia a dia. A matemática nos permite saber o preço dos produtos em promoção.

Se você tem um desconto de 20%, basta multiplicar o preço do produto por 0,80 (100 – a porcentagem dividido por 100).

Claro, é sempre bom utilizar uma calculadora, principalmente para preços chatos como R$ 14,95. Fazendo as contas rapidinho, o preço desce para R$ 11,96. A gente aposta que isso vai te servir em algum momento.

As radiografias, por exemplo, precisam da matemática para reconstituir as imagens do corpo humano a partir de alguns pontos (scanner).

As buscas de voos também fazem cálculos matemáticos para achar os mais baratos. Trata-se de construir algoritmos mega performáticos capazes de calcular em tempo real o menor custo para uma viagem entre tantos voos disponíveis.

Algoritmos complexos dominam a computação Isto tudo aí diz qual é o voo mais barato para Miami?

Os estudos das ondas acústicas ajudam a construir muros antirruídos para as estradas e outros espaços. Eles também servem para projetar salas de show, teatro e otimizar a acústica desses lugares. Existem ainda os geradores de ruído para anular os barulhos não desejados (incluindo as técnicas antirruídos).

Os campos de aplicação da matemática são infinitos, ou quase. Entender que ela é uma riqueza essencial pode te ajudar a se reconciliar com ela. Aprender a matemática também é útil no dia a dia.

Claro, um gênio como Einstein iria provar uma expressão como essa com uma fórmula matemática…

Mas não existem muitos Einsteins no mundo. Então, aceitar que a álgebra e a geometria fazem parte de nossas vidas já é um bom começo!

Os matemáticos não são engraçados

FALSO! Antes de tudo, a gente não pode confundir rigor com tristeza. A matemática é uma disciplina que pede muita concentração, estudos e dedicação, isso é fato. Pular um capítulo de funções quando estiver estudando não vai te ajudar a tirar nota boa na prova. Mas nem por isso é preciso deixar de ir na balada, ser aberto e aproveitar a vida.

Álgebra e outros conteúdos podem ser divertidos Não ache que seu colega é louco só por gostar de geometria!

Ver a matemática de maneira lúdica pode conquistar os mais rebeldes contra a matéria. Além disso, os matemáticos são mais sonhadores que você pode imaginar. A gente precisa ter a cabeça nas estrelas para consagrar toda uma vida aos estudos da galáxia, não é mesmo?

Enésima prova que essa expressão é falsa? As ligações entre a matemática e as artes.

A arte e a matemática não têm nada a ver juntas

FALSO! Primeiro, é importante enfatizar que a pintura clássica sempre utilizou da matemática para fazer seus quadros perfeitos. Em seguida, a matemática (veja na história da matemática) serviu de inspiração para temas muito importantes e algumas obras ganharam vida em lugares mundialmente conhecidos graças a disciplina.

Citamos, por exemplo, A Criação de Adão de Michelangelo situado na Capela Sistina. Ou ainda a magistral pintura a Escola de Atenas de Rafael onde vemos Euclides, Pitágoras e Ptolomeu.

A geometria não foi objeto apenas das artes picturais. Ela também foi utilizada como desenho e motor para muitos artistas. A obra de Pablo Picasso, fundador do cubismo, testemunha essa importância da disciplina nas artes. Essa escola propõe telas constituídas de formas geométricas desconstruindo a representação de clássicos dos retratos e naturezas mortas.

O pintor abstrato Vassily Kandinski também se serviu de formas geométricas para criar quadros dinâmicos como Composition VIII. Vasarely também fez quadros com ajuda de um compasso.

A matemática e as artes têm tantos pontos em comum como a matemática e a informática.

As figuras geometricas estão presentes nas obras de arte Composition VIII é pura geometria!

Em 2001, o prêmio Pulitzer elegeu David Auburn por sua biografia dos matemáticos A Prova para o teatro.

A música também é um exemplo, principalmente no século XX com os compositores formados em matemática como Pierre Boulez que ajudou a desenvolver o serialismo (também chamado música serial) para criar suas composições musicais.

Os homens são melhores em matemática que as mulheres

FALSO! Um estudo recente americano publicado na revista Frontiers in Psychology mostrou que a crença, os lugares comuns, os preconceitos influenciam muito na escolha dos estudos e, notadamente, nos estudos das mulheres.

Meninas devem conquistar seus espaços Não há muitas mulheres que lutam artes marciais também…

Os números provam: as mulheres têm 3,7 vezes menos chances de seguir seus estudos em ciências que os homens somente porque elas não se sentem capazes.

Isso é culpa da falta de incentivo, lembrando que os homens e mulheres têm as mesmas capacidades em termos de inteligência. Então, o simples fato de pensar que as mulheres são ruins em matemática impede que elas escolham a disciplina para cursar seus estudos superiores.

O problema é que isso se reproduz também no meio científico diminuindo drasticamente o número de mulheres comparado ao dos homens.

Aviso a todas as mulheres que gostam de matemática: não subestime suas capacidades e vá longe!

Você precisa de um exemplo? Marie Curie, física e química polonesa, foi a primeira mulher a ter o Prêmio Nobel de Química pela descoberta do rádio e o polônio. Ela foi a única a receber dois prêmios como esse em sua carreira científica. Seus estudos provaram que os gregos estavam errados quando disseram que a matéria é estável e indissolúvel. Parabéns!

Ela também participou da evolução da matemática e a criação do vocabulário próprio da matéria.

Compartilhar

Nossos leitores adoram deste artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar
wpDiscuz