Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares
Compartilhar

A MPB e sua contribuição para a língua portuguesa

De Carolina, publicado em 13/07/2017 Blog > Reforço escolar > Português > A música brasileira no aprendizado do português

Quem nunca escutou: “A de amor, B de baixinho, C de coração…”? É a letra da música Abecedário da Xuxa! Ela nos ensina o abecedário da língua portuguesa em uma linguagem fácil e divertida de ser gravada.

Desde pequenininhos, somos estimulados a aprender a língua através da música. E como somos um país em que tudo dá samba, literalmente, a música não poderia deixar de contribuir com o aprendizado da língua portuguesa.

Através delas, a gente conhece palavras novas, o português falado em várias épocas, lindas poesias ritmadas!

Mariana

Nossos professores são realizados

”Com o Superprof, eu consegui encontrar alunos sérios, motivados e com vontade de aprender. Eu recomendo o Superprof!”

Música brasileira do início do século XX

Nós já tínhamos grandes artistas no início do século XX. A mais conhecida entre nós e no mundo se chama Carmen Miranda.

Escute, dance e aprenda português cantando! A canção inspira até aprender a língua portuguesa!

As primeiras músicas que fizeram sucesso da intérprete eram marchinhas de carnaval. Ela começou a ser conhecida na década de 30! Em “Ta-Hí”, a gente pode mostrar rimas fáceis para os alunos desde os primeiros anos do ensino básico:

Ta-Hí
Composição: Joubert de Carvalho – Intérprete: Carmen Miranda

Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração
Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração
Meu amor, não posso esquecer
Se dá alegria faz também sofrer
A minha vida foi sempre assim
Só chorando as mágoas que não têm fim
Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração
Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim
Ô, meu bem, não faz assim comigo não
Você tem, você tem que me dar seu coração
Essa história de gostar de alguém
Já é mania que as pessoas têm
Se me ajudasse Nosso Senhor
Eu não pensaria mais no amor

Em negrito, podemos ver as rimas perfeitas feitas pelo compositor Joubert de Carvalho. Elas são caracterizadas por ter o mesmo som, como por exemplo: esquecer/sofrer, assim/fim, alguém/têm, senhor/amor.

Outra música lindíssima e conhecida mundialmente feita nessa época é “Aquarela do Brasil”. Ary Barroso compôs a canção em 1939 e é uma das músicas brasileiras que tem mais versões. Até Frank Sinatra não resistiu ao som e a bela letra de “Aquarela do Brasil”.

Nas nossas terras, ela também foi regravada pelos principais músicos como: Carmen Miranda, Antônio Carlos Jobim, Elis Regina, João Gilberto, Gal Costa.

Não deixe de escutar as melhores da MPB para aprender a língua portuguesa A maioria das letras de canções brasileiras fala sobre amor e saudades!

Outras bandas internacionais de indie rock como Arcade Fire e Beirut também quiseram registrar suas “Aquarelas do Brasil”

Nela, podemos ver também as rimas perfeitas (em negrito) como na primeira música interpretada por Carmen Miranda:

Aquarela do Brasil – Ary Barroso

Brasil
Meu Brasil brasileiro
Meu mulato inzoneiro
Vou cantar-te nos meus versos
Ô Brasil, samba que
Bamboleio que faz gingar
Ô Brasil, do meu amor
Terra de Nosso Senhor
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim
Ah, abre a cortina do passado
Tira a Mãe Preta,do serrado
Bota o Rei Congo, no congado
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim
Deixa, cantar de novo o trovador
A merencória luz da lua
Toda canção do meu amor
Quero ver Essa Dona, caminhando
Pelos salões arrastando
O seu vestido rendado
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim
Brasil
Terra boa e gostosa
Da morena sestrosa
De olhar indiscreto
Ô Brasil, samba que dá
Bamboleio, que faz gingar
Ô Brasil, do meu amor
Terra de Nosso Senhor
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim
Oh, esse coqueiro que dá coco
Onde eu amarro a minha rede
Nas noites claras de luar
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim
Ah, ouve essas fontes murmurantes
Aonde eu mato a minha sede
E onde a lua vem brincar
Ah, este Brasil lindo e trigueiro
É o meu Brasil, brasileiro
Terra de samba e pandeiro
Brasil, Brasil
Pra mim, pra mim

Segunda metade do século XX

A bossa nova chegou com tudo aqui! Além disso, foi a época mais fértil da música popular brasileira, principalmente impulsionada pelos festivais da canção.

Antônio Carlos Jobim, Vinícius de Moraes nem sonhavam que estavam criando um estilo musical que seria um dos mais conhecidos do mundo, a bossa nova. A música que marcou o início do movimento iniciado no Rio de Janeiro foi, com certeza, “Garota de Ipanema”.

Cantar também ajuda a saber mais sobre o idioma O instrumento na mão, o samba no pé e a música na cabeça para aprender a língua portuguesa!

Garota de Ipanema – Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes

Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela, menina
Que vem e que passa
Num doce balanço
A caminho do mar
Moça do corpo dourado
Do sol de Ipanema
O seu balançado é mais que um poema
É a coisa mais linda que eu já vi passar
Ah, por que estou tão sozinho?
Ah, por que tudo é tão triste?
Ah, a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha
Ah, se ela soubesse
Que quando ela passa
O mundo inteirinho se enche de graça
E fica mais lindo
Por causa do amor

A música/poesia pode servir para ensinar os alunos as métricas dos poemas. A primeira parte da música é composta de dois tercetos, ou seja, uma estrofe formada por 3 versos.

O primeiro verso possui 13 sílabas e os outros dois versos do primeiro terceto têm 12 sílabas. A mesma coisa acontece no segundo terceto.

Toda essa métrica serve para dar a forma estética da letra da música. Já as rimas servem para dar a forma sonora e também estética.

Outros cantores muito conhecidos são Chico Buarque, Gilberto Gil e Caetano Veloso.

A canção “Construção” de Chico Buarque é considerada uma das mais elaboradas da nossa música brasileira. Além de possuir rimas ricas, ela troca a ordem das palavras e muda completamente o sentido da música em cada estrofe. Além disso, a música pode ser uma boa opção para fazer uma prova de interpretação de texto.

Construção – Chico Buarque

Amou daquela vez como se fosse a última
Beijou sua mulher como se fosse a última
E cada filho seu como se fosse o único
E atravessou a rua com seu passo tímido
Subiu a construção como se fosse máquina
Ergueu no patamar quatro paredes sólidas
Tijolo com tijolo num desenho mágico
Seus olhos embotados de cimento e lágrima
Sentou pra descansar como se fosse sábado
Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe
Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago
Dançou e gargalhou como se ouvisse música
E tropeçou no céu como se fosse um bêbado
E flutuou no ar como se fosse um pássaro
E se acabou no chão feito um pacote flácido
Agonizou no meio do passeio público
Morreu na contramão atrapalhando o tráfego
Amou daquela vez como se fosse o último
Beijou sua mulher como se fosse a única
E cada filho como se fosse o pródigo
E atravessou a rua com seu passo bêbado
Subiu a construção como se fosse sólido
Ergueu no patamar quatro paredes mágicas
Tijolo com tijolo num desenho lógico
Seus olhos embotados de cimento e tráfego
Sentou pra descansar como se fosse um príncipe
Comeu feijão com arroz como se fosse o máximo
Bebeu e soluçou como se fosse máquina
Dançou e gargalhou como se fosse o próximo
E tropeçou no céu como se ouvisse música
E flutuou no ar como se fosse sábado
E se acabou no chão feito um pacote tímido
Agonizou no meio do passeio náufrago
Morreu na contramão atrapalhando o público
Amou daquela vez como se fosse máquina
Beijou sua mulher como se fosse lógico
Ergueu no patamar quatro paredes flácidas
Sentou pra descansar como se fosse um pássaro
E flutuou no ar como se fosse um príncipe
E se acabou no chão feito um pacote bêbado
Morreu na contra-mão atrapalhando o sábado
Por esse pão pra comer, por esse chão prá dormir
A certidão pra nascer e a concessão pra sorrir
Por me deixar respirar, por me deixar existir,
Deus lhe pague
Pela cachaça de graça que a gente tem que engolir
Pela fumaça e a desgraça, que a gente tem que tossir
Pelos andaimes pingentes que a gente tem que cair,
Deus lhe pague Pela mulher carpideira pra nos louvar e cuspir
E pelas moscas bicheiras a nos beijar e cobrir
E pela paz derradeira que enfim vai nos redimir,
Deus lhe pague

Música brasileira do século XXI

Podemos identificar o sertanejo e o funk como os principais ritmos contemporâneos brasileiros.

Aprenda a tocar um instrumento e cantar em português As rodas animam as festas e as pessoas podem aprender a língua portuguesa com as músicas

Através dele, podemos notar as rimas perfeitas como nesta música de Henrique e Juliano do sertanejo:

Vai namorar comigo, sim!
Vai por mim, igual nós dois não tem
Se reclamar, cê vai casar também
Com comunhão de bens
Seu coração é meu e o meu é seu também

Algumas músicas do Rap e do Funk falam sobre as mazelas e os problemas sociais que enfrentamos no Brasil. Por isso, algumas letras podem ser analisadas do ponto de vista do discurso. Outra proposta é pedir para os alunos comporem suas próprias letras e a sala fazer uma análise delas.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *